Conjuntando #48: Quando o vento trouxe Graciela Mayrink



Cheguei à livraria ansiosa. Havia combinado de encontrar minha mãe dali a poucos minutos, mas ela ainda não chegara ao shopping. Não sabia onde esperar por ela, então decidi vasculhar uns livros nas prateleiras dentro da livraria. Mal sabia que o primeiro passo porta adentro já me deixaria em frente a Graciela Mayrink, a autora que fui conhecer.

Faltavam alguns minutos para a hora oficial do evento. Por isso, não esperava vê-la tão cedo, no meio dos livros, tão bem colocada ali em um lugar que parecia dela. Ai Meu Deus, o que eu deveria fazer? Aproveitei que ela conversava com outras pessoas para tomar coragem, de longe. Olhei algumas capas, pensei no que falar, senti o calor bater no corpo e o frio chegar às mãos. É, acho que eu fiquei nervosa. Respirei. E fui.

"Graciela?"
"Sim?"
"Eu sou a Julia, escrevo no blog Conjunto da Obra, e fiquei muito feliz quando soube que você viria para cá. Já li seus dois livros anteriores, mas ainda não conheço esse novo. Vim para te prestigiar."

Pelo menos é assim a minha lembrança do primeiro contato. Não me surpreenderia se alguém me dissesse, naquele momento, que não era possível entender nada do que eu falei, porque eu me sentia em duas dimensões distintas, a física e a psicológica. Ser tímida tem dessas coisas: sou psicologicamente controlada, eu sei disfarçar bem, mas meu corpo toma as rédeas de vez em quando, sem que eu o autorize. Posso jurar que eu estava com as bochechas vermelhas.

Mas Graciela me respondeu. Acho que entendeu o que eu disse. Contou, com aquela voz rouca e poderosa, como construiu a história de Quando o vento sumiu e as semelhanças e diferenças em relação aos seus outros livros. Percebi que ela é tímida também e que, ainda que esteja na posição que está, não parece muito acostumada com o reconhecimento. Pode ser só impressão também, não sei. Foi extremamente delicada e querida. Abracei-a.

Foram dois ou três minutos de conversa, então chegaram outros leitores para falar com ela e eu dei espaço. Comprei um exemplar do livro e fui procurar minha mãe, que ainda não havia aparecido.

Voltamos nós duas para a livraria. Nesse momento, Graciela estava devidamente posicionada, naquele espaço reservado para os livros dela.


Achei que haveria bate-papo, alguma apresentação, essas coisas que geralmente acontecem nos eventos literários. Não teve. Era um evento autor-leitor, cara a cara, pedido de autógrafo e foto, conversa sem intermediador. Para ser sincera, preferi assim. Eu senti que Graciela estava ali, de verdade, comigo. Não com os leitores em geral e indeterminados, mas comigo.


Fui uma das primeiras da fila. Pedi meu autógrafo, tiramos fotos. Dessa vez já não havia timidez. Disse para ela tudo o que eu queria dizer: o quanto ela, como autora, era importante para mim e para todos os leitores; pedi para que continue a escrever histórias, independente do que elas contem; incentivei, agradeci, deixei todas as palavras fluírem. Foi a vez de ela me abraçar.


É tão difícil um autor vir para cá que, quando acontece, eu mobilizo quem eu posso para ir ao evento. Nenhum dos que eu conheci até agora, porém, tinha sido tão acessível quanto ela, tão querido, tão próximo. Graciela ganhou ainda mais a minha admiração, agora não mais só por seus escritos, mas por sua postura como pessoa.

Que bom que o vento trouxe Graciela para Florianópolis. Deixou-me um novo livro autografado e mais uma boa história para contar.


http://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2015/10/top-comentarista-outubro.html





Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

11 comentários:

  1. Olá, Julia.
    Adoro esse contato autor-leitor. É sempre maravilhoso, não é mesmo?
    Bom saber que, além de ótima escritora, também é uma pessoa acessível.
    Pretendo ler a obra dela.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju!

    Aff, que fofa você! Sempre quis conhecer algum autor cara-a-cara, mas nunca tive essa oportunidade. Se você acha difícil autores irem à Floripa, imagina aqui em Diamantina que nem livraria tem direito, bem triste. Mas enfim, que bom mesmo que você teve essa oportunidade. Pensei até que finalmente conheceria a sua carinha, mas só tive uma visão de um cabelo - muito bonito, por sinal. HAUEHAUEH

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, obrigada <3
      rsrs, eu sou tímida, e minha futura profissão ainda não me deixou decidir se apareço ou não. Acho que um dia mostro minha cara por aqui ;)

      Excluir
  3. Oii
    Deve ter sido um momento inesquecível pra você! É tão bom quando temos a oportunidade de conhecer a pessoa por trás da história... e melhor ainda quando ela supera nossas expectativas!!
    Como autora, ela também deve ter ficado muito feliz pelo reconhecimento!

    ResponderExcluir
  4. OI Ju
    Meninaaaaaaaaaaaaa também quero "conhecer" você, deixa a vergonha de lado, vim correndo ver o post com a esperança de ver vc ao lado da autora. :D
    Ainda não li nada dela, mas sou curiosa!!
    Vendo o que vc escreveu lembrei ano passado quando o Mauricio Gomyde veio aqui em POA, ele passou por mim no evento e eu fiquei mega envergonhada, minha amiga teve que me arrastar para falar com ele de tanta vergonha que fiquei e no final do evento tomei coragem e fui falar com ele, e ele foi um fofo, além de autografar meu livro, me deu de presente o único livro dele que eu ainda não tinha que era o Mundo de vidro. Esses momentos co os autores são mágicos né?

    bjs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Julia!
    Que demais poder conhecer a Graciela pessoalmente!
    Eu sou mega tímida, entendo totalmente a sua ansiedade. Só de pensar nesse tipo de encontro minhas mãos já começam a suar! :/

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju! Que legal deve ser conhecer assim cara a cara um autor que a gente gosta né, também já li dois livros da Graciela Mayrink e gostei muito e novo já foi pra lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ju,

    Eu adorei te conhecer! Também sou muito tímida, ainda mais no início dos eventos rsrs depois me solto um pouco. Mas espero ser menos tímida da próxima vez que nos encontrarmos.

    Eu me lembro de tudo o que você me falou, fiquei muito emocionada com suas palavras sobre meus livros. Obrigada pelo carinho e pela presença!

    Beijinhos

    Graciela Mayrink

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Graci, que bom te ver por aqui <3 Obrigada, fico feliz :)

      Excluir
  8. Oi, Ju!
    Sempre prestei atenção quando entrava no seu blog, achava fofo, bonito e com conteúdo inteligente, mas também achava curioso não ter a foto do perfil na sidebar ao lado. Agora com o comentário da Ana sei o motivo. A foto lá em cima que você tirou de costas explica algumas coisas. Nossa, que fofa! Não sabia que era tímida assim.
    Que texto lindo e bem construído o seu. Não conheço a autora pessoalmente, moro bem longe, mas já vi alguns livros dela, nunca tive oportunidade de lê-los apesar de eu querer muito pelo simples fato de ser nacional. Gosto de gostar da literatura brasileira.
    Eu queria ler esse livro há algum tempo também! Acho a capa muito fofa. *-*
    Gostei bastante do post.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  9. Mais uma Autora nacional que conheço esse ano, e que me surpreende com a leitura, li o livro dela "O Namorada da Minha Amiga, e gostei muito, não tinha visto esse novo livro , e já quero com urgência, como eu quero o autografo dela, quem sabe um dia eu também tenha esse privilegio!!
    Bjocas

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.