Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon


Sinopse: Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre. (Skoob)
Yoon, Nicola. Tudo e Todas as Coisas. Novo Conceito, 2016. 304p.


Essa é uma história que fala sobre o amor em todas as suas formas, sejam elas boas ou más. Através dos olhos de Madeline, uma jovem que sofre de uma rara doença que não permite que ela saia de casa nunca – também conhecida como “doença da criança na bolha” – somos apresentados a um mundo cheio de limitações, mas repleto de carinho e cuidados. 

Após dezoito anos vivendo apenas na companhia da mãe que também é sua médica, de uma enfermeira que praticamente faz parte da família e de muitos livros, a vida de Madeline ganha uma nova perspectiva quando o jovem Olly se muda para a casa em frente a sua. O que começa com uma mera curiosidade da parte de ambos, logo se torna uma amizade à distância muito divertida e repleta de troca de mensagens durante a madrugada. Madeline, que até então era uma jovem conformada com seu destino e sua solidão, passa a querer desesperadamente viver a vida de um jeito que nunca sonhou e de preferência bem perto do garoto por quem ela se sente tão atraída.

"Olho ao redor para o meu sofá branco e as prateleiras brancas, minhas paredes brancas, tudo tão seguro, familiar e imutável. Penso no Olly, com frio por causa da descontaminação e à minha espera. Ele é o oposto de todas essas coisas. Ele está em movimento constante. Ele é o maior risco que eu já encarei."

Com uma narrativa leve e até mesmo bem humorada, foi muito fácil sentir uma conexão com os sentimentos conturbados da protagonista. Ao mesmo tempo em que quer se preservar de um futuro que ela sabe que é praticamente impossível de ser vivenciado, Madelaine não quer abrir mão tão facilmente da alegria e da euforia do primeiro amor. 

Olly é um personagem divertido, repleto de energia e extremamente cuidadoso com todos ao seu redor. Apesar de viver em uma família bastante problemática, ele sempre faz o melhor que pode para proteger quem ama de todas as formas possíveis. É praticamente impossível não se encantar por ele! Olly é o vizinho da casa ao lado que toda garota gostaria de ter.

Eu imaginava que já sabia para onde o final do livro se encaminhava, quando a história teve uma revelação perturbadora. Essa surpresa já nas últimas páginas do livro fez com que eu gostasse mais ainda de tudo que eu já tinha lido até aquele momento. A autora nos surpreende várias e várias vezes nos mostrando que o amor pode ser maravilhoso, leve e enaltecer o ser humano, como pode também destruir a vida e a confiança de uma pessoa de uma forma perturbadora. 

Tudo e Todas as Coisas é uma leitura rápida, que fala sobre os relacionamentos humanos, sobre as oportunidades que o mundo tem a nos oferecer e, principalmente, sobre estarmos preparados para perdoar as pessoas que mais amamos.
Dé Lima
Dé Lima

Meu nome é Débora, mas pode me chamar de Dé. Minha vida é cheia de livros, provas para concursos, doramas coreanos, turismo pela minha cidade, rock n´roll, felinos, moda vintage e café amargo. Tenho muitos planos de conhecer os lugares pelos quais já viajei através dos livros, mas o que eu queria mesmo era sair correndo pelo Louvre.

28 comentários:

  1. Sempre me emocionei muito com as resenhas desse livro, acabo sempre falando que quero ler e nunca comprei o livro, mais acredito que a historia seja de se emocionar e eu sei o tão linda é, eu acho que a historia tenha muito a nos mostrar.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Quando esse livro saiu lá fora, criei muita expectativa. Infelizmente não foi tudo aquilo que esperei e me decepcionei um pouco com os furos da autora durante a história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Não costumo ler romances mas gostei muito da premissa desse livro, parece ser muito bonitinho e sem drama desnecessário. No momento estou procurando leituras leves e acho que preciso dar uma chance para esse.

    ResponderExcluir
  4. Me surpreendo á cada resenha lida da obra, tá perfeita!
    Espero conseguir ler o qto antes!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dé!!
    Parabéns pela resenha que ficou maravilhosa!! Esse livro muito legal!! Gostei muito de ler esse livro que foi bem leve e divertido!! Os protagonistas são uns amores!! Estou ansiosa agora para assistir adaptação do livro para o filme!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Essa é a segunda resenha que vejo desse livro,mas adorei a deixa que você deixa sobre o final,pq tipo,livros com esse tipo de enredo e contexto,os leitores que já têm um bom tempo de estrada já imaginam o único final possível,e que, pelo menos p/ mim,é um dos maiores motivos p/ não ler livros de dramas :( massss pois é,agora tô curiosa com essa revelação aí,pois se têm uma coisa que me fisga é eu ser surpreendida totalmente,pois tenho muitos livros no meu favorito do Skoob que ás vezes nem simpatizei c/ os protagonistas,mas a trama me surpreendeu tanto e tomou rumos que eu não esperava,que foi impossível nÃo favoritar o livro...enfim,como eu mencionei não sou fã de drama,mas esse parece ser bom,ainda mais pela doença da mocinha,acho que é interessante (e sofrido) acompanhar seu dia a dia,e ver ela desabrochando como pessoa através do amor,ela querendo se sentir viva e humana,apesar de que isso a faça passar por grandes riscos...Enfim,protagonistas me aparentam ser adoráveis e fofos e a trama interessante e bem amarrada... Vai p/ a lista!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Que história linda! Só de ler a resenha já me apeguei aos personagens kkkkkk

    Preciso ler o livro!

