Temporada de Acidentes - Moïra Fowley Doyle

Sinopse: Guardem as facas, protejam as quinas dos móveis, não mexam com fogo. A temporada de acidentes vai começar.
Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões. Em outras, acontecem coisas horríveis, como quando o pai e o tio dela morreram. A temporada de acidentes é um medo e uma obsessão. Faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores.
No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por que, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que não conseguem se livrar desse mal?
Uma narrativa sombria, melancólica e intensa sobre uma família que precisa lidar com seus segredos e medos antes que eles a destruam. (Skoob)
Recebido em parceria com a Editora
FOWLEY-DOYLE, Moïra. Temporada de Acidentes. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2016. 256 p.

Todo ano, no mês de outubro, a família de Cara enfrenta a temporada de acidentes. Vamos ser sinceros: esse ponto central da sinopse, por si só, já deixa qualquer leitor cheio de perguntas e, por consequência, a curiosidade para ler o livro nos invade. O que, afinal, é a temporada? Por que ela acontece? Como surgiu? Essas foram algumas das perguntas que me incentivaram a iniciar a leitura e, ainda que nem todas tenham sido respondidas no decorrer do livro, encontrei mais do que imaginava e me surpreendi por gostar tanto da obra.

A narrativa de Temporada de Acidentes, de Moïra Fowley Doyle, é feita pela perspectiva de Cara, em primeira pessoa, com exceção de dois ou três capítulos, intercalados ao enredo, que têm um narrador desconhecido, ao menos a princípio. Pelo ponto de vista da garota, a autora conseguiu demonstrar de um modo pertinente as confusões, as descobertas e os medos próprios da adolescência, sem torná-la chata ou boba. Moïra dosou um tom maduro à voz de Cara, e conseguiu fazê-la verossímil frente às perdas que já enfrentou e a responsabilidade que é obrigada a assumir. 

"[...] Bea pigarreia, hesitante, mas, por fim, fala: - Acho... que essa temporada não vai terminar nada bem, Cara.
Ela tenta me olhar nos olhos, mas estou vidrada nas cartas em cima da mesa.
- Vai ser muito ruim? - pergunto, depois de um tempo.
Com delicadeza, Bea toca minha mão enluvada e responde de modo suave:
- Vai ser uma das piores."

Os demais personagens também não deixam a desejar. Gostaria muito de tê-los conhecido mais profundamente, entendido seus anseios de uma perspectiva mais isenta do que a de Cara, porque todos eles tinham muito a mostrar. Alice, por exemplo, fez-se ver como uma personagem complexa, e os capítulos finais provaram que ela era ainda mais do que se projetava inicialmente. Sam e Bea também têm características marcantes que poderiam ser muito mais aprofundadas, sem contar a mãe das garotas, que possuía história demais para contar. O aprofundamento dos personagens não foi o enfoque do enredo, mas isso não se trata de uma falha do livro, apenas algo que deixa um rastro de curiosidade nos leitores mais inquietos.

O aspecto mais sobressalente da história, aliás, foi a construção da relação familiar. Ficou nítido que, como em todas as famílias, existiam muitos atritos e problemas não resolvidos; mas havia também um carinho e um zelo imenso entre todos eles, e a temporada de acidentes parecia transformar o relacionamento em uma união mais forte do que em qualquer outra família.

"Sinto como se as proteções espalhadas pelos móveis da casa fossem me sufocar, como se não houvesse ar suficiente para respirar. Tenho a impressão de que muita coisa não está sendo dita. Acho que minha família toda é assim: evitamos falar das coisas sobre as quais não podemos falar e cobrimos cada superfície para nos proteger do momento inevitável em que tudo virá à tona."

É bastante difícil classificar o livro em um só gênero literário. Parece um young adult, com uma boa porção de sobrenatural, mistério e romance. O sobrenatural era um elemento que eu não esperava, e por mais que ele tenha respondido grande parte das questões centrais do texto, fica, ao final, a dúvida sobre a veracidade das razões para os acontecimentos. Isso se deve ao fato de que a autora sutilmente implanta essa dúvida no leitor, e cabe a ele decidir se acredita ou não.

Também não esperava por um romance e, sinceramente, essa foi a parte que eu mais gostei no livro. Flagrei-me torcendo por aquele casal improvável, querendo que o impossível acontecesse, e a autora escreveu as cenas entre os personagens de um modo tão doce que eu fiquei com o coração completamente derretido por eles. Simples assim.

