Amante Eterno - J. R. Ward


Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta. Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama... (Skoob)
WARD, J. R.  Amante Eterno. Irmandade da Adaga Negra #2. Universo dos Livros, 2010. 448 p.


Já instalada em sua base oficial, os vampiros da Irmandade precisam enfrentar uma batalha cada vez mais acirrada contras os redutores, que visam exterminar sua raça. Os homens sem alma agora têm um novo objetivo para conseguir alcançar o feito: se exterminarem os Guerreiros, sua espécie ficaria sem proteção.

Rhage, com toda sua beleza hollywoodiana, precisava mais que todos os irmãos de oportunidades para enfrentar os inimigos. Afora o sexo, uma boa briga era a única forma de liberar adrenalina o bastante para impedir que a besta se manifestasse, embora em alguns momentos ficasse impossível controlá-la, e o medo de machucar aqueles de quem gostava se tornava sua maior preocupação. Para ele, essa situação era lastimável, mas se resignava com a conta dos dias em que se veria livre de sua maldição.

Até que o contato de Bella, uma vampira civil, sobre John, um possível guerreiro prestes a se transformar, o coloca frente a frente com Mary, uma humana muito doente e dona uma voz que toca sua alma e o alivia das circunstâncias da besta. Mesmo contra ordens de Thor, o líder da Irmandade, Rhage não consegue ficar longe daquela fêmea, e as consequências de um relacionamento entre eles podem ser caóticas e dolorosas para ambos.
 
"- Mary, não é seguro.
- É a casa de Bella. Não deveria haver coisa alguma se movendo na casa dela a essa hora do dia. Vamos.
[...]
- Uma ova que vai... Mary, pare! Cristo, não me faça colocar você no ombro e carregá-la daqui.
- Faça isso e direi a Rhage que colocou as mãos por todo o meu corpo.
Os olhos de Butch chisparam.
- Caraca, você é uma manipuladora tão dura quanto ele.
- Ainda não, mas estou aprendendo. [...]" (p. 403)

Diferentemente do que aconteceu com o relacionamento romântico do primeiro volume da série, em Amante Eterno, de J. R. Ward, houve um desenvolvimento delicado, lento e progressivo, tirando aquele ar irreal existente no anterior e tornando a história um pouco mais plausível - se é que se pode dizer isto. O maior destaque que se deve dar a estas obras, contudo, advém principalmente da escrita da autora que, com as palavras certas, nos deixa imergir completamente na história e atiça a curiosidade para as próximas páginas, próximos capítulos, até próximos livros. Acreditem: foi difícilímo não correr, assim que terminei esse volume, para a leitura do próximo.

O tom rude e animalesco que senti no primeiro livro também se fez mais ameno, quase inexistente. Não ser se isso se deve ao fato de me acostumar com a linguagem utilizada, mas não me incomodei nenhum pouco desta vez. Além disso, foi maravilhoso conhecer mais de Rhage, que se mostrou diferente de todas as imagens que se cria dele por preconceitos, além de ter gostado muito de Mary, principalmente por sua força e independência.

Um dos pontos que chama mais atenção nesta obra - não lembro de ter notado isto no livro inicial - é que os guerreiros, por mais fortes e grotescos que pareçam, guardam, cada um, suas feridas e escondem suas vulnerabilidades, mas não são apenas montes de músculos fortes e indestrutíveis. Tornam-se, por isso, ainda mais admiráveis e lindos. Outro detalhe importante é a amizade entre os irmãos, que está ainda mais sobressalente e coloca um toque mais forte de emoção. Me emocionei por diversas vezes com essas passagens, e elas foram responsáveis por gostar tanto da história.

Agrada também perceber que, apesar de Rhage ser o foco principal da narrativa, ele não é o unico a ganhar destaque. Todos os irmãos têm seus momentos, claro, mas Zsadist e Phury têm uma participação mais efetiva no final do livro, o que permite que se conheça um pouco mais profundamente os irmãos. Essa parte é quase como uma introdução para o próximo livro, que será sobre Z. O apelo erótico continua em destaque neste segundo livro, e para os que não se incomodam com isso, é uma leitura maravilhosa.

