As vantagens de ser invisível - Stephen Chbosky



"Depois, Patrick apontou para mim e disse uma coisa ao Bob:
- Ele é uma figura, né?
Bob concordou. Patrick depois disse alguma coisa que acho que eu nunca vou esquecer:
- Ele é invisível.
E Bob assentiu com a cabeça. E todos no porão fizeram a mesma coisa. E comecei a ficar nervoso como Bob, mas Patrick não me deixou ficar nervoso demais. Sentou-se ao meu lado.
- Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. E você compreende."


Querido Charlie,

Acabei há pouco de ler suas cartas, e gostaria de poder dividir um pouco do que sinto depois disso.

Eu gostei de conhecer você. Gostei muito. Gostei de entender o que se passa na cabeça de um garoto de 15 anos que entra no ensino médio depois de perder seu único amigo. Percebi que demorou um pouco, mas você conseguiu fazer parte de um grupo, e amigos como Patrick e Sam são realmente especiais. Eu vi como foi importante para você se sentir simplesmente aceito. E amado.

Mas sabe o que mais gostei em você, Charlie? Você é inteligente, e divertido, e tem pensamentos voláteis e que mudam de foco rapidamente. E talvez seja um pouco sem noção também, mas pode ser que seja apenas ingenuidade. Você faz algumas coisas meio loucas às vezes, como quando comeu aquele brownie, ou quando deixa que façam as coisas por você. Você é muito engraçado Charlie, e tem pensamentos pouco convencionais.

Foi interessante observar, durante esse tempo, as mudanças pelas quais você passou. As descobertas que essa fase de sua vida trouxe mudaram você, e é sempre assim que acontece. Acredito que não seja mesmo fácil lidar com o sexo oposto; muito menos saber como agir perante o primeiro amor. Mas são as experiências que nos moldam e nos fazem melhor, como você mesmo disse.

Sensibilidade; você é repleto dela. E isso faz de você um garoto fofo, ainda que faça um monte de coisas erradas. Mas como podemos lhe julgar, quando você não consegue fazer isso e age com tanta naturalidade perante as coisas que são os maiores tabus da humanidade? Isso faz de você um garoto especial Charlie, como bem provam a relação que construiu com seu professor Bill e o amor que transmitiu à sua família e aos seus amigos. E chorar não é mesmo motivo para ter vergonha.

Fico orgulhosa em ver como você conseguiu, aos poucos, enfrentar seus traumas e medos e descobrir por si mesmo que antes de um momento muito bom, há períodos ruins. "Por favor, acredite que está tudo bem comigo, e mesmo quando não estiver, ficará bem logo depois. E eu acredito que seja assim com você também."

Com amor,






Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo. (skoob)
~~*~~*~~

Obs.: Esta não foi uma resenha convencional, mas este também não foi um livro convencional. Senti como se aquelas cartas fossem para mim, e precisava responder. Minha opinião está contida nestas palavras, e não via melhor forma de colocá-las. Para os que se interessam, o livro se tornou favorito.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

35 comentários:

  1. Oi Ju. Ficou linda sua resenha adorei. Eu li este livro, mas ele nao me cativou. bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não cativou Nessa, a história é tão bonita ;)

      Excluir
  2. Adorei a resenha! Ando com receio de ler este livro justamente por ele não ser convencional...

    Beijooos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ai Ju, que resenha mais linda!
    Eu também amei a leitura e os personagens me conquistaram rapidamente. Também vi muita ingenuidade no Charlie e adorei a maneira de como os pensamentos dele se desenvolviam.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom, né? Me vi imersa rapidinho :D

      Excluir
  4. Que carta resposta mais linda, Julia!
    Realmente, esse livro não tem nada de convencional. Quando li fiquei tão fascinada que entrei no mundo do Charlie de cabeça.
    Já viu o filme? Eu vi e adorei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Julia!

    Adorei q resenha "diferente" a carta é muito linda,não vejo a hora de ler esse livro tb.

    Bjos

    www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju,
    gostei da sua resenha, é a primeira que me faz ter vontade de ler o livro. A unica coisa que eu odeio nesse livro é a capa, sabia? odeio que façam isso com as capadas originais. É muito chato.
    Queria ver o filme antes. Vamos ver se me atrai né? você já viu? é bom?
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fico indignada quando fazem isso, mas não temos muito o que fazer ;~

      Excluir
  7. Uau... Acho que essas foi uma das resenhas que mais me comoveu... Sua opinião veio em carta, igual no livro, e ficou maravilhoso *--*
    Parabéns, Ju! :D
    Ainda não li, mas o filme me fez chorar várias vezes (e isso é difícil).
    Amei, amei, amei ♥

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu fui ler a resenha porque gostei muito, muito do filme. E meu queixo caiu! Esta resenha não convencional é a melhor que já li nos últimos tempos.

