Vencendo o Passado - Zibia Gasparetto

Sinopse: Quantas vezes você se atormenta recondando acontecimentos desagradáveis do dia-a-dia que gostaria de se esquecer, mas que reaparecem como fantasmas interioes ? Neste livro, os protagonistas enfrentam esse desafio com sucesso. Mas você terá ainda de enfrentar os seus. (Skoob)
GASPARETO, Zibia. Vencendo o passado. Vida e Consciência: 2008. 388p.

Antes de começar a resenha, gostaria de fazer algumas observações.
Como a maioria dos que lêem o blog, sempre gostei de ler. Isso não é novidade. E é claro que tenho meus livros, séries e estilos literários favoritos. Mas nem por isso, nunca fui preconceituosa com algum livro. Quer dizer, não gosto muito de autoajuda. Não compro, nem procuro em bibliotecas, mas já li, e posso voltar a ler. O que estou querendo mostrar é que leio todos os livros que tenho oportunidade, sempre que tenho acesso, independente de gostar da sinopse ou da capa. Faço isso, porque já descobri histórias fantásticas lendo livros sem tantos "atrativos", ao tempo em que me decepcionei com outros que tinham tudo para ser fabulosos. Então gostaria de pedir que não estranhem se eu vir a resenhar livros que a maioria diria que não tem vontade de ler. Como é o caso, acredito eu, do livro que posto hoje.

Vencendo o Passado, de Zibia Gasparetto narra a história de uma família que vivia em meio a problemas. Carolina e Adalberto, filhos de Ernestina e Augusto César, tinham uma relação complicada com os pais, e também um com o outro. Os problemas eram, em sua maior parte, silenciosos. Não havia diálogo dos pais com os filhos. Carolina não aceitava as imposições de seu pai, e mal aturava a submissão de sua mãe, o que lhe rendia castigos. Ao mesmo tempo, Adalberto fingia aceitar todas as ordens que recebia, enquanto fazia o que bem entendesse quando estava sozinho. O que importava era que as aparências fossem mantidas.

Mas tudo começa a mudar quando o avô de Carolina fica muito doente. Com sua morte, a família sai da pequena cidade de Bebedouro para ficar alguns dias com Guilhermina e Odete, mãe e irmã de Augusto César, na capital. A tristeza, no entanto, abate muito as duas e, quando volta para casa, Augusto César resolve deixar Carolina na cidade, para lhes fazer companhia.

Durante o tempo que passa com a avó e a tia, Carolina encontra um rapaz... O rapaz que já tinha encontrado outras vezes, quando seu espírito deixava seu corpo. O rapaz que se apresentara como Marcos - e que agora dizia se chamar Sérgio.

Aos poucos Carolina percebe, então, que as situações que vive no presente são consequências de atos seus em outras vidas;  tanto o comportamento incompreensível de seus pais ou o amor que sente por Sérgio. E percebe que as coisas são do jeito que são por um motivo: ela deve consertar seus erros do passado para ser feliz.

Os livros de Zibia Gasparetto, como todos bem sabem, tem por base para todas as histórias o espiritismo. Para quem acredita, a leitura fluirá facilmente. Para quem não acredita, é como se fosse todo um novo mundo criado por Zibia, como ocorre em tantos outros livros por aí.

A história é ótima, leve, e mesmo nos momentos mais "sombrios" - quando Carolina descobre a razão de viver como vive - a forma como a autora coloca no texto não nos causa más impressões. Por ser um livro com tal toque religioso, há muita inocência nos personagens, que buscam sempre o bem, mesmo quando agem de maneira equivocada, e que aprendem a aceitar uns aos outros com o passar das páginas.

O que mais estranhei no livro foi a maneira superficial com que as situações são narradas, os poucos detalhes que se dão sobre os personagens, e os diálogos que pareciam um pouco repetitivos. Não que isso atrapalhasse a leitura, pelo contrário. Mas é um pouco diferente dos livros que leio normalmente, que dão detalhes o suficiente para dar mais convicção à história.

