Bob, Um Gato Fora do Normal - James Bowen

Sinopse: “Nós ganhamos segundas chances todos os dias, mas geralmente não as aproveitamos. E então eu conheci o Bob.” James Bowen é um músico sem-teto que se apresenta nas ruas de Londres para sobreviver. A partir do momento em que ele encontra um gato de rua machucado, com o pelo cor de laranja e grandes olhos verdes, sua vida começa a mudar. Juntos, James e Bob enfrentam o mundo – e vencem. Uma história verdadeira sobre amor e amizade que vai fazer você sorrir muito. (Skoob)
BOWEN, James. Bob, Um Gato Fora do Normal. Novo Conceito: 2014. 208 p.


Gosto de ser sincera com as pessoas que leem minhas resenhas. A verdade é que meu interesse por esse livro não era muito grande. Para ser mais sincera ainda, era quase nulo. Porém eu amo gatos com todas as minhas forças e essa capa é realmente incrível. Então pensei em dar uma chance para o Bob, um gatinho fantástico que conquistou o amor não só do James, mas de todos ao seu redor. Inclusive o meu. 

Nossa história começa com James nos contando como Bob o encontrou. Ou será que os dois se cruzaram? Em um belo dia, voltando para casa de mais uma de suas apresentações nas ruas de Londres, James dá de cara com o bichano sentado no tapete na porta de um dos apartamentos. Com o passar dos dias, o homem percebeu que o gatinho não ia embora. Como ele estava bem machucado, resolveu cuidar dele ao menos até ele melhorar. 

O problema, que na verdade foi uma grande solução para a maioria dos problemas da vida do James, é que Bob resolveu não ir embora. A partir daí, James nos conta como tudo mudou com a chegada do bichano: como Bob o seguia pelas ruas de Londres quando saia para ganhar seus trocados diários, como conseguia mais dinheiro tocando quando Bob estava com ele e até as dificuldades que passou quando descobriu que não poderia mais viver da música. 

Era como se alguém houvesse puxado as cortinas 
e lançado um pouco de sol em minha vida. É claro quem de certa forma, 
alguém havia feito isso mesmo.

Eu sinceramente não sei dizer para vocês, mas aparentemente Bob, Um Gato Fora do Normal é exatamente igual ao primeiro livro do autor, Um Gato de Rua Chamado Bob, mas com um detalhe que faz toda a diferença: há fotos incríveis e coloridas dos dois nessa edição, o que eu achei realmente um capricho muito bem pensado. Além disso, a diagramação do livro é maravilhosa.

Apesar de eu não gostar muito do tipo de narração do livro, acabei me apegando à história. É claro que não é um livro perfeito, ainda mais se levarmos em consideração que foi escrito por alguém que não tem nenhuma prática, não é mesmo? Mas a história de como Bob e James se tornaram amigos é realmente tocante. Acredito que todo mundo que já teve bichinhos de estimação, principalmente um gato, sabe como eles são companheiros e especiais. 

É importante lembrar que, em momento algum, James obrigou Bob a ficar com ele. Isso é o mais lindo da história. Logo nos primeiros capítulos, percebemos que o gato confiou no seu dono logo de cara. Então, se você acredita nessa ladainha que falam sobre os gatos serem frios e que só se importam com eles mesmo, pode ir parando. Após ler esse livro, você não vai acreditar no quanto os gatos podem ser amáveis. 

Bob, Um Gato Fora do Normal é uma história linda, verdadeira e tocante de como os animais de estimação podem nos ajudar nos momentos mais difíceis da nossa vida, mesmo quando achamos que tudo está perdido.


Ana Clara
Ana Clara

Amante de livros sonha em ter uma biblioteca gigantesca em casa. Lê qualquer coisa que colocarem na frente, desde biografias a rótulos de shampoo. Detesta cachorros e, para ela, os gatos são as criaturas mais fantásticas do mundo. Quando o assunto é música, não cansa de mostrar seu amor pelos Beatles, além de ser fã de fé dos Engenheiros do Hawaii. Também é apaixonada por MPD e louca por O Teatro Mágico do último fio de cabelo até a planta dos pés. Se quiserem saber mais, acompanhem também o blog Roendo Livros.

6 comentários:

  1. Ana, eu sempre leio as resenhas de vocês por aqui e geralmente gosto muito - tanto é que os selecionei para me ajudarem no blog ;) Mas essa, em especial, me deixou um gostinho a mais ^^ Eu também não tinha vontade de ler o livro, mas agora fiquei curiosa ;)

    Beijões *-*

    ResponderExcluir
  2. ai que saudade desse laranjinha!
    me apaixonei instantaneamente! a carinha de Bob e conhecer sua história me encantou!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem, eu também não tinha nenhum interesse na leitura desses livros do Bob, ainda não tenho, na verdade. Mas deve ser uma boa leitura pra distrair ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!
    Confesso que também não tenho láaa esse interesse por essa série (?) de livros, apesar de achar a premissa um amorzinho. Creio que se chegar a ganhar o primeiro livro, vá a ler. Ain, eu já não sou nada fã de gatos. Mas esse da capa é tão <3

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá, Ana!
    Já peguei esse livro umas três vezes, mas não consegui comprar. Acho que deve ser legal, como diz, mas, da mesma forma que a Sofia comentou aí em cima, só devo ler se ganhar de presente. Parabéns pela resenha! ;)

    ResponderExcluir
  6. Esse gatinho Bob parece ser bem especial mesmo!

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.