Conjunto de Séries #9: Elementary


Depois que o hábito de assistir séries adentra à nossa vida, é difícil ficar sem acompanhar pelo menos uma. É assim que eu me sinto ultimamente, desde que assinei Netflix, e às vezes até acompanho mais de uma ao mesmo tempo. Em um momento em que procurava algo diferente para assistir - depois dos super-heróis como Arrow e Flash -, deparei-me com Elementary, uma série sobre a qual já tinha visto alguns comentários e cuja proposta tinha me agradado há algum tempo.

A série é uma versão moderna e atualizada das aventuras do famoso detetive inglês Sherlock Holmes. É uma releitura inovadora, na verdade, que pode chocar e até revoltar um pouco os fãs mais fiéis, mas eu achei genial. Nesta adaptação, Sherlock vive no século XXI, está em fase de recuperação de dependência química e, para ajudá-lo, seu pai contrata uma acompanhante sóbria: Joan Watson. Sim, meus caros, Watson é, nesta versão, uma mulher.


Nesse recomeço após o tratamento, Sherlock se torna consultor da polícia de Nova York, e ajuda a desvendar os casos mais complicados com seu surpreendente método dedutivo. Em determinado momento, a relação de Sherlock e Watson evolui para uma grande amizade, e ela passa a gostar tanto do trabalho que Sherlock faz que aceita deixar de ser acompanhante para trabalhar com ele nos casos, como sua aprendiz.

O interessante, na primeira temporada, é compreender os motivos que levaram Sherlock a mergulhar nas drogas, especialmente por ser uma pessoa tão inteligente, bem como por que Watson deixou de ser médica para se tornar acompanhante. O mais surpreendente, sem dúvida, é a história por traz de Irene, antigo amor de Sherlock.


Elementary não é uma série super movimentada e cheia de ação, mas ela prende a atenção porque é cheia de detalhes e é com base neles que as situações passam a ser solucionadas. O espectador, aliás, começa a observar os elementos da trama para tentar pensar antes, ou pelo menos junto, de Sherlock.

O próprio Sherlock é um elemento de atenção da série. O personagem é excêntrico, singular, e suas construções inteligentes exigem um pouco de nós para que a graça das cenas consiga ser extraída. Eu, particularmente, adoro aquele humor que não é óbvio, que só é compreendido no contexto, e o personagem de Jonny Lee Miller é repleto disso.

Há duas curiosidades sobre a série que li enquanto pesquisava algumas referências para escrever este post e que acho interessante comentar. A primeira delas é que Robert Doherty, criador da série, estudou algumas avaliações psicológicas de Sherlock Holmes escritas por médicos de verdade ao longo dos anos para criar seu personagem. A segunda, é que ele transformou Watson em mulher para mostrar que homem e mulher podem trabalhar juntos sem se envolver romanticamente.

Eu adorei acompanhar Elementary e já assisti a todos os episódios disponíveis na Netflix. Agora, como sempre, tenho que esperar a próxima temporada chegar por lá.

E vocês? Já assistiram?

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

8 comentários:

  1. Eu acompanho várias séries e tem mais um monte que quero começar a ver. Já tinha ouvido falar dessa mas nunca prestei muita atenção, mas amei a resenha serie parece ser muito boa, acho que vou colocar ela na minha lista também. Não sei se você já ouviu falar de Lie to Me, ela também é meio paradinha, mas o protagonista é sensacional e também são os detalhes que fazem a diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maíra, estou assistindo Lie to Me no momento, e realmente a sensação ao assistir as duas séries é a mesma. Estou gostando bastante.

      Beijinhos

      Excluir
  2. eu já assisti acho q a primeira e segunda temporada
    eu achei bem legal essa série, faz bem o tipo de série q eu gosto
    já assistiu criminal minds? é ótimo!

    ResponderExcluir
  3. Oii!
    Eu ameeei a série!
    Mais uma pra acompanhar! Gostei demais da sinopse da série e mto de sua dica!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Olá Ju! Nossa não conhecia essa série parece ser ótima, agora fiquei bastante interessada em conferi.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju.

    Gostei da descrição da série.
    Uma pena eu não ter tempo para assistir.
    Estou enrolando com The Walking dê as, Os Originais, e The Vampire Diarios, a mais de meses.
    Mas vou colocar essa na lista espero gostar.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  6. Olá Ju!!!
    Mulher já ouvi falar tanto dessa série que me dá vontade de assistir, principalmente porque tem a Lucy uma das panteras que eu tanto assisti.
    Depois desse seu breve comentário bateu vontade de ir ver agora rsrsrs
    Até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ju!

    Eu AMO Sherlock Holmes e muitas adaptações que fazem da história. Fiquei sabendo de Elementary por causa de Sherlock, e agora amo as duas haha.
    Adoro a forma como adaptaram a história para algo mais "original" ao invés de fazer um "Sherlock 2".
    Amo Elementary <3

    Abraços,
    Flávia Bergamin,
    http://voceetaolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.