Um dia - David Nicholls

Fonte da Imagem: Meu Querido Livro
Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida. (Skoob)
NICHOLLS, David. Um Dia. Editora Intrínseca, 2011. 416 p.

Emma Morley e Dexter Mayhew se conheceram na noite de suas formaturas e, juntos na madrugada seguinte, conversavam sobre o futuro: planos, sonhos, ambições. O que esperar para os próximos vinte anos? Naquele novo início da vida de ambos é difícil saber ao menos o que esperar para o dia seguinte. Mas aquele único dia talvez tenha marcado a vida dos dois para sempre.

Em, que sempre fora de certa forma apaixonada por Dex, não tinha grandes expectativas para o futuro. Ele, de uma família com algum dinheiro, provido de beleza e simpatia, consegue visualizar um futuro brilhante pela frente. Mas onde a vida os levaria a partir daquele dia, um 15 de julho de 1988? A partir desse dia, David Nicholls nos permite acompanhar as histórias de vida de Emma e Dexter durante vinte anos, um por capítulo, narrados todos nos dias 15 de julho subsequentes.

Um dia é um livro com profundidade. Acompanhar Em e Dex durante tantos anos de suas vidas nos faz ficar bastante próximos a eles, mesmo quando não concordamos com as atitudes e as situações em que se colocam. Emma começa como uma jovem insegura, com baixa autoestima e sem muitas perspectivas para o futuro. Dexter é o tipo de cara que eu mais detesto. Um rostinho bonito, mas sem conteúdo, presunçoso, que quer curtir a vida a qualquer custo e de maneira totalmente inconsequente.

“Dexter ouviu o som do chuveiro aberto e recostou no sofá, olhando o teto, envergonhado por aquela ridícula expedição. Achava que tinha a resposta, que eles poderiam resgatar um ao outro, quando na verdade Emma estava muito bem havia anos. Se alguém precisava ser resgatado era ele.
E talvez ela tivesse razão, talvez ele só estivesse se sentindo um pouco sozinho. [...] Sozinho. E o pior de tudo é que sabia que era verdade. Nunca na vida tinha imaginado que seria um solitário. No seu aniversário de trinta anos, chegou a lotar uma boate da Regent Street: as pessoas faziam fila na calçada para entrar. O cartão de memória do celular em seu bolso transbordava de números telefônicos das centenas de pessoas que havia conhecido nos últimos dez anos, mas a única pessoa com quem desejava conversar todo esse tempo estava no quarto ao lado.” (pág. 330)

E os sentimentos de amizade e de respeito dos dois os permitem crescer. Ela se torna uma mulher admirável, que acredita em si mesma e que chega muito além do que poderia imaginar. Ele, por sua vez, aprende a ser menos "intenso", a ver os que estão em seu entorno e a se importar com eles, a ser realmente um homem.

No início da leitura pode-se presumir uma certa superficialidade na narração dos capítulos, como se alguns deles não fossem realmente necessários e estivessem presentes apenas para preencher lacunas e cumprir as funções de estilo propostas à obra. Isso também se deve ao fato de serem colocadas tantas informações, dos acontecimentos de todo um ano, em poucas páginas, que faz a exposição dos fatos parecer pobre em algumas passagens. Mas essa visão deturpada logo se desfaz e, ao fim da obra, é impossível argumentar isso. Cada detalhe torna-se fundamental e perfeitamente colocado.

Algumas partes da história são algo previsíveis, mas não é exatamente a surpresa que a torna especial. O que a torna atraente é a realidade dos acontecimentos, de cada sentimento de paixão ou de timidez, de vergonha ou de raiva. São situações perfeitamente cabíveis e de sensações tão intensas que poderiam ser reais.

O livro é lindo, lindo, impossível de não se emocionar. A crueldade e a ironia com as quais algumas coisas acontecem na vida - que não são poupadas na história -, a superação dos momentos difíceis e a mágica da eterna mudança que ocorre nas pessoas é o ponto alto do livro, que vale a pena conferir.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

26 comentários:

  1. Oi Ju
    Amei a resenha, você conseguiu traduzir o sentimento tido através da leitura.
    Eu amei demais esse livro, foi uma das minhas melhores leituras de 2011 e quero reler em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro, o primeiro que está na minha lista de compras. Vou fazer de tudo para ler antes de ver o filme rsrsrs
    Amei a sua resenha!

    Bjs...
    http://assuntosobrelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Julia, menina, eu adorei este livro. é uma romance moderno mesmo.
    é muito doido e emocionante. Chore horrores, kkk
    Adorei sua resenha, bju

    ResponderExcluir
  4. Eu já li o livro e gostei bastante
    É do tipo de livro que a gente le e depois fica pensando
    Gostei bastante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já vi ótimos comentários sobre este livro. Até comprei ele, mas ainda não o li. Tenho várias leituras na frente!!

