O Dom - James Patterson e Ned Rust

Sinopse: Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos...
Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor...
Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas.
Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty... Ou para, finalmente, matá-la. (Skoob)
PATTERSON, James. RUST, Ned. O Dom. Série Witch & Wizard #2. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2013. 288 p.


Depois de verem seu mundo virar de cabeça para baixo com a instauração do governo da Nova Ordem, Whit e Wisty são considerados fugitivos. No meio de todas as mudanças e das descobertas sobre a magia, os irmãos começam a conhecer alguns dons que possuem, e que têm grande relevância para o Único que é Único.

"- Sei que às vezes você finge que já fez coisas que só leu nos livros.
- Mas não é um fingimento total. Quando você lê um livro bom, meio que acaba fazendo as coisas sobre as quais leu." (p. 150)

Não quis revelar muitas informações sobre O Dom, segundo volume da série Bruxos e Bruxas, escrito por James Patterson e Ned Rust, para não soltar spoilers da obra, que não se diferencia muito de seu antecessor, por ter exatamente as mesas características do primeiro livro. Isso significa dizer que, para quem não se animou com a leitura do anterior, não vale esperar muito de O Dom.

Os capítulos extremamente curtos – de no máximo três páginas – mantêm frenética a narrativa e tornam a leitura bastante rápida, principalmente por serem terminados em pontos inconclusos, que nos leva a ler um pouquinho mais. A escrita do autor tem uma dinâmica bem particular que torna o livro leve, o que é bom para quem procura por leituras sem compromisso. Esses capítulos se alternam, em primeira pessoa, entre as visões de Whit e Wisty, com um adicional neste volume: entre certo número de capítulos, foram inseridos um ou outro, em terceira pessoa, sobre o ponto de vista de outros personagens, como Byron e O Único.

A sensação de desconhecido que havia no primeiro livro já estava dissipada, o que contribui para que não haja nova frustração. O contexto agora não é totalmente novo e sabe-se que a série é voltada para o público adolescente, com emprego de uma linguagem cheia de humor e ironia. No primeiro livro, achei essa linguagem desnecessária, mas desta vez isso realmente incomodou. A conclusão é de que Wisty e Whit são tão sem noção que não vêem o peso das barbaridades cometidas pelo Único na vida das pessoas, a irreversibilidade daquilo tudo. Wisty, por exemplo, narra sua tortura como se contasse uma piada, sem se lembrar de muitos outros que poderiam estar passando pela mesma situação.

Outro ponto fraco da história e que acontece desde o primeiro livro é a falta de respostas. O autor insere sempre novos mistérios no enredo e passa por cima deles, sem dar quaisquer explicações. Mesmo coisas que dariam base ao contexto – sobre como surgiu a Nova Ordem ou de onde veio O Único – jamais foram citadas. Todos os conceitos criados pelos autores, como os portais e os perdidos, talvez não necessitassem de explicações se já fizessem parte daquela sociedade antes do início da história. Aí, só nos caberia aceitar. Mas fomos descobrindo essas novidades junto dos personagens, então mereceriam justificativas. 

- Música, minha querida, é uma força mais potente do que você imagina. (p. 106)

Ainda estou pensando se continuarei ou não a ler essa série, mas é preciso comentar que, por outro lado, alguns pontos tomaram relevos mais interessantes e aguçaram a curiosidade. A magia de Whit e Wisty está mais definida, e é possível ter idéia sobre o que eles podem fazer. Os últimos capítulos também convencem a continuar e tentar dar uma terceira chance para a série.

Para quem ainda não leu Bruxos e Bruxas, não vale ir com muita sede ao pote, por se tratar de um texto mais raso do que se imagina. O Dom segue no mesmo nível – sem as expectativas que frustraram no primeiro, pode ser uma leitura mais agradável.



Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

13 comentários:

  1. Oi Ju! Eu acredito que não vou adiante, embora tenha visto melhora no enredo, vou dar preferencia para outros livros.

    Bjos!!

