Ei! Tem alguém aí? - Jostein Gaarder

Sinopse: Essa é a história de um menino de oito anos que vai ganhar um irmãozinho. Enquanto espera os pais voltarem da maternidade, ele recebe a visita de Mika, uma espécie de pequeno príncipe que parece de outro planeta. Os dois são muito diferentes, mas são muito parecidos também. Passam 24 horas juntos e conversam sobre temas interessantes como a origem da vida, os princípios da evolução e a extinção dos dinossauros. Quando Mika vai embora e os pais voltam com o bebê, o irmão mais velho sabe, de algum modo, que sua casa tem espaço para o novo habitante.

GAARDER, Jostein. Ei! Tem alguém aí?. Companhia das Letrinhas, 1997. 128 p.


Existem livros que tornam-se tão especiais que as vezes é difícil expressar. Livros que só de observar a lombada na estante bate nostalgia. Livros que queremos distribuir a todos, independente de idade ou gosto literário. Um dos poucos livros que me permite sentimentos tão profundos é Ei! Tem Alguém Aí?.

Com uma narrativa extremamente singela e delicada, Jostein Gaarder insere-nos no mundo inocente de Joaquim e Mika, duas crianças com questionamentos notáveis acerca do universo e sobre nós mesmos. São tão puros os questionamentos, os pensamentos, a linguagem utilizada que é impossível não se sensibilizar com a ansiedade de Joaquim, com as ideias de Mika. São personagens tão sensíveis e singelos, que provavelmente se tornarão marcantes em boa parte dos leitores.

Ei! Tem Alguém aí? foi o primeiro livro que eu li com uma quantidade "maior" de páginas. Visto que eu tinha nove anos na época, era muita coisa. Parte do meu interesse na obra foi justamente fugir dos inúmeros contos de fadas que surgiam e existiam, e ETAA não poderia ter sido melhor. Educativo e delicado, foi um dos livros que definitivamente me inseriu nesse meio literário, e é um livro que eu indico aos que querem inserir seus filhos, sobrinhos... nesse meio também. Além de trazer uma linguagem extremamente simples, brinda-nos com questionamentos maravilhosos acerca de tudo isso que nos rodeia. Melhor do que qualquer conto de fadas, ler Ei! Tem alguém aí? para uma criança é trazer o início de discernimento e questionamento para tal.

Porém, não só por crianças a obra deve ser lida. Ainda que ETAA seja inegavelmente um infanto-juvenil, também não se pode negar o quão belo é o desenvolvimento dos personagens, suas descobertas e ansiedades.


"Você não acha que deve haver também uma força que nos puxou para fora dos oceanos, e nos deu os olhos para ver o e o cérebro para pensar?'
Não tinha a menor ideia do que responder. Limitei-me a dar de ombro. Mika disse por fim:
' Às vezes penso que as pessoas que não acreditam nisso devem ter um sentido importante a menos."


Eu não sei como finalizar esta resenha sem soar redundante. Ei! Tem Alguém aí? é um livro extremamente especial, não somente por me inserir neste mundo fantástico, mas por conter uma história tão simples, personagens tão sábios e uma narrativa pura. Eu realmente gostaria de distribuí-lo a todas as pessoas. Não importa se você é criança, jovem ou adulto.

Sofia
Sofia

Geminiana de 13/06/00, blogueira no Lendo de Tudo e (completamente) apaixonada por livros. Sejam eles fictícios ou verídicos, românticos ou terror. Mas incondicionalmente fã de J.K. Rowling, Rick Riordan e Agatha Christie. Indecisa, - mas também determinada (como assim, ué?)- casada com o teatro, amante dos livros, sofro de sinceridade aguda.

2 comentários:

  1. Oi Soso
    Não conhecia o livro, fiquei encantada com a premissa. Parece ser emocionante e com uma linda mensagem. Gostei, e quero ler.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sofia!
    Adorei a resenha. Dá para reparar em como o livro emocionou você. Vou tentar comprar ;)
    Abs

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.