A Pousada Rose Harbor - Debbie Macomber


Sinopse: Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera. A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso. (Skoob)

MACOMBER, Debbie. A Pousada Rose Harbor. São Paulo: Novo Conceito, 2013. 348 p.


Jo Marie quer recomeçar sua vida. Após perder o marido em um acidente, Jo decide comprar uma pousada em um lugar chamado Cedar Cove. Pacífico e com pessoas amigáveis, ela espera superar o luto e criar novos laços nesse lugar tão pitoresco. Seus primeiros hóspedes, Abby Kincaid e Joshua Weaver, também trazem grandes fardos consigo. Joshua e Abby não retornam a Cedar Cove há anos e terão que superar todos os seus medos e esquecer coisas do passado nessa pequena estadia.

A narrativa de Debbie Macomber é tão calma quanto Cedar Cove. Debbie nos narra a história com serenidade e simplicidade. É incrível a atmosfera de calma nesse livro, apesar de todos os conflitos que os personagens têm, tantos obstáculos a serem superados. A Pousada Rose Harbor nos brinda com três histórias diferentes, mas interligadas. Os três protagonistas precisam de um rumo para a vida, precisam deixar o passado e acima de tudo, perdoar a si e aos outros. E a pousada é o lugar ideal para isso. Em Cedar Cove todos terão a chance de recomeçar. 

"Os dois tinham voltado com fardos nas costas à Cedar Cove, seu antigo lar. Mas eu mesma carregava vários. Percebi que cada um de nós leva sua carga, alguns mais que outros. Algumas pessoas ficam tão acostumadas ao peso extra que parecem não ter mais consciência dessa bagagem. Senti um impulso de ajudar meus hóspedes, mas não tinha certeza se e como poderia ajudá-los - ou mesmo se deveria tentar. Talvez eles tivessem vindo à Pousada Rose Harbor para poderem me ajudar." 

A Pousada Rose Harbor não tem uma narrativa dinâmica nem nada parecido, segue uma linha contínua durante todo o enredo. Vamos acompanhar a história de três pessoas diferentes nessa calmaria infinita. Isso não chega a ser um ponto negativo, entretanto, em certos momentos me causou uma leve agonia. Em suma, o livro tem um desenvolvimento lento.

A narrativa é dividida entre primeira pessoa por Jo Marie e terceira pessoa por Josh e Abby. Confesso que meus momentos favoritos ficavam a cargo de Jo. Sempre fui grande fã de narrativas em primeira pessoa, ela sempre me aproxima muito do personagem, então senti essa ligação mais forte com Jo do que com os demais personagens. Apesar de interessantes, não consegui me envolver tanto com eles.

“– (...) Eu o odiei por tanto tempo... mas não percebi como amor e ódio podem estar próximos.”

Apesar de todos os pontos citados anteriormente, eu gostei de A Pousada Rose Harbor. Terminei o livro com uma sensação incrível de tranquilidade, fora que os personagens cresceram muito durante o enredo. Posso dizer que terminei o livro muito leve <3






Sofia
Sofia

Geminiana de 13/06/00, blogueira no Lendo de Tudo e (completamente) apaixonada por livros. Sejam eles fictícios ou verídicos, românticos ou terror. Mas incondicionalmente fã de J.K. Rowling, Rick Riordan e Agatha Christie. Indecisa, - mas também determinada (como assim, ué?)- casada com o teatro, amante dos livros, sofro de sinceridade aguda.

5 comentários:

  1. Oi,
    Confesso que ficaria irritada com esse livro! Rsrs Acho que sou mt agitada p/tanta calmaria.
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  2. Gosto de livros bem light mas com algum suspense!

    https://vidagourmetblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu acho esse livro um pouco grande e imagino que essa narrativa calma ia acabar me cansando =/
    A história parece ser interessante, então pretendo ler, mas quando estiver em um momento mais zen hehe
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. o plot é legal, interessante, uma pena ser um pouco lento. mas eu acho que funciona para o que o livro propõe, uma história bonita de recomeço, amor e perdão de si mesmo. acho muito lindinha essa capa, passa uma tranquilidade rs. aparecendo oportunidade, leio com certeza.

    ResponderExcluir
  5. Olá Sofia,

    Esse livro esta na minha lista de espera de leitura, li muitas resenhas positivas e espero gostar também, ótima resenha...abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.