Esposa 22 - Melanie Gideon


Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento. (Skoob)

GIDEON, Melanie. Esposa 22. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2012. 400 p.


Quando tirei férias em dezembro/janeiro, aproveitei para acelerar minhas leituras. Li bastante e, apesar de deixar várias anotações feitas, acabei não conseguindo organizar tudo em forma de resenha para colocar aqui. Mas, como vale a máxima “antes tarde do que nunca”, já passou da hora de eu mostrar minhas impressões sobre alguns livros ainda estão pendentes. E um deles é Esposa 22, da autora Melanie Gideon.

Depois de 20 anos de casamento, Alice Buckle passa por uma fase crítica. Prestes a completar a idade em que sua mãe morreu, ela sente que ela e seu marido Willian se distanciaram e ainda está descobrindo como lidar com seus dois filhos agora que eles não são mais tão dependentes. Quando recebe por e-mail um convite para participar de uma pesquisa sobre casamento no século XXI, ela acaba por perceber que suas respostas aos questionamentos se tornaram como uma terapia – e uma redescoberta.

"A sensação que eu tenho é de que cada um de nós dois é um item na lista um do outro 
e que estamos simplesmente querendo riscar esse item o mais rápido possível".

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Alice, e com uma escrita que nos faz mergulhar na história, a autora surpreende intercalando o texto com comunicações via tecnologia digital, sejam e-mails, posts no facebook, páginas de pesquisa na Internet, entre outros. A proposta de fazer do livro algo moderno e que mostre a interatividade atual funcionou e deu mais dinâmica aos acontecimentos.

Além disso, ao participar da pesquisa, Alice resgata sua história com o marido, sua juventude, percebe a mulher que era e compara com a que se transformou. Era interessante acompanhar as respostas da personagem, porque ao mesmo tempo em que se percebe por onde ela havia passado, compreende-se como chegou ao ponto atual. O único ponto negativo quanto a isso era que as perguntas da pesquisa foram colocadas no final do livro, e não por entre o texto, detalhe que até agora não consegui compreender por quê.

Ao conhecer mais a história de vida que Willian e Alice compartilharam, ficava difícil aceitar a postura dela em relação ao Pesquisador 101, enquanto parecia que o relacionamento com seu marido era deixado de lado. No entanto, por algum motivo, consegui visualizar por onde o enredo se embrenharia e qual seria o final da história. Isso não tirou a graça do contexto; o melhor, no caso, foi ver o modo como as coisas se resolveriam.

"[...] Eu nem preciso olhar pela janela para ver como está o clima. 
Posso ter a previsão do tempo todas as manhãs, enviada diretamente para  o meu laptop. 
Existe coisa melhor?
Cordialmente, Esposa 22.

[...] Existe: ser pego de surpresa pela chuva.
Tudo de bom,
Pesquisador 101."

O livro é uma companhia gostosa e leve, que guarda mensagens importantes nas entrelinhas. Se deixarmos de lado alguns momentos mais incômodos da protagonista, é possível dar boas gargalhadas e terminar o livro com a sensação missão cumprida.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

9 comentários:

  1. ai que lindo Ju!! eu amo esse livro!! comecei a ler sem expectativas e me surpreendi como a autora foi carismática em contar uma historia que tinha tudo para ser confuso. adorei os diálogos, o dia a dia da família, chorei, gargalhei, amei esse livro! também queria que as perguntas do pesquisador 101 estivessem junto com o texto e não no fim do livro. não entendi pq fizeram isso. fiquei com muita vontade de ler outro livro da autora! bj!

    ResponderExcluir
  2. Ao ver a sinopse e a capa, não fiquei convencido a ler a obra. Porém, sua resenha me ganhou. Havia imaginado algo bem diferente. Acho que darei uma chance a leitura.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
  3. Eu acho a capa desse livro horrorosa, mas algumas amigas leram e disseram que vale a pena. Estou com ele em casa, mas não ainda não deu tempo de ler. Sua resenha me deixou com mais vontade de saber como é a história ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. tipo eu já imaginava o final em antes de começar para valer essa história, mas tipo eu achei que o livro poderia ser melhr sabe. até fiquei empacada uns dias nele, mas enfim terminei a leitura faz algum tempo.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  5. Olá Julia!
    Adoro livros que me fazem rir *O*
    Este é um que está sendo muito falado nas redes sociais, mas não estou com muita vontade de ler. Sei lá, a história não me convenceu muito, rs.
    Mas adorei a resenha :D
    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  6. Ei Júlia

    Eu acho que eu tenho este livro rsrsrs, mas não li ainda. :P
    Sempre ouvi falar bem dele, faz tempo que não leio livros divertidos, mas pelo andar da minha não devo ler tão cedo... se é que tenho mesmo rsrs.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Júlia

    Esse livro foi uma surpresa para mim. Ele tem a capa mais feia da minha estante e eu não sabia o que esperar dessa história. O fato foi que eu amei e a história de Alice me fez refletir sobre muitas coisas do meu relacionamento. Achei que seria só mais um chick-lit e se mostrou bem mais que isso.
    O fato de terem colocado as perguntas no final também me irritou bastante. Detestava ter que ficar voltando e não entendi porque eles fizeram dessa forma.
    No mais, um excelente livro.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  8. Olá Julia,

    Esse livro já tinha me chamado atenção já faz um tempo, as vezes gosto de ler este gênero....gostei da resenha....dica anotada....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. "A sensação que eu tenho é de que cada um de nós dois é um item na lista um do outro
    e que estamos simplesmente querendo riscar esse item o mais rápido possível". nossa ameeei esse livro tenho que ler parabens

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.