    Blog aboutbooksandmore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. mas olha não esperava tanto desse livro! uma história emocionante, carismática e com reviravoltas! Madeline apesar de suas limitações parece ser uma garota bacana, com claro, gana de viver. Olly pela sua descrição é encantador! ta ai, sua resenha mudou minha perspectiva sobre o livro e ele virou um dos meus desejados!

    ResponderExcluir
  10. quero ler desde o lançamento, estou babando demais na capa e o enredo é muito atrativo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Dé!
    amar é sempre bom, mesmo cm todas as limitações impostas pela vida.
    Li o primeiro capítulo desse livro, enviado pela NC, pena não ter lido o livro todo, mas quero demais acompanhar essa amizade a distância e também todas as formas de amor que o livro aborda.
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Estou doida pra ler esse livro, curto muito esse gênero, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece maravilhosa.

    ResponderExcluir
  13. Só essa sinopse já deixa o leitor completamente interessado né?
    A história parece ser muito bem construída, os personagens muito bem desenvolvidos... Estou beeem animada.
    Parece ser uma leitura super delicinha e apaixonante.
    Já está na minha listinha de desejados e espero conferir em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  14. Bate um arrependimento de não ter lido quando saiu...acabei não dando bola e o livro parece ser bem legal.
    Tem um tom leve, mas interessante e aborda diversas formas de amor, então já gostei.
    E além de ser uma leitura rápida ainda consegue surpreender. Acho que iria gostar dele.

    ResponderExcluir
  15. Tudo e todas as coisas é aquele livro que pela sua resenha é um livro tão amorzinho mas que trata de situações bem especiais especialmente se tratando de nossa protagonista, eu lembro que a muito tempo vi documentários de pessoas que possuem essa doença e sempre achei interessante e estou ainda mais curiosa pra ver esse tipo de situação da perspectiva de um livro.

    ResponderExcluir
  16. Esse livro tá no topo da minha lista. Eu quero mto ler. Eu adoro um bom drama, confesso... kkkk Adorei a resenha e sabendo q tem surpresa nas últimas pags então.... Quero mais ainda!!!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Dé, minhas expectativas para essa leitura estão altíssimas. Desde que vi a capa e a sinopse, fiquei instantaneamente apaixonada por ele e depois de ler sua resenha, sei que não irá me decepcionar.
    Deve ser muito emocionante esse momento das descobertas para Madelaine. Coisas simples que para nós não é nada, mas que para ela é tudo. São admiráveis esses livros que nos trazem ensinamentos e que nos fazem pensar e ver a vida com outros olhos. Simplesmente amei <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Depois de A culpa é das estrelas todos os livros com doenças me atraem demais. Acho super fofos.
    Quis esse livro desde o lançamento e pela capa imaginei algo diferente. Amei a resenha e quero muito ver como é a relação dela com Olly, sem contar que garoto da casa ao lado é tudo de fofo *_*

    ResponderExcluir
  20. Comprei esse livro, mas ainda não li. A historia parece ser muito fofa, apesar de uma doença envolvida que é muito triste, ainda mais uma pessoa não poder sair de casa que trite, só ver o mundo pela janela, me coloquei no lugar da personagem e que horror. Fiquei curiosa com a revelação perturbadora imaginando o que pode ser.

    ResponderExcluir
  21. Nhóim, esse livro me lembra Jimmy Bolha! hahaha aliás, acredito que ele tenha a mesmíssima doença (não lembro de nada do filme)
    Enfim, parece ser um romance bem gostosinho, o fato de haverem surpresas e reviravoltas com certeza é um ponto positivo, aliás acho que tenho uma teoria sobre "perdoar as pessoas que amamos": será que essa mãe não inventou a doença pra proteger a filha? sei lá, né... nós mães fazemos cada coisa pelos nossos filhos
    Leria com certeza!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kemmy, quando comecei a ler me lembrei logo do Jimmy Bolha!hahahah Não fiz referência aqui porque achei que muita gente que não viu o filme ia fica sem entender nada.
      Beijos!

      Excluir
  22. A sensibilidade da autora é encanadora. É uma história triste - imagine não poder viver de forma plena como qualquer jovem -, mas engraçada tbm por conta da leveza que a autora dá aos seus personagens... sério, gargalhei em muitos momentos.
    É uma história realmente linda que, como vc bem citou, mostra o amor em suas várias formas.

    ResponderExcluir
  23. Ain que história mais incrivel, não tinha ouvido falar ainda, e já amei logo de cara. Sabe essas histórias de "amor impossível" ? Então, sou extremamente apaixonada por elas. Não sei se é coisa da minha mente ou se realmente lembra um pouco ACEDE, por conta das doenças que os personagens tinham. Vou precisar ler para tirar minhas conclusoes e pelo jeito não irei me arrepender.

    ResponderExcluir
  24. Eu já estou a um tempão querendo ler este livro, todas as resenhas que li sobre ele, inclusive a sua, eram de comentários positivos sobre a história do livro, o que acabou me deixando mais ansiosa ainda para lê-lo, a história é bem diferente e acredito que irei gostar muito da leitura de Tudo e Todas as Coisas.

    ResponderExcluir
  25. Já li algumas resenhas sobre o livro antes e ainda me parece meio... Difícil (?) de me interessar pela história. Ok, ela é uma menina doente que encontra o primeiro amor e blábláblá, mas o que pode ter de diferente das outras histórias assim? Acho que só lendo para saber, mas eu não sinto tanta vontade assim de ler.

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ganhei este livro num sorteio, ainda não tinha lido a resenha, mas agora que li estou tri curiosa, vai pro próximo da lista.

      Excluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.