Mariposa - Patrícia Baikal

Créditos da imagem: Gio Books
Sinopse: Um jogo de poder, política e corrupção se cruza com uma história de amor. Um jovem senador, Nicolas, se vê rodeado de grandes mistérios a partir do momento em que uma estranha mulher invade sua casa e lhe dá pistas para incriminar seu rival político.
Enquanto se envolve de uma forma apaixonante com esta mulher, de codinome Mariposa, Nicolas tenta desvendar os segredos de uma organização invisível aos olhos da sociedade, mas com grande poder de influência na política do país. (Skoob)
BAIKAL, Patrícia. Mariposa: Asas que mudaram a direção do vento. Brasília: Kiron, 2014. 293 p.


Diferente de muitas das pessoas que conheço, eu gosto de política. Não sou especialista e posso ter algumas ideias equivocadas, mas tenho alguma noção e sei o quanto nossa vida é influenciada por ela. Por isso discuto, debato, troco ideias, e adoraria saber que todos fazem isso - sem a intolerância que tanto permeia os debates hoje em dia.

Por isso, quando Patrícia Baikal perguntou se eu gostaria de ler Mariposa, topei na hora. Tinha pouco conhecimento acerca do enredo do livro, mas ao saber que tratava de política, minha curiosidade falou mais alto e quis conhecer como a autora a incluiria em seu romance.

Mariposa se passa em 2020, um futuro bem próximo, em que muito pouco mudou em relação ao contexto político atual no Brasil. Nicolas, Senador da República, sempre enfrentou inimigos políticos e sérias ameaças pelo fato de tentar fazer a coisa certa e tentar evitar que aqueles que se privilegiam do cargo que ocupam busquem se beneficiar às custas do povo. De uma hora para outra, ele passa a contar com o auxílio de Mariposa - a mulher de quem ele não conhece o rosto e o nome, e que por isso mesmo também provoca sua desconfiança. Ao mesmo tempo, porém, surge uma atração por ela, da qual ele não consegue fugir, que complica ainda mais a situação.

A narração do livro é feita em primeira pessoa por Nicolas, portanto todos os mistérios que o afligem em relação a Mariposa também atormentam o leitor. Sabe-se pouco a respeito da personagem, nada além do que o Nicolas presencia, então é difícil dizer, de início, quais os interesses dela.

"Ela poderia ser humana ou uma assombração com habilidades para controlar efeitos da natureza. Ou ambas. Se Mariposa fizera uma nuvem de insetos se deslocar, o que não seria capaz de fazer comigo? Não há mariposas que são chamadas de bruxas? Pois de bruxa ela parecia ter todas as qualidades, a começar pela capacidade de dominar meus pensamentos e entrar nos meus sonhos."

A escrita de Patrícia Baikal é fluida e, em razão disso, não é difícil mergulhar e se deixar levar pelos acontecimentos e pelos mistérios do livro. As palavras usadas são simples e cotidianas; não há prolixia ou laconismo, o texto é comedido, estudado, gostoso de ler. A questão política tratada na história, que não é mais do que uma crítica racional sobre a situação atual do país, é trazida sobriamente, de forma bastante clara para que todos possam compreender, mesmo aqueles que pouco saibam a respeito do assunto.

Um aspecto que me chamou bastante a atenção enquanto lia o livro foi o cuidado com a autora teve ao tratar das competências de cada órgão, isto é, quem é responsável por investigar o que, quais processos tramitam no Congresso, quais vão para o Supremo Tribunal Federal, entre outros. Sou perfeccionista na vida e, como estudante de Direito, entendo como funcionam esses processos. Por isso, em muitas obras, sinto-me um pouco frustrada quando um autor coloca o que lhe vem à mente, sem saber ao certo de quem é a responsabilidade na realidade (eu sei que existe liberdade criativa e tudo mais, mas isso não evita minha frustração, ok?). No livro de Patrícia Baikal esses pequenos detalhes foram observados. Claro que isso me chamou a atenção e então, na aba do livro, descobri que a autora é formada em Direito também.

Para aqueles que não são tão interessados por política, o livro não se resume a apenas isso. Existe também no enredo um romance entre Nicolas e Mariposa, mas, particularmente, essa não foi a característica que mais me agradou na narrativa. Não sei se foi o fato de não conseguir imaginar o rosto da personagem - em razão de Nicolas não o ver -, mas Mariposa me parecia mais um ser nebuloso, uma sombra, do que uma mulher de carne e osso. Talvez tanto mistério tenha me levado a formar essa imagem mental, o que interferiu no meu envolvimento em relação aos sentimentos dos personagens. Tanto que, nas cenas com Gloria, por exemplo, eu torcia para que algo acontecesse e os via como mais críveis juntos.

