ADQS - Fabiana Cardoso


Sinopse: Cíntia encontra-se envolvida com um criminoso de Florianópolis, até presenciá-lo cometendo um assassinato e perceber, então, o perigo que está correndo. Mas em sua fuga desastrosa é presa em flagrante por tentativa de homicídio. Suas alternativas são: denunciar o 'namorado', praticamente, assinando sua sentença de morte ou ser presa e permanecer um longo tempo na prisão. Na delegacia acaba conhecendo Henrique, um homem charmoso e misterioso que faz uma proposta - a garantia de que não irá para a cadeia. O que ela não imaginava é que seria recrutada para fazer parte de uma organização secreta, assumindo a identidade de Thaís Torres e se mudando para São Paulo. Agora a mais nova agente da ADQS terá que investigar crimes que a polícia comum não conseguiu resolver, arriscando sua vida nas operações pouco convencionais da organização. Aos poucos, Thaís desvenda os mistérios da organização secreta, vivendo fortes emoções em suas missões e se arriscando em um romance proibido. Mistério, aventura, humor e romance fazem parte desta trama. (Skoob)
CARDOSO, Fabiana. ADQS: Desvendando a Organização Secreta. MODO Editora Tradicional: 2013. 473 p.


Agentes secretos, novas identidades e todo o passado deixado para trás: esses são os elementos principais do livro ADQS, de Fabiane Cardoso, que se ambiente na Agência Acima De Qualquer Suspeita.
 
Cíntia cometeu erros e, por isso, precisa ajudar a colocar um criminoso atrás das grades. Em troca disso, terá sua liberdade de volta, mas precisa deixar qualquer aspecto de sua vida para trás, e mesmo sua irmã terá de acreditar que ela está morta. Agora na pele de Thaís, ela tem um nome limpo e um emprego na ADQS.
 
Acompanhar os casos a serem resolvidos pela equipe de Thaís, com suas múltiplas identidades, tornou-se uma aventura. A autora conseguiu dinamizar o enredo e trazer sempre elementos novos, que nos faz mergulhar em cada caso sem perceber. Por várias vezes, tentei adivinhar como seriam solucionadas as tramas. Em alguns casos acertei, em outros não, e esse jogo tornou ainda mais divertida a leitura da obra.
 
São muitos os casos que a equipe precisa enfrentar, e é visível o amadurecimento da protagonista durante a história. Esse desenvolvimento fica ainda mais perceptível pelo fato de o livro ser narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Cíntia/Thaís. Existe também romance, que é fofo e proibido, ainda que o foco não seja esse, e que terá total relevância para a conclusão deste primeiro volume. E é um final que nos deixa às cegas, porque tudo pode ser completamente diferente no segundo livro.
 
Não posso deixar de destacar também alguns pontos que talvez precisassem ser melhor desenvolvidos. Os vários casos e nomes, por exemplo, por vezes me deixaram confusa, pois se já era difícil memorizar quem era quem, como sempre acontece quando iniciamos uma leitura nova, era ainda mais difícil lembrar quem era quem quando estavam usando nomes diferentes.
 
Também, tenho a comentar sobre a forte objetividade na narração. Isso não é um defeito, pelo contrário, mas é diferente observar os fatos sem saber os sentimentos. Apesar de algumas vezes a autora citar como estava o estado de humor dos personagens, é diferente a pessoa dizer que estava irritada a descrever subjetivamente como essa irritação aflorou. Não sei se consegui me fazer compreender, mas é como se eu visse os sentimentos dos personagens, compreendesse-os, mas não os vivenciei.
 
Ainda assim, por ser ADQS uma obra nacional, que se passa em terras brasileiras e que não deixa a desejar no quesito originalidade, foi uma leitura bastante agradável. Gostei muito de conhecer a escrita de Fabiana Cardoso e, sem dúvidas, lerei outros livros da autora, tanto que ADQS 2 já me espera no Kindle.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

2 comentários:

  1. Parece um filme frances que vi ha uns 20 anos chamado nikitta...

    ResponderExcluir
  2. Oi, Júlia, legal a resenha. A Daniela tem razão: parece Nikita, o filme francês, bem como sua versão americana, a série de TV e uma outra série chamada Alias. Como gostei de todas, acho que vou pegar ADQS para ler. :)

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.