O Segredo de Jasper Jones - Craig Silvey

Créditos da imagem: Blog De Cara Nas Letras
Numa noite, durante o intenso verão de 1965, Charlie Bucktin é acordado pela visita de Jasper Jones, o pária da pequena cidade de Corrigan, na Austrália. Seduzido pela rebeldia de Jasper, Charlie o acompanha e acaba descobrindo um crime. O segredo, compartilhado entre dois garotos tão diferentes, desperta em Charlie um turbilhão de dúvidas a respeito dos conceitos de verdade e mentira. Neste romance de crescimento, o menino franzino de 13 anos, leitor voraz, reflete sobre os acontecimentos por meio de referências a clássicos do gênero.

SILVEY, Craig. O Segredo de Jasper Jones. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2012. 288 p.

Confesso: só comprei este livro por causa da capa (que é um pêssego, e não uma maçã, se alguém ainda estiver em dúvida, e representa em suma a essência da história). E é claro que o título é bem instigante, né? Quem não gosta de descobrir os segredos das pessoas? Junte esses dois quesitos e um preço super em conta. Não podia dar em outra, não é? É claro que resolvi trazer esse livro para casa.

Os verões em Corrigan são muito intensos. Em uma dessas noites excepcionalmente quentes de 1965, Charlie Bucktin é surpreendido por Jasper Jones batendo em sua janela. É claro que Charlie fica extremamente assustado com a presença do garoto em seu quintal, já que todos na cidade acreditam que Jasper é uma má influência (tudo o que acontece na pacata cidade é culpa do menino). Após Jasper ter implorado por sua ajuda, Charlie resolve o seguir para qualquer lugar que seja, mesmo nunca tendo trocado uma palavra com ele, mesmo sabendo que ele não é nem um pouco confiável. 

Jasper Jones guia Charlie até uma clareira no meio do nada, um lugar secreto onde passa boa parte do tempo fumando, bebendo e tentando esquecer que existe um mundo lá fora. Charlie, um garotinho de apenas 13 anos que é viciado em literatura, não fazia ideia de que a cena aterrorizante que acabara de presenciar mudaria a sua vida e o jeito de visualizar o mundo a sua volta drasticamente.

— [...] É um pouco como ter medo do escuro. Geralmente, 
não é do escuro que as pessoas têm medo, mas de não saberem o 
que há nele. E porque não conseguem enxergar, porque não têm certeza, 
começam a imaginar que há ali coisas mais sinistras do que normalmente haveria.

É muito difícil falar sobre esse livro sem soltar algum spoiler, já que o livro gira basicamente em torno da vida do Charlie após a cena misteriosa vista por ele e o segredo que começou a compartilhar com Jasper. A história é narrada em primeira pessoa e a através da visão de Charlie e conta o dia-a-dia do garoto a partir daquele dia. Achei a narrativa um pouco cansativa em algumas partes, que poderiam ser cortadas do livro que não fariam falta alguma, mas o mistério e os próprios personagens sustentam completamente a história até o final. 

É completamente difícil de acreditar que os personagens desse livro são tão novos, já que passam por tantas coisas. A família de Charlie é um tanto desestruturada; o seu melhor amigo Jeffrey passa por maus bocados por sua família ser estrangeira e por isso sofrem muito preconceito; Eliza Wishart, namorada de Charlie que possui os sentimentos e a vida tão conturbados quanto os de um adulto; e Jasper, que é órfão de mãe e possui um pai que liga mais para a bebida do que para ele... No fim, são apenas crianças, por mais precoces que sejam. 

Apesar dos capítulos grandes e com poucas pausas, Craig Silvey consegue prender o leitor com sua trama instigante. Até umas 70 páginas antes da finalização, o livro seria mais um três estrelas, mas houve uma reviravolta tão espetacular que eu não podia dar menos que quatro estrelas para ele. O final, apesar de não se tão surpreendente, não deixa nem um pouco a desejar e todas as perguntas feitas no decorrer da leitura são devidamente respondidas. O Segredo de Jasper Jones é um livro carregado de mistério, mas fala também sobre o poder da amizade.

http://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2015/10/top-comentarista-outubro.html




Ana Clara
Ana Clara

Amante de livros sonha em ter uma biblioteca gigantesca em casa. Lê qualquer coisa que colocarem na frente, desde biografias a rótulos de shampoo. Detesta cachorros e, para ela, os gatos são as criaturas mais fantásticas do mundo. Quando o assunto é música, não cansa de mostrar seu amor pelos Beatles, além de ser fã de fé dos Engenheiros do Hawaii. Também é apaixonada por MPD e louca por O Teatro Mágico do último fio de cabelo até a planta dos pés. Se quiserem saber mais, acompanhem também o blog Roendo Livros.

9 comentários:

  1. Não chamou muito minha atenção.
    Acho que ficaria muito ansiosa com a leitura e tal.
    Mas fico feliz que você gostou.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. também ja fiz muito disso comprar um livro pela capa rs, as vezes me decepciono as vezes me surpreendo positivamente , que bom que você por fim acabou gostando da leitura , confesso que não me causou muita curiosidade, então também compraria ele pela capa mais agora sabendo mais não colocaria em minha lista de desejo rsrs... bjocas

    ResponderExcluir
  3. Livros de mistério são os meus preferidos desde que eu me entendo por gente. Com certeza ficaria curiosa para desvendar esse tal segredo!

    ResponderExcluir
  4. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse e pela capa que achei bem legal, agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima, curto muito um mistério.

    ResponderExcluir
  5. Auuunw, eu gostei da sua resenha.Despertou o meu interesse pela história :)


    Parabéns pelo blog fofo, ehehehehe.

    beeijão ^^
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana,
    Sempre vejo elogios a esse livro, mas por algum motivo a sinopse nao me empolga.
    Fiquei curioso para saber qual foi a reviravolta que aconteceu no final e que te fez dar uma nota maior para o livro.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oie Ana
    esse livro é muito instigante. E a reviravolta do final me deixou totalmente desarmada. Não esperava por aquilo.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana!
    Eu quero muito ler esse livro. Gosto muito de histórias assim.
    E não importam o que digam, sempre vou achar que é um pêssego na capa hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. A capa do livro diz mt pra mim, é a capa que me chama atenção pra ler a sinopse. Adorei a resenha. Parece ser um livro bom!

    www.blogheynanny.com

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.