Semana Especial #2: Quotes - Toda Luz que Não Podemos Ver

A Editora Intrínseca convidou os blogs parceiros para participar de uma Semana Especial sobre o livro Toda luz que não podemos ver, de Anthony Doerr. Eu ainda não tinha lido o livro, mas tirei ele da estante e fiquei apaixonada, então é claro que não poderia ficar de fora, não é? Em razão disso, do dia 28 ao dia 31 de outubro, todas as postagens do blog serão relacionadas ao livro. Ótima oportunidade para vocês conhecerem um pouquinho mais e se apaixonarem também.

Hoje é dia de quotes! E vocês não têm ideia do quanto foi difícil selecionar apenas alguns trechos favoritos para mostrar para vocês, pois o meu livro ficou todinho marcado. As frases do autor são cheias de sentido, têm certa poesia, são, em geral, lindas.

"- Dói?
- Você fecha os olhos quando dorme?
- Sabe que horas são?
Não dói, ela explica. E não existe escuridão, não do jeito que as outras crianças imaginam. Tudo é composto de teias, tramas, turbulências de sons e texturas. Ela caminha em círculo em torno da Grande Galeria, navegando pelo rangido das tábuas; ouve pés marchando para cima e para baixo nas escadas do museu, o grito estridente de um bebê, o gemido cansado de uma avó se prostrando sobre um banco.
Cor - outra coisa que as pessoas não sabem. Em sua imaginação, em seus sonhos, tudo tem cor. Os prédios do museu são cor de bege, castanha, marrom. Seus cientistas são lilás, amarelo limão e castanho avermelhado. Acordes de piano se distendem de dentro do rádio portátil na guarita, projetando azuis complexos e pretos suntuosos pelo corredor em direção ao depósito de chaves. Os sinos da igreja desenham arcos de bronze pelas janelas. As abelhas são prateadas; os pombos são castanho-avermelhado e de vez em quando dourados.Os imensos ciprestes pelos quais ela e o pai passam nas caminhadas da manhã são caleidoscópios cintilando um azul prismático." (p. 51-52)

"[...] Eles escutam um programa sobre criaturas do mar, outro sobre o Polo Norte. Jutta gosta de um sobre ímãs. O preferido de Werner é sobre a luz: eclipses e relógios de sol, auroras e comprimento de ondas. 'Como chamamos a luz visível? Chamamos de cor. Mas o espectro eletromagnético corre ao zero em uma direção e ao infinito na outra, então, na verdade, crianças, matematicamente, toda luz é invisível.'" (p. 60)

"O mundo agora era cinza. Rostos cinza, uma quietude cinza e um pavor cinza suspenso na fila da padaria, e a única cor no mundo se acende brevemente quando Etienne sobe a escada para o sótão, a fim de enviar mais uma das mensagens de madame Ruelle, a fim de tocar uma música. Aquele pequenino sótão explodindo com magenta e azul-turquesa e dourado durante cinco minutos, e então o rádio é desligado, e o cinza volta a se instalar rapidamente, e o tio de Marie desce a escada com passos pesados." (p. 355)

"[...] O tempo é algo escorregadio: segure-o com firmeza, ou seu encadeamento pode escoar de suas mãos para sempre." (p. 378)

"Abram os olhos e vejam o máximo que puderem antes que eles se fechem para sempre."


http://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2015/10/top-comentarista-outubro.html













Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

13 comentários:

  1. Oi Ju
    Este livro tem um tema ótimo, e seus quotes só me deixaram mais curiosa para ler. Adorei.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju,
    Quero ler esse livro e gostei de conhecer um pouco, pelos quotes.
    Já deu pra conhecer um pouco do autor...espero gostar.

    tenha uma ótima quinta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju! Amei os cotes que você escolheu, estou doida pra ler esse livro, parece uma história mega emocionante!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    To amado esse especial sobre ele que vai ser minha próxima leitura, ver um pouquinho sobre o livro está me animando mais ainda!
    Bjocas

    ResponderExcluir
  5. Só pelos quotes imagino uma história bem tocante!

    ResponderExcluir
  6. Adorei os trechos, quero mt esse livro.

    www.blogheynanny.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei esses quotes! Bem significativos :) Livro maravilhoso deve ser esse viu!

    Www.cidadedosleitores.blogspot.com (TÁ ROLANDO SORTEIO)

    ResponderExcluir
  8. Hello!
    Adoro os quotes que os blogs selecionam para mostrar um pouco mais dos livros.
    Acho que nos deixam como aperitivos para querer ler logo o livro.
    O mais lindo que achei: "Abram os olhos e vejam o máximo que puderem antes que eles se fechem para sempre."
    Beijos

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Julia!
    Quantos mais quotes marcamos durante a leitura, mostra o quanto o livro foi importante para nós.

    Gostei muito, deveria ter colocado uns outros.

    “Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.”(Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, adorei os quotes e me interessei mais ainda pelo livro. Quero muito conhecer a história de Marie-Laure e saber como foi sua vida durante a invasão nazista.

    Fiquei bem impressionada com o último quote: "Abram os olhos e vejam o máximo que puderem antes que eles se fechem para sempre.". Remete a viver cada dia como se fosse o último e isso me faz pensar bastante na correria que a vida tem sido.

    Adorei seu post... Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. São realmente quotes maravilhosos, como voce disse, cheios de sentido! Com certeza um livro maravilhoso e envolvente!

    ResponderExcluir
  12. Amei os quotes, principalmente esses dois:


    "[...] O tempo é algo escorregadio: segure-o com firmeza, ou seu encadeamento pode escoar de suas mãos para sempre." (p. 378)

    "Abram os olhos e vejam o máximo que puderem antes que eles se fechem para sempre."

    Eles falam muito sobre muitas coisas... realmente é algo a se pensar.

    Esse primeiro é bem interessante, eu às vezes fico me perguntando como pessoas cegas "veem" as coisas, sonham e tal... somos privilegiados "simplesmente" por ter nossos sentidos.

    Beijos

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.