Eve & Adam - Michael Grant e Katherine Applegate

Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.
Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida!
Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.
GRANT, Michael. APPLEGATE, Katherine. Eve & Adam. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014. 272 p. 

Ok, preciso admitir: a primeira coisa que me chamou a atenção em Eve & Adam, livro escrito por Michael Grant e Katherine Applegate, foi a capa, com sua mistura de cores e união entre o início do mundo e algo futurista, pela ideia impressa na maçã; isso me deixou intrigada. E foi esse motivo “banal” que me fez começar a leitura.

Eve é filha de Terra Spiker, dona de um grande complexo de pesquisa genética. Em razão da grande dedicação da mãe ao trabalho, nunca faltou nada para Eve, exceto um relacionamento. Por isso mesmo, dificilmente Eve se intrometeria no local de trabalho da mãe, não fosse o grave acidente que quase decepou sua perna. É para a Spiker que Eve é encaminhada para tratamento, e sua recuperação inacreditavelmente rápida passa a levantar questionamentos a respeito do que é realmente feito por trás das portas dos laboratórios Spiker... e a resposta é surpreendente. 

“- Logo teremos a habilidade de planejar e criar o novo ser humano. Ainda será a evolução, mas evolução guiada.”

Eve & Adam é um livro dividido em capítulos curtos que intercalam os pontos de vista de Eve e Solo, ambos narrados em primeira pessoa. O fato de que é possível acompanhar os pensamentos dos dois personagens não significa dizer que todas as suas características e suas histórias são apresentadas já no início do livro. A dinâmica é outra, pois apenas a ponta do novelo a respeito de Eve e Solo são demonstradas logo no início e, aos poucos, um contexto maior que eles mesmos se revela, segredos que se desenrolam em paralelo à vida dos dois há muito tempo. Além disso, em certo momento do livro, outro personagem também aparece como narrador e, mesmo que houvesse a desconfiança de que algo assim poderia acontecer, foi uma surpresa.

Todos esses mistérios, e as consequências de cada um deles ser desvendado, dão velocidade ao texto, com cenas de ação, fugas e muitos perigos, que tormam o enredo ainda mais dinâmico e fluido.

No entanto, apesar de o livro ser envolvente e bem difícil de largar, Eve & Adam tem algumas falhas que o deixam longe de ser um livro perfeito. A primeira delas é que o livro trata de um assunto polêmico que traz discussões importantes, mas o faz de maneira por demasiado superficial. Os autores optaram por focar na aventura juvenil, com boa dose de humor – especialmente nas cenas de Aislin e Terra -, e deixaram de abordar sobriamente os temas que levantaram.

“Por outro lado, Aislin, pelo menos, tem um relacionamento.
Ah, que comentário infeliz do meu próprio cérebro. Estou discutindo comigo mesma conforme passamos pelas árvores, procurando a casa de Aislin.
Sim, ela tem um relacionamento. Um relacionamento ruim é melhor que nenhum relacionamento?”

Outro ponto a ser citado é que, nas últimas páginas, no auge de toda a confusão, quando parecia que o livro ficaria completamente em aberto para uma sequência, os autores resolveram tudo com uma rapidez surpreendente. A história foi finalizada, ficou “redondinha”, fofa até, mas, depois de tantos acontecimentos, merecia-se um final mais elaborado, menos fácil. O livro tem uma sequência, mas não sei se precisaria ter.

Ainda assim, Eve & Adam é um livro interessante, no qual não há enrolação, em virtude de suas poucas páginas, e que aborda um tema bastante original. Apesar das falhas citadas, é uma história com potencial e que pode ser melhorada na continuação.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

5 comentários:

  1. Oi Ju
    Gostei muito da sua resenha, mas te confesso que este livro não me desperta muita vontade de ler. A capa eu acho bem legal, chamativa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oie Ju =)

    Eu até tentei me animar para ler esse livro, mas infelizmente ele não conseguiu despertar a minha atenção. Assim como você fiquei bastante intrigada com a capa e a sinopse, mas após ler algumas resenhas fiquei com a sensação que a história era mais do mesmo e acabei desistindo.

    Fico feliz que apesar dos pesares você conseguiu curtir a leitura.

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary




    ResponderExcluir
  3. Olá Julia,

    Esse livro está na minha lista de espera de leituras, tenho bastante curiosidade em relação a ele, vamos ver se vou gostar também...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Estou bastante interessada em ler esse livro, ele já está na lista de leitura faz tempo e essa resenha me deixou ainda mais animada em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  5. é um livro interessante sem dúvida, essa coisa futurística apesar de não ser muito fã de livros assim um tanto distópicos. achei legal essa troca de narradores, é uma forma do leitor acompanhar pontos de vistas diferentes, acho que até aproxima mais o leitor dos personagens e da história. os personagens me parecem carismáticos, mas os autores pecaram em não deixar um gancho legal para uma continuação. =/ aí se fica com a sensação de que continuar é desnecessário. a capa é ótima, super caprichada! se aparecer a oportunidade eu leio sim com certeza =)

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.