    ResponderExcluir
  2. Por eu ainda está esperando o meu livro de Bruxas e Bruxos e O Dom então pulei o resumo que você fez do livro porque eu não quero correr o risco de spoiler e também porque eu não entenderia nada já que eu ainda não li Bruxos e Bruxas e não sei nada sobre os personagens... Enfim, eu fico realmente triste por você está indecisa se continua a série ou não, pois assim vou ficar com um pé atrás quanto a eu gostar também, esta não é a primeira resenhas que vejo o blogueiro decepcionado com o livro e quanto mais eu acho blogueiros não gostado mais medo tenho de perder tempo lendo algo que eu não vou me agradar, mas tenho que arriscar né? Eu realmente acho que essa mudança de co-autor vai deixar tudo meio confuso. Eu me pergunto porque eles mudaram? Tipo deveriam seguir um padrão se não assim as pessoas ficam meio perdidas com a mudança da escrita =/

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir
  3. Só li o primeiro livro da série
    Ainda não tive oportunidade de ler o esse
    Mas tenho muita curiosidade, para saber se melhorou

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ah eu não tenho interesse nessa série.
    Li tantos comentários negativos por aí...

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju*
    Foi de tanto ler resenhas negativas do primeiro livro que eu perdi totalmente a vontade de ler a série.
    Sua resenha só me afirmou que talvez essa leitura não irá me agradar, mas gostei dos pontos que vc resaltou na resenha!

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  6. continuo afirmando que o grande "problema" dessa série, foi a NC vendê-la como um livro daqueles arrebatador e o mesmo ser um livro despretencioso, com linguagem adolescente. sim, ele é confuso em certas partes e os personagens passam a sensação de descaso, mas não sei pq eu sou fã do James Patterson rsrs continuo dando chance a essa série rsrs.

    ResponderExcluir
  7. Oie Ju
    eu comecei a ler Bruxos e Bruxas e já achei tão raso, imagina esse? rs
    não acredito que meu amado titio James tenha escrito isso. Apesar de ser engraçadinho, irônico e talz, os diálogos parecem ter sido escritos por uma criança de 12 anos.
    Mas vou ler a continuação porque não suporto ficar sem saber o que acontece em seguida rs
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Essa é uma série que eu quero muito ler. A capa é perfeita e vai ficar linda na minha estante!
    Além de ser escrito por Patterson.
    Ainda não li o primeiro livro da série, então tenho dois já para comprar.
    A história parece ser diferente do que eu estou acostumada a ver em histórias. Sem falar que são bruxos, né? E eu amo histórias com bruxos e feiticeiros.

    ResponderExcluir
  9. Oie Ju =)

    Ah!! Esse livro foi muito sofrível para mim viu. Achei que a história ficou mais boba ainda, e sei lá eu não consigo gostar da Whist também ...

    Essa falta de resposta deixa tudo muito vago e quando você pensa que lá fora já foram lançados quatro livros, meio que dá aflição de pensar que os outros podem ser tão ruins quanto esse.

    Não sei se vou ler as continuações ... muito decepcionada.

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  10. Sua resenha não é muito diferente das que eu tenho visto por aí, sempre remetendo aos pontos fracos. Mas née;
    Beijos ;*
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ju essa é a terceira vez que eu tento deixar um comentário nesse post, tomara que dessa vez dê certo.
    Não li o primeiro livro porque só li críticas ruins com relação a ele. Por isso não pedi Dom a editora. Até onde eu me lembre esse é a primeira vez que eu desisto de um livro antes mesmo de tentar. Pode ser que eu me empolgue a ler. Um dia quem sabe, agora a hipótese está descartada.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Ju essa é a terceira vez que eu tento deixar um comentário nesse post, tomara que dessa vez dê certo.
    Não li o primeiro livro porque só li críticas ruins com relação a ele. Por isso não pedi Dom a editora. Até onde eu me lembre esse é a primeira vez que eu desisto de um livro antes mesmo de tentar. Pode ser que eu me empolgue a ler. Um dia quem sabe, agora a hipótese está descartada.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ju essa é a terceira vez que eu tento deixar um comentário nesse post, tomara que dessa vez dê certo.
    Não li o primeiro livro porque só li críticas ruins com relação a ele. Por isso não pedi Dom a editora. Até onde eu me lembre esse é a primeira vez que eu desisto de um livro antes mesmo de tentar. Pode ser que eu me empolgue a ler. Um dia quem sabe, agora a hipótese está descartada.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.