Foi uma leitura realmente diferente. Não, não entrou para os meus favoritos. Mesmo assim eu gostei. E, para quem gosta desse tipo de leitura, ou até quem gosta de diversificar, eu recomendo.

Beijos, e bom feriado! ;)
j
j

25 comentários:

  1. Oii Julia!
    Realmente fiquei um pouco com o pé atrás de ler, rs. Mas li e ok que não é meu tipo favorito, mas eu achei que seria algo bem... ah sei lá o que eu achei HASUEHAIUH sei que até que interessou um pouco viu? xD O fato de nao dar muitos detalhes p mim até que num é mt problema pq eu acabo tendo um mundo pronto na minha cabeça que pouco consigo mudar D: terrivel né? kkkk

    Beijos, nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ei Julia,

    Eu já li muitoooos livros da Zibia e gosto muito da doutrina espírita, embora eu não siga nenhuma religião.

    Acho os romances lindos, o que eu não gosto nos livros dela é que quando vc lê muitos é tudo muito igual, em todos ela repete os mesmos ensinamentos do espiritismo e vai indo não consigo mais ler tudo de novo rs.

    bjoo

    ResponderExcluir
  3. Oi Julia :D

    Nossa, adorei sua resenha!
    O que importa mesmo é ler, e tbm ja aconteceu comigo de eu ler um livro por ler, e acabar descobrindo grandes obras ;)
    Sabe.. eu gosto muito de livros espíritas, eu sou católica (sim, praticante) mas sinto uma sensação mto boa ao ler os livros espiritas e sempre que dá os leio.
    Apesar nao ter se tornado seu favorito, eu fiquei curiosa ;)

    Beeijocas
    Rapha ~Doce Encanto

    ResponderExcluir
  4. Não é meu tipo preferido, sou um pouco assustado com essas paradinhas, não sei se leria não!
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro ainda, mas já li alguns desse gênero.

    Nataly Nunes
    http://critiquinha.com.br/

    ResponderExcluir
  6. OI!

    Eu tb não sou mto de auto ajuda, mas não me nego a conhecer nada! Eu já escutei falar sobre a autora mas nunca li nada dela. Acho q lerei em breve, apesar de não ter entrado para os favoritos... srrsrs Acontece, né?

    BjO e bom feriado para vc tb!

    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Acho que antes de julgar um livro a pessoa tem que ler ate o fim, ai sim vai poder SAR sua opinião.
    E esse é o tipo de livro que só a resenha não basta, tinha que ler para falar o que realmente acho.
    Mas concordo com você, tem que resenha o livro que esta lendo, o gosto é seu e o blog também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. ei Ju, sou católica e não acredito muito no espiritismo, mas já li um livro com o tema e achei bem legal.

    achei a história desse bem interessante também e pretendo ler.
    tenho uma amiga que é espírita e é muito fã da Zibia. vou pegar o livro emprestado dela. ^^

    beijos,

    ResponderExcluir
  9. Oi Julia!
    Eu não sou espírita, mas já li alguns livros espíritas e gosto dos temas tratados. Ainda não li nenhum da Zibia, mas sei que ela é bem famosa, possui muitos livros publicados. Quem sabe um dia eu leia ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oie Juu, tudo bem?
    Ah eu concordo com você, o importante é ler...acho que eu acredito um pouco no espiritismo, não sei HAHA

    Sempre tive vontade de ler algo dessa autora...adorei sua resenha me chamou bastante atenção.!

    Não assiste nenhuma série? Poxa...nem The Vampire Diaries?

    bjs e bom final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  11. Hey (:

    Adorei a resenha, mas eu realmente não leria esse livro, de verdade UAHSUAHSU Eu gosto de ler de tudo um pouco, gosto mesmo. Mas auto ajuda e livros espíritas, não faz meu tipo, não consigo ler :S Mas enfim, super respeito quem gosta (:

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  12. Oiii,
    parabéns pelo belo blog.
    Gosto bastante dos livros da Zibia e até tenho alguns na minha estante.
    Adorei a resenha e esse livro ta na minha lista ;)