~~*~~*~~
#2 Amante Eterno
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

21 comentários:

  1. Oi Júlia!
    Adoro quando me deparo com resenhas de IAN,amo demais essa série,já li até Amante Meu e os meus preferidos são Z,Vishous, Buth,Quinn e Blay.
    Concordo plenamente que é uma leitura maravilhosa e digo mais a Ward me surpreende a cada livro, nunca deixando de ser fantástico acompanhar os guerreiros.
    Bjos Fabi
    www.roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Júlia, os livros dessa série deixa a leitoras doidinhas, rsrsrs. Vampiros sensuais, fortes, másculos... uiiiii.
    Comecei a ler o primeiro livro em e-book, mas gosto mesmo da versão física e por isso não consegui terminar. Tenho muita vontade de ler todos os livros que foram lançados e tenho a impressão que ia querer ler um atrás do outro, sem pausa, rsrsrs.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  3. OI Ju*
    Não vejo a hora de começar a ler esta série, todo mundo fala super bem dela!
    Minha lista de leitura só aumenta!!

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Toooooooodo mundo fala dessa série e elogia e tal, mas eu nunca li e por enquanto não tenho tanta vontade de ler assim ;x

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju!
    Concordo com você em cada palavra! Achei que esse livro foi bem melhor do que o primeiro, que desenvolveu e evoluiu de forma muito melhor!
    O final é bem introdutório pro próximo mesmo!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Essa série de livros não me agrada muito... o fato de os vampiros serem um tanto animalescos.. com cios e tal, não me agrada muito. Mas eu já este livro aí, no romance a autora caprichou.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    Andressa
    umdiaacadalivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie Julia
    faz tempos que quero ler essa série, pois já tenho a maioria dos livros, e guerreiros vampiros com um quê de vulnerabilidade e sentimentos expostos, me conquista por completo *_*
    preciso ler já.
    amei a resenha porque focou em outros pontos, que não só a questão do romance erótico.
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi Julia! Eu tenho quase todos, mas ainda não comecei a ler, gostei de saber que os livros tem focos em diferentes personagens. Quando você citou os irmão e sua amizade lembrei de Diários do Vampiro,mas a série de TV.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. sou louca pra ler essa serie ;3; até gosto um pouco de erotismo quando ele não se torna pornografico

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie =)
    tenho o primeiro e esse livro, mas ainda não o li pois quero ter mais alguns, esse é meu mau quando os livros são séries quero ler quando tenho todos :| Gostei da resenha e estou mais ansiosa para está lendo e não me incomodo de forma alguma com o apelo herotico, pois gosto de ler esses livros exatamente para furgir da rotina.
    Beliscões carinhosos
    http://felicidadenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito da resenha, fiquei com vontade de ler.
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  12. Sou louca para ler esta serie
    Mas ainda não tive oportunidade
    E já me apaixono pelos personagens só com as resenhas *-*

    Beijos
    @pocketlibro
    http://www.pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Já li o primeiro livro e adorei. Estou completamente louco para ler esse e continuar a ler outros livros da série. Quando li sua resenha, fiquei mais louco ainda. rs
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Ju!
    Dos 5 livros da IAN que eu li, esse foi o que eu menos gostei.
    Achei legal a comparação que você fez com o primeiro livro. E essa parte de cada Irmão ter uma ferida é uma das coisas que eu mais gosto na série, a gente sempre descobre algo novo sobre eles.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  15. Oi Julia ;)
    Faz tempo que quero ler essa série, todas as resenhas que vejo são sempre muito positivas!
    Apesar de o tema "meio erótico" não me agradar muito, tenho muita curiosidade em relação aos livros da autora!
    Gostei da resenha e isso só aumentou minha vontade de conhecer a série.

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
  16. Oi Julia!

    Essa série tem muitos livros! rsrs Já li muito sobre ela e parece bem legal, quem sabe daqui a uns 6 anos? asuhahsuah


    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Já li o primeiro, e adorei, mas ainda não tive o ânimo pra seguir em frente.
    A série é tão grande! Rsrs...
    Beijos,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  18. Tenho curiosidade em relação a esta série, alguns amam e outros odeiam, enfim, estou bem curiosa em relação a série, só não li ainda porque são muitos livros haha. Adorei a resenha.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Julia,

    Confesso que não faz muito o meu estilo e também não gosto dessa capa...parabéns pela resenha...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Julia!
    Eu adoro esse segundo livro. O Rhage é um fofo apesar das circunstâncias. Ri muito com o primeiro encontro deles na lanchonete. Comecei a ler o terceiro livro, mas acabei deixando de lado pq não me agradou muito. =/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi Julia.
    Este é um dos meus livros preferidos da série! E tive a mesma impressão que você enquanto o lia. Mas se prepare porque o próximo é melhor ainda =)
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.