Branca dos Mortos e os Sete Zumbis - Fábio Yabu

Créditos da foto: Altamente Ácido
"Você acredita em contos de fadas?" Pergunta Eduardo Spohr no prefácio. E continua, "Alguma coisa me diz que até o final deste livro você passará a acreditar". Para que o feitiço Yabu dê certo, é necessário que esqueça tudo o que você sabe sobre contos de fadas. Branca de Neve não é apenas uma jovem ingênua, mas também uma implacável caçadora de zumbis. Cinderela guarda um terrível segredo, que selará seu destino para sempre. Rapunzel está longe de ser uma reles menina isolada numa torre. E a morte da Pequena Vendedora de Fósforos revela uma tradição macabra de morte e psicopatia que vai muito além de uma inocente história infantil. Em Branca dos Mortos e os sete zumbis, Fábio Yabu resgata a tradição clássica dos contos de fadas dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen, onde as histórias, mais que um simples entretenimento, servem como lições para moldar o caráter das crianças, na maior parte das vezes por meio do medo. Aqui, não há meias-palavras nem eufemismos. O mundo encantado de Yabu é atormentado, sombrio e com altas doses de tensão sexual. Branca dos Mortos e os sete zumbis foi lançado pela primeira vez sob o pseudônimo Abu Fobiya numa edição limitada com venda apenas pela Internet pelo selo NerdBooks, responsável pelo lançamento de autores como Eduardo Spohr e seu best-seller A batalha do apocalipse, e logo se tornou uma obra cult entre os fãs de literatura de terror. Agora, a Globo Livros revela os sortilégios contidos nesta coletânea para o grande público e o brinda com um conto inédito. Um livro para ler com as luzes acesas. Bons sonhos.
YABU, Fábio. Branca dos Mortos e os Sete Zumbis. São Paulo: Globo Livros, 2013. 200 p.

Para ser sincera, não sou fã de livros de terror. O motivo óbvio é o medo que eu sinto quando leio coisas do gênero. E quando eu digo medo, quero descrever aquele frio na barriga, suor frio e mil pesadelos que tenho em uma só noite (já podem me chamar de maria-mole). Acontece que apesar de tudo, resolvi pegar esse para ler e, por Deus, não me arrependo.

Por incrível que pareça, eu não fiquei com medo. O que senti, na verdade, foi certa repulsa e, muitas vezes, indignação. Mas não entenda isso como uma coisa ruim: a meu ver, essa é a intenção do autor. O livro reúne 11 contos que já conhecemos, mas de uma forma espantosamente macabra. Fábio Yabu muda a direção de todos os contos para uma coisa mais sangrenta e assustadora. E o mais interessante do livro é que o autor foge do tradicional feliz para sempre com muita originalidade, o que me surpreendeu bastante.

"A verdade é que, tivesse tido a oportunidade, e se
 esta fosse uma história feliz, Cindehella poderia ter seguido os
 passos do pai, ou se aventurado no desconhecido campo
 da alquimia, e assim contribuído para o avanço da ciência. 
Mas esta não é uma história feliz."

O mais legal da obra é que os contos conversam entre si. Um personagem ou estória de um é citado em outro. Sempre tem algum detalhe que dá a entender que todos eles estão ligados por um fio, tornando-os um. Apesar de ter gostado de todos os contos e o mais marcante ser Branca dos Mortos e os 7 Zumbis, os que mais me cativaram foram Cindehella e o Sapatinho Infernal, Samarapunzel e O Fim De Quase Todas as Coisas. Yabu usa e abusa da sua criatividade ao tornar estórias infantis em uma trama para recomendada para adultos, sem tirar a ideia principal dos contos de fadas que, aqui, se tornam contos de bruxas.

Não posso deixar passar em branco a arte de capa, que é maravilhosa, e as ilustrações do Michel Borges, que mostram com sutileza o que está por vir em cada conto. Branca dos Mortos e os 7 Zumbis é um livro divertido, de leitura bem rápida, fácil e contagiante, que faz você querer trocar as versões originais por essa maravilha criada por Fábio Yabu, que em sua primeira edição publicou sob o pseudônimo de Abu Fobiya.
Ana Clara
Ana Clara

Amante de livros sonha em ter uma biblioteca gigantesca em casa. Lê qualquer coisa que colocarem na frente, desde biografias a rótulos de shampoo. Detesta cachorros e, para ela, os gatos são as criaturas mais fantásticas do mundo. Quando o assunto é música, não cansa de mostrar seu amor pelos Beatles, além de ser fã de fé dos Engenheiros do Hawaii. Também é apaixonada por MPD e louca por O Teatro Mágico do último fio de cabelo até a planta dos pés. Se quiserem saber mais, acompanhem também o blog Roendo Livros.

12 comentários:

  1. Estou doida pra ler esse livro, curto muito versões sinistras dos contos de fadas, parece ser bem divertido e essa resenha me deixou ainda mais interessada em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me conquistou, com certeza, por seu título e por sua capa, mas a história foi ainda mais chamativa e cativante. Eu estou louco para conhecer um pouco mais do terror e este livro parece ser uma boia iniciativa no gênero. Gosto muito de recontos dos contos de fadas, quero muito!

    ResponderExcluir
  3. Gente, eu não conhecia essa coletânea e agora estou sonhando com ela na minha estante.
    Realmente sentimos repulsa quando nossos contos de fadas viram de terror. O engraçado é que a base deles são de terror. Irmãos Grimm <3
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  4. Gosto de historias de terror assustadoras rs. Boa ideia essa de inverter as versões dos contos de fadas em contos assustadores. Fiquei curiosa em saber como ficou os contos e seu final não feliz haha. Ainda não li nenhum livro do autor, mas me interessei por esse.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da resenha! Quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir
  6. Admito que todas as vezes que via esse livro tinha um certo preconceito achando que devia ser uma história meio ridícula envolvendo zumbis, mas depois de ler essa resenha meu preconceito foi embora e fiquei com vontade de ler, adoro os contos dos irmãos Grimm e o livro parece ser bem legal.
    PS: Também morro de medo de livro/filme de terror e sempre tenho pesadelo, dai depois de ler/assistir algo do tipo sempre leio um livro mais leve para ir dormir pensando em outra coisa. hahahah

    ResponderExcluir
  7. Adoro terror! Esse dai eu não conhecia, mas ja vou colocar na listinha porque com certeza quero ler ;)

    www.cidadedosleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não curto muito essas releituras mas gostei da sua resenha e fiquei bastante curiosa!
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! NOS SIGA E PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  9. Ana!
    Gosto demais das releituras e me parece que aqui o autor conseguiu unir todos os contos de forma excepcional e diferenciada.
    Que bom que não teve medo.
    Adoro livros de terror!
    “A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  10. Oie Ana =)

    Acho super legal essas releituras dos contos de fadas que andam lançando. Não sei se leria esse livro em especial por que não gosto de zumbis rs....

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana
    Não conhecia este livro, mas adoro livros como este, de releituras de contos de fadas. Eu fico curiosa.
    Essa capa ta linda mesmo.

    Ju, te indiquei numa campanha lá no blog.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!!
    Preciso ler esses 11 contos que legal, eu não conhecia e te digo que amei conhecer, obrigado por me apresentar a esse livro rsrs ao contrario de você eu gosto muito de terror(exceto os zumbis), fiquei muto curiosa de ler essa obra que traz releituras de nossos contos de fadas preferidos em versões macabras, adorei quero muito ler mesmo.
    Bjocas!!

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.