    ResponderExcluir
  9. Nahim...esse livro parece muito bom! Adorei a forma como fez a resenha. Criatividade é tudooo!
    Beijocas!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  10. Hey Ju!
    Nossa, a melhor resenha que li desse livro! HAHA
    Sério, adorei a criativade, parabéns!

    Comprei esse livro por esses dias e gosto muito do que leio a respeito.
    Charlie aparenta ser um ótimo protagonista e todos que leem parecem se identificar um pouco com ele.

    E o filme, você curtiu?

    Abs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana, gostei do filme sim. Acho que conseguiram transmitir a essencia da história, apesar de deixar de lado algumas das características mais marcantes do personagem. ;~

      Excluir
  11. Tenho muita vontade de ler/assitir
    Parece ser muito bom
    Sempre falam super bem

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

  12. Ahhh Julia!
    Que graça!
    Adorei sua carta!
    Preciso conhecer este garoto sensível também!
    Ele me mandou sua coletânea de cartas. Em breve irei lê-las.

    Bjins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, leia com carinho essas cartinhas dele ;)

      Excluir
  13. Não sei se eu gostaria do livro, mas tem um monte de gente que gosta do livro então... adorei a carta.

    Bjs
    http://partesdeumdiario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adorei essa "resenha" eu tu fez. Ouço tanto sobre esse livro, mas ainda não me deliciei com ele e agora fiquei bem mais curiosa :D

    - VITAMINA DE PIMENTA -

    ResponderExcluir
  15. Ju, que coisa mais linda sua resenha, gostei da suas palavras e de sua criatividade, apesar de achar que foi algo 'espontâneo'! "As Vantagens de Ser Invisível" é um livro que quase todos falam bem, e me aparenta ser realmente excelente, muito bom, mas te confesso que obtenho certo receio, não sei bem o por que. Também não assisti ao filme, ^^.

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi So, deixe o receio de lado, vale a pena ler.

      Excluir
  16. Que linda a sua resenha! Adorei o jeito com que foi feita, realmente criativo. Amei esse livro de paixão, ele é realmente especial..

    ResponderExcluir
  17. Estou querendo esse livro e sempre fico adiando a compra, mas agora está na hora de lê-lo, já!
    clicandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Quero esse livro há um tempo.
    Acredita que além de não ter lido ainda nem assisti ao filme? rs
    Preciso comprar ele logo!

    BjO
    http://www.the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Ju!
    Nossa, que lindas palavras! *-*
    Ainda não li esse livro, mas sou louco. E após ler sua resenha, como uma carta para o próprio Charlie, quase me emocionei.
    Sinto que esse livro se tornará um dos meus favoritos também. Acredito que me identificarei muito.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leandro, leia logo, o livro é ótimo!

      Excluir
  20. Oi Ju! Que lindo, achei bem diferente a maneira que você fez a resenha, foi muito original e me deixou comovida. Faz tempo que vejo este livro por aí, mas nunca pude sentir assim. Agora quero ler. Bjos!

    ResponderExcluir
  21. Simplesmente genial. Genial a sua resenha. Diferente de tudo que já li a respeito desse livro perfeito e tão verdadeiro quanto ele. Parabéns, de verdade!
    Beijão,
    Nic

    ResponderExcluir
  22. Julia, minha linda, desculpe a ausência.
    Eu ainda não li este livro e tenho muito vontade der, agora pirei.
    Você me emocionou de verdade, nunca vi uma resenha assim. Claro que a gente pode tudo, estamos aqui pra falar de livros, seja de que jeito for. Mas você se superou e deixou seu leitor maravilhado.
    Eu adorei
    Parabéns
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Mônica, e que bom que conseguiu tocar você. Espero que goste da leitura também. ;)

      Excluir
  23. OLá Julia,

    Esse livro esta na minha lista de desejados, agora depois da sua resenha não vejo a hora de comprá-lo e lê-lo, muito curioso...parabéns pela resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Marco, espero que você goste ;)

      Excluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.