Cair Para Voar - Flávio Galindo

O tempo sempre foi um paradigma. Ele passa e pronto. Tomamos nossas decisões. Mas e se por um segundo sequer, ele pudesse voltar?
Foi com essa questão que Rodrigo se viu parado de frente ao abismo. A vida lhe proporcionara riquezas, mas sua maior ele perdera. Então o tempo lhe deu uma escolha. A escolha de fazer diferente.
O que você faria se pudesse reviver sua maior história de amor? O que você faria para mudar? Largaria todas as suas decisões passadas?
Conheça a estória de Rodrigo e Jéssica. Um amor que nem mesmo o tempo pode contra.
GALINDO, Flávio. Cair Para Voar. Sollo Editorial: 2013.


Quando o autor Flávio Galindo entrou em contato e propôs parceria com o Conjunto da Obra, eu não conhecia seu trabalho. Ainda assim, o tema de seus livros despertou a minha curiosidade e, dentre eles, Cair Para Voar se destacou. O livro me cativou, mesmo com suas poucas páginas, e me mostrou que a literatura nacional vem ganhado o espaço que realmente merece nesses últimos anos, já que temos livros muito bons por aqui.

Cair Para Voar tem um título interessante, que faz todo o sentido para a história. Apesar de ter menos de 90 páginas, é uma obra carregada de mensagens de peso, a respeito da vida e daquilo que damos valor em nosso dia a dia e, mesmo nessas poucas páginas, há emoção o bastante para que haja conexão com os personagens. A construção do texto também contribui para a leveza e a fluidez da leitura, que não leva muitas horas para ser concluída.

"Eu sempre quis voar, pena que minha única opção era cair."

O enredo do livro me lembrou bastante o do filme Antes que termine o dia. O ponto de partida dos dois é parecido, mas o desenvolvimento leva as histórias para caminhos diferentes. No caso do livro, o autor preferiu dar ênfase àquele momento vivido pelos personagens, não explorou os aspectos de suas vidas além do relacionamento amoroso, não se estendeu ao explanar o passado do casal. Mesmo assim, com foco no presente, a narrativa alcança o leitor e é fácil se flagrar com os olhos marejados no fim da leitura.

"A questão era simples. Eu tinha voltado no tempo. Não sabia como e nem porque,
mas eu estava ali, ao lado de minha esposa."

Acredito que a grande mensagem na obra seja o fato de que o futuro nada mais é do que o resultado de nossas escolhas, que é preciso lutar por aquilo que realmente se quer. Achei ótima a forma como o autor mostrou isso brincando com o elemento "destino". Mais importante ainda: o autor ilustrou com simplicidade a forma como o amor e a força de vontade podem modificar a realidade.

Cair Para Voar foi uma leitura singela, que trouxe reflexões profundas em uma leitura que poderia aparentar ser superficial, por ser tão leve e gostosa.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

6 comentários:

  1. amo ver os nossos autores ganhando seu espaço! pela resenha deu pra ver que o livro apesar das poucas páginas, passa uma mensagem bonita, a leitura flui bem e é um romance que emociona. amei esse quote Ju "Eu sempre quis voar, pena que minha única opção era cair." <3 uma pena que a capa parece uma propaganda mal feita, não gostei da capa, acho que poderia ter sido um pouquinho mais caprichada. mas com certeza vou procurar lê-lo =) bj!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Julia!

    Não conhecia o autor nem o livro. Realmente é algo ótimo ver autores nacionais ganhando seu espaço. Que bom que a leitura te agradou e que o autor soube, em poucas páginas, criar uma história interessante e reflexiva!

    Beijos,
    Amanda | Lendo & Comentando
    :)

    ResponderExcluir
  3. Oie Ju
    não conhecia o livro, mas histórias curtas assim, geralmente sempre me fisgam e emocionam.
    Gostei da sua resenha.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Ju =)

    Não conhecia o livro e nem o autor, mas acho uma delicia essas histórias curtas.
    Elas parecem que tem o poder de nos encantar com poucas páginas *-*

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  5. Bom dia Júlia,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui, não gostei da capa, mas sua resenha me deixou curioso, boa dica...abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Uhul, que resenha linda. Obrigado Julia. Beijão.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.