O Chamado Selvagem - Jack London

Sinopse: Jack London, (12 de janeiro de 1876 à 22 de novembro de 1916), foi um autor americano de grande notoriedade. Seu nome foi um pseudônimo; ele provavelmente nasceu como John Griffith Chaney. O autor teve uma vida curta, porém muito produtiva.
Produziu centenas de contos, artigos e mais de 50 livros. Entre eles estão: O lobo do mar, Caninos brancos, A filha das neves.
Tornou-se um dos mais bem pagos escritores no início do século XX.
Seus livros se baseavam em muitas aventuras e fatos vividos pelo próprio London, como em O Chamado Selvagem, baseado em sua experiência na corrida do ouro de Klondike.
O Chamado Selvagem lançado em 1903 é considerado a obra-prima de London e um de seus principais trabalhos, tendo emocionado milhões de pessoas em todo o mundo contando a jornada de Buck, um cão São Bernardo que é raptado de seu confortável lar e levado para o Yukon durante a corrida do ouro no século 19.
Emocione-se e aventure-se com Buck nessa incrível jornada. (Skoob)
LONDON, Jack. O Chamado Selvagem. Dracaena, 2011. 116 p.


Buck vivia tranquilamente nas Terras do Sul, na vastidão da fazenda de seu dono, sendo um fiel companheiro e protetor de toda sua família. O sol conseguia aquecer aquela região, e a liberdade que tinha de passear por aquelas terras, mergulhar nas águas próximas, brincar com as crianças e descansar aos pés do dono perto da lareira, ao tempo em que cumpria suas funções de defensor, o enchiam de um grandioso orgulho.

Mas o fato de ser um são bernardo - em uma época que animas fortes e peludos eram necessárias para buscar o ouro nas frias Terras do Norte - o tirou de sua vida confortável. Um jardineiro da fazenda entrega Buck a um estranho, em troca de algumas moedas. E, assim, Buck inicia um novo momento da sua jornada, aprendendo coisas que até então não precisava aprender e precisando viver de acordo com a "lei dos porretes e das presas".

O chamado selvagem, de Jack London, não pode ser descrito como outra coisa senão instigante. A narrativa foge do comum e, apesar de mostrar os fatos de uma forma inteiramente racional e objetiva, sem se utilizar de recursos sentimentais, faz com que nos encantemos com a beleza implícita na história de Buck.

Buck, um cachorro "civilizado", arrancado de seu lar e jogado à selva, ao trabalho, ao frio, ao convívio com outros cães, aprende a viver por meio de conhecimentos ancestrais que nem mesmo sabe de onde vêm, apenas instinto selvagem e natural. E o horror da vida primitiva tira de Buck quase todos os seus traços de "humanidade". Ele respeita os homens e animais mais fortes apenas por causa das leis da sobrevivência; quase não há sentimentos de lealdade ou afeto, apenas conveniência.


"Esse primeiro roubo veio a mostrar a aptidão de Buck para sobreviver no ambiente hostil das Terras do Norte. Mostrou a sua adaptabilidade e capacidade de se ajustar às condições de mudança, cuja falta teria significado morte rápida e terrível. Mostrou, posteriormente, a decadência ou desintegração da sua natureza moral, tida como uma coisa vã e um obstáculo na luta cruel pela existência. No Sul, sob a luz do amor e da amizade, tudo foi muito bem e se podia respeitar a propriedade privada e os sentimentos de cada um. Entretanto, no Norte, sob a lei do porrete e das presas, quem quer que levasse tais coisas em consideração seria um tolo e, na medida em que Buck as cumprisse, não prosperaria." (pág. 31)


O livro, apesar de ter apenas 116 páginas, não é superficial de maneira alguma. Só aviso para que fiquem atentos, já que não se trata de uma história "fofa" de cachorrinho, passa bem longe disso. O livro vai a fundo e mostra a crueldade da luta pela sobrevivência e para mostrar força aos oponentes, e os instintos são expostos tão claramente que não se consegue julgar as atitudes dos animas, apenas entender e quase sentir. Mas mostra também que, apesar dessa luta, o animal pode ter os sentimentos mais puros e sinceros do que muitos que se denominam seres humanos.

A linguagem rica de London permeia todo a história, mas, mesmo possibilitando uma leitura fácil, essa pode se tornar maçante para aqueles que não a compreenderem, por tratar-se, afinal, de um clássico. É uma leitura diferente, para aqueles que gostam desse tipo de escrita e que conseguem enchergar a excelência da obra além das entrelinhas.





Onde Comprar:

Editora | Saraiva | Cultura | Travessa
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

31 comentários:

  1. Olá!
    Este livro é diferente de tudo que eu já li, e ele não me agrada!! Talvez ate daria uma chance a ele!!

    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Julia!
    O livro deve ser muito interessante, gosto da maneira que ele aborda o tema, é bem original! Além disso, tem que ser muito bem construído pra não ser raso com poucas páginas.
    De qualquer forma, eu não sei se leria, acho que ficaria meio agoniada com a leitura.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro
    Mas amei a resenha
    E de fato me parece uma estoria bem comovente

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar deste autor, será que ele é o mesmo de Caninos Brancos?
    Livro diferente hein? Estrelado por um cão e a história não é made in disney.
    Boa resenha.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei muito curiosa sobre o livro, estamos tao acostumados com aquelas historinhas de lobos fofos que um livro assim deve ser bem interessante.

    só fico preocupada se ficarei entediada ou não com a história.

