Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado. (Skoob)

Recebido em parceria com a Editora.
MOYES, Jojo. Como eu era antes de você. Intrínseca, 2013. 320 p.

Sei que não faz muito tempo que o Carlos publicou aqui no blog a resenha de Como eu era antes de você, de Jojo Moyes, mas eu já tinha solicitado o livro em parceria com a Editora Intrínseca, e não podia deixar de conhecer esta obra tão comentada. Felizmente para mim, minha opinião é bastante diferente da dele, e eu terminei a leitura completamente encantada com a história de Lou e Will.

O fato de eu ter gostado tanto do livro não significa que ele seja perfeito. Lou, por exemplo, era acomodada, medrosa e, em alguns momentos, foi um pouco irritante ler seus pensamentos em primeira pessoa, já que ela simplesmente não percebia que não estava bem, e mesmo se percebia, não queria ter de lidar com isso. O fato de não gostar da maneira como ela agia, porém, não impediu que eu gostasse da personagem, especialmente porque eu a entendi e reconheço que não é fácil sair da posição que as pessoas lhe destinaram, a menos que você tenha muita força de vontade para isso.
"- E o que você quer?
- O que eu quero do quê?
- Da vida?
Pisquei.
- Isso é um pouco íntimo, não?
- O que você quer no geral. Não estou pedindo para se autoanalisar. Só estou perguntando o que você quer. Casar? Ter alguns pestinhas? Sonha com alguma profissão? Gostaria de viajar pelo mundo?
Fez-se uma longa pausa.
Acho que eu sabia que minha resposta o desapontaria mesmo antes de eu dizer aquelas palavras.
- Não sei. Nunca pensei isso."

Will trouxe essa força de vontade a Lou. Todo ele a desafiava, nas pequenas coisas, nas grandes coisas. Nele, ela enxergou algo pelo que lutar, algo que a fez sair de sua zona de conforto e mudar. O mais interessante sobre essas mudanças foi que elas começaram quase imperceptíveis, como a simples decisão de falar a alguém o que ela realmente pensava. Depois veio algo maior e, finalmente, a percepção de que ela não era o que os outros diziam que era, e que poderia ser o que desejasse ser.

Muito mais do que romance, o que se destaca entre os dois é a amizade. Admito que esperava encontrar uma paixão intensa e arrebatadora, porém não é esse o enfoque do livro, mas a afeição e a admiração mútua que nasce entre Lou e Will. O amor surge, sim, mas surge discreto, delicado, bonito. Tive aquela sensação de me apaixonar aos poucos e de só perceber quando já não havia mais volta, exatamente como aconteceu com Lou.

Gostei bastante dos capítulos que contavam momentos da família de Lou. Havia muito deles, mas senti como se eles estivessem ali para complementar a visão sobre a personagem, já que a vida dela se resumia ao trabalho e aos momentos em casa ou com o namorado; narrar apenas um desses aspectos de sua vida traria desproporcionalidade em relação aos demais. Senti que esses trechos foram essenciais para demonstrar o amadurecimento de Lou, para que ela entendesse seu papel em relação à irmã, para que ela pudesse se desprender da influência dos pais. Os trechos com Treen (a irmã) foram os meus preferidos depois daqueles com Will.
"- Treen?
- Sim?
Engoli em seco.
- Não permita que eu perca esse voo.
Minha irmã é muito determinada. Fizemos ultrapassagens arriscadas, corremos pelo corredor entre as filas de carro, desrespeitamos o limite de velocidade, procuramos no rádio informações sobre o trânsito e, finalmente, avistamos o aeroporto. Ela parou o carro guinchando os pneus e eu já estava a meio caminho do lado de fora quando a ouvi.
- Ei, Lou!
Virei-me e corri alguns passos na direção dela, que me abraçou bem apertado.
- Você está fazendo a coisa certa."

Alguns capítulos também foram inseridos, no meio do livro, com narração em primeira pessoa por outros personagens. Li alguns comentários de leitores que não gostaram dessa construção, mas eu adorei essa forma de contar a história. Além de poder compreender a interpretação que outros personagens deram ao desenrolar dos acontecimentos, era possível ver Lou por outros olhos que não os seus próprios, principalmente no que se refere às suas mudanças e sua determinação recém adquirida. Foi perceptível também que, de uma ou de outra forma, sempre havia algum tipo de admiração pelo que ela estava fazendo, inclusive das pessoas de quem ela menos esperava.

Gostei ainda do tom que foi dado à narrativa. Mesmo nos momentos mais difíceis, havia sempre um diálogo bem humorado, um alívio a toda a tensão da história. Ademais, não se tratava de um humor escrachado, mas de algo inteligente e sutil, que me provocava inesperadamente. Diversas vezes deixei escapar gostosas gargalhadas, mesmo naqueles momentos em que estava banhada em lágrimas.

Sim, eu chorei. Havia muito não chorava de verdade com um livro, e Como eu era antes de você arrancou de mim uma infinidade de lágrimas. Da cena da última noite na praia em diante, eu simplesmente não consegui mais controlar minhas glândulas lacrimais. Não solucei; eram lágrimas silenciosas e doloridas, mas resignadas.

Como eu era antes de você vai muito além do que o romance entre um paraplégico e sua cuidadora: ele se desfaz dos preconceitos, mostra a pessoa por trás daquela "etiqueta" e prova que o amor pode surgir onde menos se espera.







Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

8 comentários:

  1. Oii Julia!
    Que história linda e emocionante!
    Lou parece bem responsável pelas pessoas á sua volta e principalmente pela vida desse novo amor...Falou que tem amor e família eu já estou doida pra conferir!
    Adorei! Parabéns pela resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ler esse livro, apesar de não ser fã de romance e da história parecer um pouco clichê eu quero ler. Muitas pessoas me recomendaram o livro e achei o trailer bem lindo, estou na fila da biblioteca para conseguir ler hahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Maíra, segredinho: vai ter sorteio dele no blog! rsrsr
      Espero que você goste, ele não é meloso, então pode agradar mesmo a você que não é fã de romance.

      Excluir
  3. Eu li esse livro logo quando ele foi lançado e gostei muito, história super emocionante, impressionante como o Will consegue transformar a vida da Louisa, tirando ela da acomodação.

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse livro!
    Fiquei encantada e quero muito ler Depois de Você e ver o filme.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Ju!!!
    Eu admito que estou doida para ler Como Eu Era antes de Você e está na lista dos meus livros da estante :3
    Comprei o livro ano passado e cada dia que vejo algo mais sobre o livro fico com mais vontade de ler *-*
    Também, estou doida pra ver o filme e me desmanchei só vendo o trailer.
    Amei a resenha e me deu mais vontade de pegar o livro e ler =D

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Eu já li esse livro e amei *-*
    Concordo com você em tudo que disse na resenha. Achei a construção dos personagens muito boa.
    Também esperei por um romance avassalador, mas não é isso que encontramos nesse livro, é muito mais que isso.. E isso é ótimo.
    Chorei, chorei no finzinho, acho que é impossível não chorar!

    ResponderExcluir
  7. Oi...

    Resenha maravilhosa.
    Esse livro é emocionante, me destruiu.
    Fiquei com uma terrível ressaca literária, quase tanto quando eu li o livro Proibido, que foi até hoje o melhor livro que já li.
    Chorei, rir, chorei e chorei mais ainda, e o pior de tudo terminei a leitura em um trem, como eu já sabia o final pensei que não série afetada, mas infelizmente ou felizmente aconteceu e eu chorei terrivelmente feio em público.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.