"-Estou ridiculamente apaixonado por você - diz ele, por fim.
A rachadura no meu mundo está crescendo. Daqui a pouco, o universo inteiro vai explodir.
- Tentei esconder, tentei esquecer, tentei destruir esse sentimento, mas ele não quer ir embora."

Por isso tudo, Temporada de Acidentes se tornou um dos meus queridinhos do ano. Por razão nenhuma, mas por todas as razões.








Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

15 comentários:

  1. Uau, Ju.
    Quero ler esse livro e fiquei bem curiosa por essa temporada de acidentes.
    Desejando logo.
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Júlia, esse livro tem tudo que eu gosto!
    Suspense, sobrenatural, romance, e muito mistério!!! hehehe
    Hiper curiosa para ler e descobrir...mas já sabendo que a autora deixa meio que vago isso!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  3. eu fiquei ainda mais curiosa para ler esse livro, adorei saber que a autora conseguiu fazer uma personagem adolescente sem ser chata e sim madura. e que mesmo os secundários dá aquela vontade de quero conhecer mais
    amo histórias com mesclas de estilos.
    se ele já virou um dos queridinhos do ano eu vou querer ler ^^

    ResponderExcluir
  4. Quando vi esse livro foi amor à primeira vista. A capa é linda e o título bem chamativo. Não sabia que envolvia vários gêneros que, aliás, gosto de todos. Já estava curioso para saber o que ocasiona a temporada de acidentes, agora fiquei ainda mais!

    ResponderExcluir
  5. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser excelente.

    ResponderExcluir
  6. Ah que livro mais cativante! Pela capa eu nunca compraria, confesso a você, mas lendo a resenha percebo que o livro tem muito mais a mostrar. Quero ler mais do que tudo agora! Adoro romances, fico muito feliz quando o foco principal não é esse mas que o autor pensa sim em juntar algum casal. Amei a resenha, ela está perfeita e a foto muito linda.
    Beijos!
    http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    É a primeira vez que leio uma resenha desse livro. Achei muito interessante! Pela capa não dá para saber do que trata o enredo. Enfim, acredito ser uma ótima dica de leitura, principalmente depois de tudo que você compartilhou sobre a obra. Fiquei bem curiosa! Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Nossa...já havia lido resenhas do livro, mas a sua...Tã incrível, bastante detalhada e mto, mto convincente...Não tenho mais dúvidas em relação ao livro, qro mto ler!!!
    Parabéns!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Geralmente não gosto de livros que ficam sem respostas ao final da leitura, mas como já quero ler esse livro há bastante tempo não é algo que vá ficar no meu caminho. Não imaginava que o livro se encaixasse em tantos gêneros e a autora parece ter feito um ótimo trabalho misturando tudo isso. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, a resenha ficou perfeita! Depois que li essa resenha deu vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  11. Desde o lançamento o livro me chamou atenção, apesar de ainda não compreender bem a historia. O livro parece trazer um conceito novo já que é difícil classifica-lo. Gostei de saber que tem romance, além do mistério que já esperava. Estou com mais vontade de ler.

    ResponderExcluir
  12. Adoro quando tem sobrenatural e mistério nas historias. Me interessei por esse livro ele me deixa intrigada com as perguntas que você fez acima, fico querendo saber os detalhes de como acontece esses acidentes e porque e fiquei mais curiosa com o fato do sobrenatural responder algumas, naturalmente ele esta na minha lista de compras kk.

    ResponderExcluir
  13. Olá Ju!!!
    Mulher que resenha foi essa?? :O
    Mulher pela capa do livro, eu não dava muita coisa para ele porém a premissa chama bastante atenção e quando você disse que é intercalado muita coisa: romance, sobrenatural, etc.
    Me chamou atenção tudo em si e posso dizer que estou curiosa pelo livro :)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Ju,

    O bom de vir aqui é que além das excelente ficamos conhecendo ótimos livro, esse eu não conhecia e pela capa acho que nem pegaria, mas sua resenha e avaliação me deixaram curioso, dica anotada....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Essa sinopse é simplesmente incrível, compra o leitor completamente com algumas poucas palavras. Estou muito ansiosa para ler esse livro e sua resenha só colaborou! Espero que a oportunidade surja em breve.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.