    Correio-Coruja - http://migre.me/571uY

    Beijos e Boa Leitura!!
    Marina Barcelos
    contato: marysbarcelos@hotmail.com
    Blog: http://www.livrospelacasa.blogspot.com
    Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000120207580
    Skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/173535
    twitter: @mary_gattuso

    ResponderExcluir
  13. Sou que nem vc, leio de tudo. Mas esse livro é um dos que eu meio que tenho um preconceito, sempre que vejo ele na revista da avon na sessão religiosa nem dou mt ideia haha
    E por esse fato nunca parei pra ler a sinopse, li aqui hoje e achei interessante. Mas mesmo assim só leria se eu ganhasse ou algo do tipo, e isso n é bullyng ok? haha
    bjs.
    [Tudo por um livro]

    ResponderExcluir
  14. Nunca tinha ouvido falar do livro. Não é bem o tipo de livro que eu leria...Mas gostei da resenha (:

    ResponderExcluir
  15. Julia, eu também sou como você, leio de tudo!
    Gosto dos livros espíritas e tenho procurado ler mais a respeito. No entanto, da Zíbia eu ali apenas "Nada é por Acaso", depois não li mais nenhum. Li livros de James Van Praah e Carol Bowman, gostei muito! Acabei de ler agora "O Amor é Para os Fortes", de Marcelo Cézar, também achei muito bom!
    Se estiver com vontade de ler mais livros nesse estilo, recomendo bastante esses que citei. =D

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Nunca li nenhum livro da Zibia, mas sei que eles são bem 'falados'. :)
    Eu realmente não tenho tanta afinidade com esse 'tipo' de leitura, mas também procuro ler tudo que eu tenho oportunidade de ler e assim como você, já descobri livros muito legais por ai.

    beeijos,
    Jéssica

    ResponderExcluir
  17. Oii Julia!
    Eu respeito quem gosta desse gênero, mas pra mim não rola.
    Antes de tudo, eu tenho que ter alguma afinidade com o tema, a sinopse ou qualquer coisa do livro.
    Senão eu empaco. Mas assim como você, eu penso que todos temos que ler o que pudermos, vai que cada um se identifica né?

    Aah, vou ler Promessa de Sangue em breve. Não to nem me aguentando, rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Os livros da Zibia são bons eu gosto mas tem uns que ela faz só pra ganhar dinheiro pena.

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Não gosto muito desse tipo de leitura, mas também acho que não devemos ter preconceitos com estilos literários, até porque, na minha opinião, depende muito do nosso humor e astral no momento.
    Gostei da forma como tu escreves as resenhas.
    E obrigada pelo elogios, também gostei daqui, também já estou te seguindo!!!
    Beijos querida

    Bruna
    www.desbravandohistorias.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oii

    Muito obrigada por seguir meu blog, tbm estou seguindo o seu!

    Não costumo ler livros nesse estilo, mas o que importa é ler, as vezes a gente se surpreende né! ;)

    Beijokas

    Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  21. Eu tambpem gosto de ler todos os tipos de livros, e já li uns dois livros da Zíbia e, apesar de gostar, tambpem não entraram nos meus favoritos, mas sempre me fazem ver um pouco da vida de um modo diferente. Gosto da parte que você diz que a Carolina precisa concertar os erros do passado para ser feliz. É algo em que acredito fielmente.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. Li o livro em 5 horas. Realmente ele flui muito facilmente e uma semana depois de ler estou indo para bebedouro. Achei muito estranho isso.

    ResponderExcluir
  23. Li o livro em 5 horas. Realmente ele flui muito facilmente e uma semana depois de ler estou indo para bebedouro. Achei muito estranho isso.

    ResponderExcluir
  24. Amei o livro e serviu muito a minha vida, pois tive uma filha muito conturbada comigo que nos aproximou logo depois de ler Vivendo o passado.Alias amo tudo que vc escreve e absorvo muito. Obrigada. hj comprei 2 dos seus últimos livros.

    ResponderExcluir
  25. Já li esse livro e ADOREI, foi o primeiro livro que li "grande" e o primeiro sobre espiritismo.E simplesmente adorei. Recomendo, recomendo, recomendo!!

    De papo com Gaby

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.