Gostei muito da leitura de Mariposa e me impressionei com o talento de Patrícia Baikal em escrever uma obra tão completa e simples ao mesmo tempo, tão crítica e romântica, e gostei bastante de notar um toque idealista da autora por trás de cada palavra.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

24 comentários:

  1. Oi Ju
    Apesar de não ser o tipo de livro que eu leria, sua resenha me deixou bem curiosa pela trama. Eu ainda não conhecia este livro e parece ser uma ótima leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oie Ju =)

    Eu gosto de politica e acredito que o país está no pé que está, por que as pessoas se informam. Votam no partido e tratam eleição como final de campeonato.

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas a sua resenha me deixou bem curiosa.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  3. Olá, amo a capa deste livro. Achei super impactante. É minha próxima leitura. E fico muito feliz que você tenha gostado, só aumentou minhas expectativas sobre o livro.

    beijos

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. a autora foi bem segura em equilibrar bem o livro, tendo como ponto a política, que é um tema bem recorrente de um modo ruim no nosso país. e que legal, ela teve todo capricho em pesquisar sobre o funcionamento das coisas, é uma atenção com o leitor. a capa é um tanto estranha mas tem a ver com o título e até um pouco misteriosa. não seria um livro que eu leria de imediato, mas o achei bem interessante e com certeza eu o leria um dia =)

    ResponderExcluir
  5. Somente pela resenha meu deu uma vontade de ler adorei!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá Julia,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, não conhecia a autora também, gostei demais da sinopse e sua resenha me deixou bastante curioso, gostaria de ler a obra, só não gostei da capa, dica mais do anotada....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá...

    Gosto muito de política, gosto de debater, de ler sobre...e acho que estamos carentes desse tipo de literatura, espero que eu consiga ganhar pois me interessei pelo livro.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, depois de ler a resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  9. Eu não gosto de política mais a resenha deste livro me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  10. Eu não gosto de política mais a resenha deste livro me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  11. Eu não gosto de política mais a resenha deste livro me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  12. Eu não gosto de política mais a resenha deste livro me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, parece ser bem interessante

    ResponderExcluir
  14. Me parece um livro bem interessante e um jeito inteligente de fazer romance. Gosto de temas futuristas e ver até onde vai a imaginação do autor. Valeu!

    ResponderExcluir
  15. Deixou um gostinho de quero mais, fiquei curiosa para ler o livro apesar de não ser o meu tipo de leitura.

    ResponderExcluir
  16. A história é diferente de tudo que já li até o momento. Gostei de conhecer a trama. Parece ser bem elaborada e intensa. Vou ver se consigo ler. Adorei a capa.
    Beijos.
    Elizabeth Machado Salles

    ResponderExcluir
  17. Li a sinopse. Fiquei bastante curiosa.
    Adoro livros neste estilo. estou anciosa....

    ResponderExcluir
  18. Oi, adorei a resenha. A capa deste livro chama muito a atenção, logo fiquei curiosa para saber mais sobre a estória. Também me interesso por assuntos políticos, muito bom saber que este é o assunto principal e que a autora teve o cuidado de pesquisar bem. Concordo que é liberdade do autor escrever o que quiser, mas livros que trazem assuntos verdadeiros, ainda mais assuntos presentes no nosso cotidiano, ajudam-nos muito a aprender mais. :)
    Daniela Silva

    ResponderExcluir
  19. Sempre via esse livro e não sabia exatamente do que tratava, através da resenha pude conhecer um pouco mais e ficar interessado.
    Realmente a política é um assunto muito importante na nossa vida, só que anda sendo discutida com radicalismo, virando uma guerra entre pessoas com opiniões diferentes, ninguém respeita a opinião alheia, a autora conseguiu trazer um assunto que anda sendo discutido diariamente nos jornais e com uma certeza leveza e um toque de mistério.
    Narrado em primeira pessoa é muito mais fácil nos identificarmos com o personagem, agora quero saber mais sobre a Mariposa e o que os dois realizam juntos.

    ResponderExcluir
  20. Parece ser muito bom, espero ganhar um em breve... rsrsr *-----*

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.