A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton

Sinopse: O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher.
Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele.
Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir. (Skoob)
HAMILTON, Alwyn. A Rebelde do Deserto. #1. Editora Seguinte, 2016. 288 p.

Existe uma satisfação inexplicável em ser surpreendida por um livro. Há centenas de histórias boas por aí, mas é um pouco mais difícil encontrar aquela que realmente te faz prender a respiração, porque você simplesmente não esperava por aquilo. Quando a Editora Seguinte enviou A Rebelde do Deserto, de Alwyn Hamilton, decidi ler pelos comentários sobre o livro na internet. Eu não estava nem um pouco preparada para tudo o que senti ao ler esse livro, que me arrebatou como poucos têm conseguido ultimamente.

A primeira surpresa que tive ao iniciar a leitura foi perceber que se trata de uma fantasia. Vejam bem, eu não havia lido a sinopse e achava que a trama relataria uma boa aventura passada no deserto. Em determinado momento, porém, a protagonista passou a comentar sobre djinnis, buriqis e outros seres dos quais eu nunca tive qualquer conhecimento, e só mais tarde me dei conta que se tratavam de seres mitológicos do deserto criados pela autora. Passada a surpresa inicial, percebi como essas criações enriqueceram a trama, e gostei muito do desenvolvimento da história.

Amani, a protagonista, também foi uma surpresa agradável. Criada em uma vila rodeada de areia, praticamente sozinha em uma sociedade machista e opressora, ela possuía um fogo e uma força de vontade que poucos conseguiriam manter. Apesar de, no início, tivesse como único objetivo fugir e fosse até um pouco egoísta por conta disso, viu-se mais tarde envolvida em algo muito maior que ela e optou por lutar contra aquilo que tanto a sufocou.

"- Eu provavelmente acabaria morta se ficasse aqui também. - Puxei-o para o lado, para longe da multidão, perto da escola. Uma impetuosidade selvagem tinha se acumulado em mim durante horas. Dias. Semanas. Anos. E preenchia uma parte grande demais para deixar qualquer outra coisa entrar agora. - Eles podem fazer coisas muito piores do que me enforcar.
A verdade veio em uma onda, enquanto as comemorações continuavam à nossa volta. A verdade sobre tudo: meu tio, Jun, Fazin, como Jin havia partido sem me levar com ele, e como Fazim me chantageara para casar com ele ou morrer caso eu ficasse. E eu não ia casar com ninguém. Não com ele. Não com meu tio."


A questão de gênero também foi discutida de uma forma inteligente no livro. Apesar de as críticas terem sido voltadas ao governo de Miraji, terra de Amani, podem ser interpretadas em quaisquer contextos, inclusive na nossa sociedade atual. Questões como a credibilidade pelo simples fato de se tratar de homem ou mulher, da submissão das mulheres aos homens da família, entre outras, foram debatidas de uma maneira sutil, com importantes reflexões e implicações.

Adorei cada personagem criado por Hamilton, dos heróis aos vilões. Os rebeldes, em especial, conquistaram-me por seus ideais, por sua simplicidade e pela amizade que criaram tão rapidamente com Amani. Tive impressão de que a autora incluiria alguma rixa entre as mulheres quando a personagem chegou ao acampamento, por ciúmes ou algo assim, e colocaria toda a história a perder. Mas ela não fez isso, e foi totalmente condizente com tudo o que tinha mostrado até então. Mesmo os poucos desentendimentos se desfizeram rápido, e a aliança entre todos me encantou. 


"- Você acabou de atirar em alguém ou foi impressão minha?
- Acabei de conseguir um emprego para a gente, isso sim. - Cocei a nuca e tentei parecer constrangida. Certamente não estava tendo sucesso, a julgar pelo jeito que Jin me olhava. - E só atirei no copo.
Ele passou o braço em torno do meu ombro, se apoiando em mim.
- É por isso que gosto de você, Bandida."


O romance também foi doce, sem ser meloso, e adorei a forma como a autora o retratou sem fazer disso o foco principal do enredo. Jin e Amani são incríveis juntos, cúmplices, ainda que alguns segredos existam entre eles. Há entre eles mais amizade e zelo do que paixão irritante, o que torna tudo mais bonito e mais puro.

Por fim, preciso comentar que a autora quase me matou do coração nos últimos capítulos. No meio de intensas cenas de ação, ela revelou situações inesperadas, iludiu-me com acontecimentos devastadores e me trouxe mais emoções do que eu acreditei ser possível suportar. As últimas cem páginas do livro voaram, porque eu precisava saber como tudo iria terminar.
A Rebelde do Deserto é um livro fantástico, intenso e surpreendente, indispensável para quem gosta de uma boa fantasia.

Recebido da Editora para resenha






Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

11 comentários:

  1. Oi Ju! Estou doida pra ler esse livro, curto muito uma fantasia, parece ser bem emocionante e eletrizante, cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Amei sua resenha, muito bem explicada e com comentários tão animadores sobre a obra, que me deixou mais ansiosa ainda, para ler! A capa é muito bonita. E a premissa desse livro é muito convidativa a um total envolvimento com a leitura. Adoro uma boa fantasia, e sendo um romance com ação, melhor ainda! Na lista, claro. Obrigada pela ótima dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ju. Faz um bom tempo que não leio fantasias, o gênero simplesmente não me chama atenção, mas vejamos, quando somos surpreendidos pelo enredo e acabamos presos a narrativa, eu fico com uma vontade de louca de dar uma conferida na obra. A resenha está maravilhosa por sinal.
    Beijão.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Já li muitas resenhas positivas sobre esse livro, estou com muita vontade de ler. Nunca li nada ambientado no deserto o fato de ter fantasia na história deixou tudo melhor.

    ResponderExcluir
  5. Oii Julia!
    Fico feliz em saber que gostou do livro e que nos passou de uma de forma positiva essa história tão bacana.
    Se eu já estava curiosa pra ler , agora piorou minha ansiedade!
    Adorei adorei a sua resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá Ju,

    Confesso que não dava muita coisa pra esse livro, mas sua resenha me fez mudar de ideia de imediato, fiquei super cusioso e já adicionei na minha lista....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Esse livro esta sendo muito bem comentado e já foi pra minha lista de compras rs. A protagonista é forte e decidida isso é muito bom ainda mais nessa sociedade machista onde as mulheres não podem fazer quase nada. Essas situações inesperadas devem surpreender o leitor, adoro ser surpreendida.

    ResponderExcluir
  8. Livros de fantasias é tipo, Uau.
    Sempre uma reviravolta ou uma cena que não esperamos.

    ResponderExcluir
  9. Lendo o titulo tambem achei que fosse uma aventura passado no deserto. Parece que a autora criou um ambiente novo e instigante. Não estava com muito interesse em ler o livro, mas a resenha me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  10. Sempre pensei que esse livro fosse de aventura!

    ResponderExcluir
  11. Desde que esse livro foi lançado, tenho vontade de adquirir.
    Gosto dessa mistura de fantasia,aventura e romance.
    E a personagem feminina sendo forte e cheia de personalidade,me entusiasma ainda mais.
    Esse sim é um dos meus livros mais desejados.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.