    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  6. Oi Julia!
    Já li outro livro do Jack London, "Caninos Brancos", que tem um lobo como protagonista. Queria muito ler esse também!
    Ah, eu tenho certeza que os cães tem sentimentos mais puros e sinceros do que os humanos. Olha quanta gente ruim tem por aí >_<
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha, o enredo do livro é bem diferente.

    Bjs

    Amanda

    ResponderExcluir
  8. Tenho muita vontade de ler esse livro *o*
    Adorei a resenha... já está na minha lista de desejados há tempos!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  9. Ei Julia!

    Acho que este livro eu dispenso.
    Já não gosto de bicho mesmo...rs
    O máximo que consegui ler com bicho foi Marley & eu.

    Bjins

    ResponderExcluir
  10. Poxa, que interessante! Este livro é realmente diferente, lê-lo seria uma bela aventura literária, haha. Muito bom.
    Ah, e obrigada pela visita no CH, volte sempre que quiser (:
    Isabela

    ResponderExcluir
  11. A história é bem diferente, hum? Ainda é um clássico, e eu não conhecia. Foi bom saber, acho que leria sim :)

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Julia.
    Esse livro me chama a atenção pelo fato da história ser tão original e o personagem ser um cão. E por mais que tenha uma história triste, ainda pretendo ler =)
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Julia!
    Pela sua resenha, a história parece ser bem original e muito intenso pra ter só 116 páginas.
    Mas mesmo assim, parece ser interessante. Não é meu tipo de leitura preferido, mas merece sim ser lido.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  14. Julia, me interessei demais pelo livro! Não sei direito o porque, talvez por ser apaixonada por animais e me interessar por esse universo, ou pelo lado instigante que a obra parece ter, mas fiquei bem curiosa. Espero adquiri-lo em breve. Ótima resenha :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oie Julia!!

    Ah eu quero muito ler este livro! Sei que vou passar muita raiva e chorar muito durante a leitura, mas esse é o tipo de livro que vale apena.

    Ótima resenha querida!

    bjus

    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. Esse livro deve ser muito bom, a capa é muito linda.
    Adorei a sua resenha.

    Bjs...
    http://assuntosobrelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Ei Julia,

    Eu adoro cachorros, mas ainda não sei se o livro é o meu estilo de leitura, embora tenha achado bem interessante a resenha.

    bjos

    ResponderExcluir
  18. ei Ju querida,

    estava doida para ler resenhas sobre esse livro. Quando li a sinopse achei bem interessante e sua resenha me deixou muito empolgada para ler. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  19. Já tinha ouvido falar sobre o livro, mas não sabia sobre o que era. Fiquei curiosa, apesar de achar que deve ser angustiante... sei lá.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. oi ^^
    achei muito interessante a sua resenha, ainda não tinha ouvido falar desse livro, é sempre bom conseguir indicações novas de leituras ^^

    bjs
    TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
  21. Tenho o livro aqui mas infelizmente não me chamou muito a atenção. Não sei quando lerei :/

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Eu não conhecia o livro e fui até a metade da sua resenha tipo "mas é sobre um cachorro? o.õ". Achei isso muuito interessante, mas tem tanto livro na fila, esse precisaria me chamar mais atenção HUAH

    ResponderExcluir
  23. Acredita que esses dias eu quase comprei este livro? Mas por não ter lido nenhum livro, fiquei com medo de não gostar muito. Eu sei que é um clássico, mas gostaria uma opinião ou pelo menos algo que norteasse minha decisão e bom... assim que tiver uma oportunidade de comprá-lo novamente, desta vez não vou pensar duas vezes!

    Julia, a resenha ficou maravilhosa, sincera e objetiva.

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  24. Conheci esse livro assistindo vídeos no Youtube, confesso que desde então sou louca para lê-lo. Adorei sua resenha, como a Thaís disse, foi realmente bem objetiva :D

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  25. Eu ja li o livro é uma linda historia do cachorro buck e sua luta pela sobrevivencia no gelo. Recomendo a voces lerem tambem e o londom e um otimo autor. abraços
    ADENILTON REIS, TRACUATEUA/PARÁ/BRASIL

    ResponderExcluir
  26. Já tinha lido algumas resenhas desse livro antes e devo dizer, que adorei.
    a história é muito interessante, tirando que a capa é muuito linda..
    adorei a resenha...

    ResponderExcluir
  27. Oi Julia!

    Tenho curiosidade de ler este livro, que já vi em vários blogs. Pela capa, dá para notar mesmo que não é uma daquelas histórias ''fofinhas'' de animais. Além disso, gostei de saber que apesar de curto, é um livro ótimo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Por incrível que paeça ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros de Jack London, apesar de querer muito. Tenho muita curiosidade de conhecer a obra dele da qual já ouvi falar tão bem.

    ResponderExcluir
  29. Esse livro me lembra Irmão Lobo, pelo menos a capa.
    Mas pelo que li na resenha não tem muito a ver.
    Espero ter chance de ler
    e o blog está lindo

    ResponderExcluir
  30. Hey Ju!
    Parabéns pela resenha meu bem, você escreve maravilhosamente bem.
    Tenho que confessar que ao ler a sinopse do livro não me interessei muito pela história não, mas depois de ler a sua resenha...
    A história me parece muito forte e marcante mas sem dúvidas tocante.
    Adoro ler clássicos portanto acredito que a linguagem não vá me incomodar de forma alguma.
    Bom, pretendo ler em breve.
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    http://www.trocandoconceitos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Ah ai sim, tenho certeza que se ler vou gostar
    pelo que parece você não gostou muito dos livros que está sorteando
    que pena

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.