A verdade sobre nós - Amanda Grace


Sinopse: Madelyn Hawkins está cansada. Cansada de ser sempre perfeita. Cansada de tirar A em tudo. Cansada de seguir à risca os planos que os pais fizeram para ela. Madelyn Hawkins está cansada de ser algo que não é, algo que não quer ser. E então ela conhece Bennet Cartwright. Inteligente, sensível, engraçado. A seu lado, ela se sente livre e independente. Uma história que poderia muito bem ter um final feliz, não fosse por um detalhe: Maddie tem apenas 16 anos, e Bennet, além de ter 25 anos, é seu professor. Pressionada pelos pais a participar de um programa para jovens talentos, Maddie pula dois anos do Ensino Médio e vai direto para a faculdade, onde conhece e se apaixona pelo professor de biologia. O sentimento é recíproco, e para dar uma chance àquele novo relacionamento que lhe faz tão bem, ela decide não contar para Bennet sua idade. Não demora muito para que as coisas comecem a dar errado, e as consequências da farsa de Maddie ganham contornos devastadores quando a verdade vem à tona. (Skoob)
GRACE, Amanda. A verdade sobre nós. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014. 208 p.


A primeira vez que li a sinopse de A verdade sobre nós, de Amanda Grace, esperava uma história de tragédias, de dor, tudo causado por uma garota mimada que resolveu ser diferente. Mesmo com essa primeira impressão, depois das resenhas que li, percebi que a maioria dos leitores se sentia tocado pelo história; por isso, resolvi arriscar. E, que bom, eu não podia estar mais enganada.

Madelyn conta todos os detalhes da história de amor que viveu com Bennet, seu professor, por meio de uma carta endereçada a ele. Desde o início, percebe-se que ele já descobriu a verdade em relação à idade de Madelyn e que algo deu muito errado, e é esse o motivo que a faz escrever. Mas não sabemos ao certo o que aconteceu, pois a autora só deixa escapar pequenos detalhes, que só passaram a fazer sentido depois da metade do livro.

"Nossa caminhada foi em um sábado, e passei a manhã seguinte olhando sua página no Facebook, torcendo para, de alguma forma, você atualizá-la, mencionar um fim de semana incrível. Perdi as contas de quantas vezes meus dedos pairaram no botão Adicionar aos Amigos.
Eu sabia que não podia fazer aquilo. Sabia que precisávamos esconder o que quer que estivéssemos nos tornando, mas, meu Deus, eu queria algum tipo de contato com você, e ainda não havíamos trocado telefones. Então, naquele dia agonizante de sonhos e pensamentos e o desejo de vê-lo, tudo o que me restava era esperar." (p. 73)

A curiosidade para descobrir o desfecho, e mais ainda para descobrir toda a história que levou a esse desfecho, faz a leitura dinâmica e rápida. A linguagem simples não tirou a qualidade da obra. Amanda Grace conseguiu dar um toque delicado à narrativa, com algo verdadeiro, e se sentir na pele de Madelyn não era difícil. Também, conseguiu fazer de seus personagens inteligentes e divertidos, sem forçar. Por isso, é fácil se encantar por Bennet através dos olhos de Maddie, torcer para que tudo dê certo entre eles.

Para muitos, o problema do livro será exatamente a protagonista. Ela realmente é um pouco mimada, como eu imaginava, e é bastante egoísta, característica que ela mesma percebe durante o enredo. Porém, particularmente, consegui me colocar no lugar dela e não sei se, naquela situação, teria feito diferente. Talvez eu seja egoísta também por isso, mas eu não consegui julgar. Eu queria que ela fizesse diferente, mas ela não fez.

"E ali estava você, planejando o que faríamos juntos depois.
O que faríamos no dia seguinte, na semana seguinte, durante o inverno.
Você nos via juntos. Por bem mais tempo do que uma noite.
Você nunca quis que eu fosse um caso, queria que eu fosse sua namorada. Queria que eu fosse sua, assim como eu queria desesperadamente que você fosse meu." (p. 156)

Ainda que a personalidade da personagem possa ser desagradável, a obra trata exatamente do momento em que Madelyn deixa de ser uma adolescente e passa a ser adulta, o modo como ela amadurece. Mesmo que o romance seja o foco, o enredo trata dos problemas em casa, dos conflitos internos, de todos os aspectos da vida da protagonista. A partir disso, o livro mostra que nem todos são perfeitos, e que é a partir das imperfeições que se pode melhorar, tomar atitudes. E Bennet foi importante para Maddie por isso, porque ele conseguiu fazer com que ela visse que existiam outras possibilidades.

Por mais que o leitor já saiba o final da história no início do livro, ainda há aquela ponta de esperança de que algo novo surja. E, para ser sincera, surge, mas Amanda Grace novamente não segue regras e faz do jogo seu.

Mergulhei inteira em A verdade sobre nós, senti-me devastada com o que aconteceu, apesar de a tragédia ser apenas interna, tanto para mim quanto para os personagens e, ainda agora, queria mais e melhor.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

6 comentários:

  1. Oi Ju!

    Eu sou simplesmente LOUCA para ler esse livro. Apesar de já ter lido mais resenhas negativas do que positivas sobre ele, minha curiosidade não diminuiu nem um pouquinho. Esse é o tipo de romance que eu adoro e tenho certeza que eu vou gostar, mesmo com a personagem principal sendo um pouco chatinha. aheuaheuahe

    Beijo. <3
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju
    Bela resenha, pude perceber que vc realmente mergulhou nessa leitura.
    Essa premissa não me agrada, mas ainda sim daria uma chance ao livro pelo fato de estar curiosa pelo desfecho.
    Adorei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Confesso que só por essa capa fofa eu já tenho vontade de ler RSRSR
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie Ju
    esse livro é bem viciante. Eu que o diga, li em apenas dois dias, e me encantei por ele. E o final, apesar de não ter sido o que eu e a torcida do vasco esperavam, foi um verdadeiro choque de realidade, e de que nem sempre a vida é bela e tudo dá certo no final.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, curto muito uma história de romance entre aluna e professor e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa pra conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  6. Já fiquei muito curiosa com a premissa e quero muito ler esse livro, ainda mais quando disse que te deixou devastada, amo livros que me fazer sentir coisas profundas, li muitas resenhas negativas mas não me conformo com isso e leio mesmo assim a minha opinião nem sempre é igual a de todo mundo, aquele livro adorado sempre pra mim é ruim, então vamos a leitura desse que acho vai entrar pros meus queridinhos.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.