    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Julia!
    Acho que a realidade é o ponto chave da história mesmo, e o que a torna tão cruel e linda, ao mesmo tempo!
    Achei genial a maneira que o David construiu a história, contando apenas um dia sem deixar furos, todos os detalhes, pra mim, foram necessários e peça desse encaixe perfeito!
    A Emma é apaixonante e o Dex odiável hehe, mas são perfeitos juntos ^^
    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. oi
    ai! eu até abri um sorriso qnd entrei no seu blog! acho que não tem uma resenha q eu tenha lido que tenha dito que esse livro era ruim ou algo do genero! eu fiquei perdidamente apaixonada por ele, é tão real, as vezes tão belo e como vc disse um tanto cruel e ironico. Terminei de ler e eu achei q estava começando o livro, qria voltar atras e viver td de novo!
    maravilhoso!
    bjs

    TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
  8. Gente que perfeito *---* Acho que nunca vi uma resenha que não citasse o principal desse livro: a realidade dos sentimentos. Pelo que vi, é isso que é mais profundo nele, estou certa? kkk'
    Espero lê-lo em breve :D

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Julia!
    Comprei 'Um dia' há um tempo, mas ainda ainda não li. Depois da sua resenha, acho que vou colocá-lo na frente de alguns. *-*

    Beijos,

    ResponderExcluir
  10. Ter a sua visita em meu blog é sempre muito especial para mim.
    Por isso vim aqui agradecer o comentário e aproveitar para seguir seu blog,
    Segue de volta?
    Será muito bom ter vc como seguidora.

    Obrigada!!!

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  11. Oi Julia, minha primeira visita aqui, achei fofo seu blog, adorei, tb gostei da sua resenha, bem interessante, mais olha, não é um livro que me interesso a ler... acho que por alguns pontos q vc citou acima acho que vou emcapar em algum ponto e vou abandonar o livro sabe...

    beijos

    Te convido a conhecer meu blog...
    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá Julia!
    Confesso que até o momento não vi nenhuma critica negativa quando a esse livro, estou bem curiosa para lê-lo. Particularmente gosto bastante de livros que me emocionam.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  13. Oi Julia!
    Acho que como a maioria das pessoas que conhece o livro mas não leu ainda, quer ler. Afinal, essa capa chama muito atenção (muito mais que a original do livro). E vou falar a verdade: gosto de livros clichês e românticos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Julia!
    Todo mundo falando bem desse livro! Eu queria ler, mas acho que vou acabar só assistindo o filme mesmo.
    Que bom que os detalhes do começo se mostraram importantes no final, isso é prova de um livro bem-escrito.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  15. ei Ju,
    eu não li, mas já sei o final por isso nem vou ler, rsrsr.
    Parece ser um livro bom, porém prefiro evitar as lágrimas, ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Ju!
    Acredita que eu não tenho vontade de ler esse livro? Haha

    Sério, eu vi o filme e não consegui gostar o suficiente para comprar o livro.

    (e isso é um milagre! haha)

    Resenha ótima, como sempre!

    Bjss

    ResponderExcluir
  17. Eu amei o livro e o filme. Lindo demais.

    Beijinhos,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Ei Julia,

    Este livro para mim foi uma surpresa, pensei que ia amar pq todo mundo fala maravilhas. Ai comecei a ler e odiei o Dex e achei a Emma uma boba no final. Só que mesmo assim amei a narrativa e o enredo do livro rs.
    No filme acho que eles deixaram o Dex bem mais bonzinho.

    bjos

    ResponderExcluir
  19. Oi Julia

    Ai faz tantooo tempo que quero ler esse livro, eu até tenho ele, mas quem disse que deu tempo de lê-lo? A história realmente parece incrível, me conhecendo vou chorar quem nem um bebê, ahuahauh

    Beijos

    Pah, Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  20. Barbaridade eu adorei, eu comprei e a capa é linda comprei mais por ela, e por causa do filme com a Anne, mas enfim deve ser lindo mesmo, adorei sua resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi Julia!
    Eu comecei a ler esse livro e parei. Me irritou profundamente algumas escolhas do Dexter e da Emma, achei que eles eram imaturos demais na maior parte do livro. Me irritou um pouco e eu preferi fazer uma pausa na leitura. Sei que o final deve ser arrebatador, mas ainda não me senti tentada a continuar. =/
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  22. OI Julia sua resenha ficou maravilhosa, tanto que se eu não tivesse lido esse livro ela teria me incentivado a ler.
    Mas eu li e não gostei, infelizmente.
    Aconselho todos a lerem e tirarem suas próprias conclusões.

    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  23. Oi Julia!
    Amei a sua resenha menina! Você soube expor bastante o seu ponto de vista a respeito da história e isso fez com que eu ficasse mais ainda querendo ler esse livro!Rs.Preciso dele!
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Esse é um dos livros da minha estante que mais desejo ler. Todo mundo fala tão bem dele... E queria muito conseguir fazer a leitura pra poder logo ver o filme rs

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  25. "Um Dia" é um livro incrível, não há como negar. Ele mexeu tanto, mas tanto comigo. Fiquei embargada por um bom tempo com cada emoção transmitida, com cada detalhe.

    Ele é cruel e é lindo ao mesmo tempo. Realista ao extremo, mas sem deixar de lado aquele romantismo do casal que é ideal um para o outro.

    Sua resenha expressou isso muito bem :)

    Beijinhos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  26. Eu me apaixonei por esse livro. Amo tudo, sério!
    Acho a história linda, maravilhosa e de um realismo absurdo. A vida é dura e não é como esperamos, mas as coisas podem dar certo.

    Enfim, amo Um Dia!

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.