Conjunto de Séries #6: The Blacklist


Todo mundo que me conhece um pouquinho sabe que eu não consigo assistir a muitos seriados. Faculdade, trabalho, casa para cuidar e tentar ter uma vida social adequada me tomam mais tempo do que eu tenho. O problema é que, quando eu começo a assistir a uma série e gosto, dificilmente eu consigo parar de assistir - adeus casa impecável, vida social, e o seja lá mais o que for.

The Blacklist entrou na minha vida por acaso: decidi ir ao mercado abastecer a despensa em uma sexta-feira à noite, e cheguei em casa tarde. Depois de guardar tudo em seu devido lugar e sentar um pouquinho no sofá, com a televisão ligada, o primeiro episódio começa a passar na TV Globo. Eu adorei, e fiquei curiosa para ver mais. Como agora assinei a queridinha Netflix (geralmente assisto filmes, mais "rapidos"), corri para ver se tinha por lá. Não é que tinha?


The Blacklist conta a história de Raymond "Red" Reddington, um dos criminosos mais procurados do FBI, que se entrega às autoridades com uma proposta um tanto incomum: ele entregará à equipe diversos criminosos e terroristas que, por vezes, nem mesmo são conhecidos. Em troca, quer um acordo de imunidade e só trabalha se for com a agente Elizabeth Keen. Não se sabe se existe ligação entre eles e Red também não revela o motivo dessa preferência.

A série poderia ser só mais uma de ação e espionagem, mas a mistura desses elementos a outras características a tornam irresistível. Cada episódio traz um caso relacionado a um dos integrantes da lista a ser pego, casos que geralmente são inteligentes e interessantes de acompanhar.

Além disso, a série intercala os acontecimentos da vida de alguns personagens, especialmente de Elizabeth Keen, que está mais envolvida em mistérios e segredos do que ela mesma poderia imaginar. Seu passado e seus pais, que ela não se lembra, seu casamento, e mesmo a exigência de Reddington para que seja ela a trabalhar com ele.


Outro aspecto que agrada bastante é a dualidade dos personagens. Nenhum deles é mocinho ou vilão; todos têm facetas boas e más, cruéis e solidárias. Isso é engraçado porque faz o espectador analisar o certo e o errado, ao assistir a série, mais por uma visão sentimental do que racional, e até mesmo os ideais são relevados em alguns momentos, pelo simples fato de que os personagens facilmente nos conquistam. Nenhum deles se mantém íntegro em todos os episódios, sempre há um deslize, sempre um movimento errado. Porém, até mesmo o errado é feito com tanta paixão que, naquele momento, nos parece certo.

Por causa disso, eu simplesmente me encantei com todos os personagens, sem exceção. Tom, Ressler, Harold, Aram, Dembe e Red. Red, aliás, é um dos mistérios mais intrigantes da série. É fácil suspeitar de seu papel na vida de Elizabeth, mas muitas outras vezes ele nos deixa na dúvida. Sua personalidade séria, sincera e irônica é o que traz mais diversão aos capítulos também.

A série já está na sua terceira temporada nos Estados Unidos, mas apenas as duas primeiras estão disponíveis na Netflix. Assisti às duas em pouquíssimos dias, e o final da segunda é tão surpreendente que estou até agora meio zonza - e angustiada de não poder ver a terceira logo.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

10 comentários:

  1. Oi Ju! Estou assistindo essa série pela TV Globo, estou amando, história policial/espionagem, muito interessante e inteligente, com muita ação, super envolvente, vou tenta ver pela Netflix também na Globo demora muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, Júlia. Estava muito animado para esta série, após muitos comentários positivos sobre a mesma. Mas, com a estréia da serie na Globo, acompanhei o primeiro capítulo e não gostei de cara. Continuei tentando com a trama de The Blacklist, mas realmente não deu. Não gostei!

    ResponderExcluir
  3. Ja conhecia a serie de alguns trailers na TV, mas n me toquei q era a q tava passando na Globo. Acho q vou colocar na lista de series para assistir, e a lista ja ta enooorme!

    Www.cidadedosleitores.blogspot.com (TÁ ROLANDO SORTEIO)

    ResponderExcluir
  4. Júlia!
    É uma das minhas séries favoritas.
    Amo o Red e toda sua engenhosidade para utilizar os recursos do FBI em benefício próprio.
    “Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.”(Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Oi Julia,
    Eu curti a proposta dessa série, até estou assistindo na Globo para tentar colocar em dia.
    Mas já perdi uns dois episódios hahaha mesmo assim, James manda muito bem.

    Ótima dica.

    tenha um ótimo domingo.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju!

    Eu via The Blacklist na AXN nas férias, mas episódios picados... Nunca me interessei de verdade pela série, já que a minha queridinha é Criminal Minds (você deveria assistir, melhor série policial EVER), mas os episódios que assisti me deixaram bem animadinha.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
  7. Oie Ju =)

    Ah!!! The Blacklist é muito amor *---* Comecei a assistir a série sem querer e hoje sou fã rs... Quero logo a nova temporada!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Há algum tempo queria começar a ver essa série por se tratar do gênero policial e investigação e conhecer a história dela, entretanto, acabei assistindo episódios avulsos pela tv a cabo. Não gosto muito de séries dubladas (só se eu as conhecê-las já dubladas), por isso não acompanhei pela tv Globo.

    Gostei muito da sua resenha sobre a série, pois acabou explicando algumas dúvidas que tinha sobre ela... Obrigada! ^^

    ResponderExcluir
  9. Já ouvi falar da série, dizem que é muito boa mesmo. Que bom que você também gostou, assim só aumenta minha curiosidade em assistir kk. Mas assim que tiver um tempinho assistirei, adoro séries nesse estilo de mistério e ação.

    ResponderExcluir
  10. Olá!!
    Não tem como resistir a uma serie boa, acho que por isso ainda não comecei a assistir essa, todo mundo diz que é muito boa, e sei q se começar não vou parar, e agora não da pra começar nada novo já me basta as varias que acompanho, se começar mais alguma coisa vou acabar largando a universidade rsrs
    Bjocas!!

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.