Diário de Um Adolescente Apaixonado - Rafael Moreira

Ele suou frio quando deu o primeiro beijo. Já sofreu bullying na escola. Já gostou de quem não gostava dele. Sente muita falta de quem foi embora. Já brigou com a namorada por Whatsapp e depois pediu desculpas. Ele não troca os amigos por ninguém. Se bem que amigo, AMIGO mesmo, pra ele, é a família.
Em 24 crônicas bem-humoradas (claro), o Rafa conversa com a gente como se estivesse bem pertinho. Acostumado a mostrar o rosto na internet, ele criou coragem e começou a escrever sobre as situações da sua infância, sua relação com a família, com as meninas, com os amigos. De cada história, ele tirava uma reflexão sobre as mudanças que já aconteceram na sua vida e o que ele aprendeu com elas.
O resultado está aqui, neste livro que você vai ler e depois abraçar bem apertado.
MOREIRA, Rafael. Diário de um Adolescente Apaixonado. Novo Conceito Editora, 2015. 128 p.

Tenho que confessar uma coisa: quando decidi que leria Diário de um Adolescente Apaixonado, o primeiro pensamento que me veio foi “O que esse garoto poderia ter de interessante a falar?”. Rafael Moreira tem 17 anos, apenas. Comecei a leitura com o pé atrás por esse motivo e, mesmo que não possa dizer que o livro é incrível ou que amei, também não foi nada ruim.

Na parte de trás do livro, na classificação que a Editora Novo Conceito tem colocado em seus últimos livros, Diário de um Adolescente Apaixonado foi inserido na categoria “Biografia”. Contudo, por mais que Rafael cite algumas passagens de sua vida, minha opinião pessoal é que a obra se inseriria mais no gênero “Autoajuda”. Não é, no entanto, um autoajuda comum. Cheio de humor e com base, principalmente, na sua experiência pessoal, Rafael faz um recorte de suas ideias e opiniões sobre as coisas mais rotineiras da vida de um adolescente: namoro, família, atitude, planos e tudo o mais.

“Não dê valor a um 'eu te amo' qualquer, dê valor às atitudes que demonstrem isso.
E, claro, não se esqueça do mais importante:
SE VOCÊ TEM PRINCÍPIOS, NÃO OS ABANDONE.” 

Para mim, que já passei de 25, Rafa não passa de um moleque – sem pedantismo. Ele tem a idade do meu irmão caçula, então, sim, é um moleque (quem tem irmão mais novo sabe). Mas fiquei impressionada com as ideias do garoto, que mostrou uma maturidade que eu não esperava. Ele ainda tem algumas visões ingênuas sobre certas coisas, até idealizadas, talvez, nada mais natural. Mas alguns posicionamentos foram bastante sensatos, equilibrados e, nesse ponto, Rafael derrubou qualquer barreira que eu poderia ter construído.


“[...] uma coisa tem que estar em sua cabeça o tempo todo: PARA VOCÊ QUERER CHEGAR EM ALGUM LUGAR, PRIMEIRO PRECISA SABER PRA ONDE VOCÊ QUER IR. O caminho pode ser longo, mas você precisa ter foco, principalmente para não cair nas tentações, nas armadilhas dos atalhos.”

A leitura mais parece uma conversa, já que é nesse tom que o livro está escrito. Boa parte das páginas tem artes e desenhos como a foto acima, o que deixa o livro ainda mais informal e divertido. Como é curtinho, a leitura pode ser feita em menos de uma tarde, que foi como aconteceu comigo. No fim, gostei de ler exatamente porque não esperava, e aqueles que estão na adolescência, ou que acompanham o canal do autor no Youtube, provavelmente irão adorar.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

4 comentários:

  1. Oi Ju
    A primeira vez que vi este livro fiquei interessada, mas não cheguei a pensar em lê-lo.
    Mas sua resenha meio que me deixou curiosa, gostaria de saber o que ele escreveu.
    Gostei de sua resenha e das fotos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. pois é Ju, sse livro tá fazendo um sucesso danado pra essa faixa etária o que não é mais meu caso, mas acho válido, um jovem falando para os seus, se faz entender bem melhor. o livro pareceu dinâmico, flui bem, legal. =)

    ResponderExcluir
  3. Oiee
    Eu adoro os vídeos do Rafa então sem dúvidas estou curiosa com esse livro.Também fiquei me perguntando o que de tão interessante ele tem pra contar já que é tão novinho assim.Mas pelo que você disse o livro é bem a cara dele mesmo,descontraído e divertido,e essas imagens deram um toque a mais.beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie Ju =)

    Confesso que não me animei em ler esse livro, mesmo com as resenhas positivas que venho lendo dele. Não sei, mas tenho a sensação que ele não é muito para a minha faixa etária rs... (Ane se sentindo velha).

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.