Groo versus Conan - Sérgio Aragonés

Sinopse: O mais heroico e o mais imbecil dos guerreiros! A mais devastadora batalha! Dois homens. três espadas. um cérebro! Ou talvez possamos dizer, esbanjando toda a bondade que reside em nossos corações, um cérebro e meio! Conan da Ciméria é o mais destemido e admirável dos guerreiros; Groo, o Errante, o mais desmiolado e o menos admirável dos aventureiros. Portanto, só mesmo na mente alucinada de um monumental cartunista como SERGIO ARAGONÉS os rumos e as lâminas de dois espadachins tão díspares poderiam se cruzar! Enquanto o caridoso artista THOMAS YEATES, que ilustra as cenas do Conan, aceitou desonrar seu talento para ajudar Sergio a narrar visualmente a mais inusitada e acintosa das farsas. ou melhor, das batalhas. o corroteirista MARK EVANIER fez o que ele faz melhor (seja lá o que for) para tornar realidade um confronto que era o grande sonho dos admiradores do Groo. e o pior pesadelo dos fãs (notoriamente irascíveis) do memorável herói criado por ROBERT E. HOWARD. Será que o invencível Conan vai trucidar o Groo? Ou o igualmente invicto Groo é o primeiro e único bárbaro capaz de aniquilar o Cimério? Descubra nesta edição de luxo que a MYTHOS EDITORA - ignorando a pressão de howardianos radicais que ameaçavam cortar nossas cabeças - teve o atrevimento de trazer para as bancas e livrarias brasileiras. E ainda publicamos em capa dura para dificultar a ação daqueles que prometeram comprar exemplares só para rasgá-los e enviá-los triturados à Redação! (Skoob)
EVANIER, Mark; YEATES, Thomas; e ARAGONÉS, Sérgio. Groo versus Conan. Editora Mythos, 2015. 140 p.


Sérgio Aragonés, espanhol, residente no México, começou a carreira desenhando para a revista mais insana que já existiu: Mad. Nos anos 80, juntou-se com Mark Evanier, que vinha de vários trabalhos na série animada de Garfield, e criou Groo, um bárbaro imbatível nas lutas com espadas, mas totalmente estúpido.


O personagem é claramente inspirado em Conan, com exceção de sua burrice ilimitada, e possui algumas situações e bordões que se repetem em todas as histórias, como a mais imitada, “Terei errado?”, que ele solta sempre no fim de alguma catástrofe causada por ele mesmo.

Ele anda sempre acompanhado por seu fiel cachorro, Rufferto, cujos pensamentos, em paralelo às atitudes de seu dono, são impagáveis. Groo adora queijo derretido, afunda os navios onde pisa, tem uma irmã que o odeia e o quer morto, entre outros personagens secundários.


Muitas das aventuras de Groo tem origem com alguém querendo tirar proveito de sua ingenuidade e burrice para atingir algum objetivo escuso, mas no fim, os planos sempre dão errado, também por causa de alguma atitude acidental e estúpida de Groo.

As melhores e mais famosas aventuras, são as que ele batalha contra os heróis da DC e da Marvel, com tiradas irônicas e situações que vão além da lógica, que fazem o leitor ter espasmos de riso.


Groo é o tipo de personagem que consegue fazer rir através de situações simples, devido ao imprevisto de suas escolhas. O leitor nunca consegue prever o quanto ele será estúpido ao tentar resolver ou compreender alguma coisa. Muitas vezes, eu fiquei pensado: “não é possível que ele vai fazer isso, não, não...” e caía na gargalhada.


Neste álbum, Groo vs Conan, testemunhamos o esperado encontro entre os dois personagens análogos. O embate se dá sob diferentes pontos de vista, narrados por habitantes da vila, onde os dois bárbaros se enfrentam. Ao mesmo tempo, o leitor acompanha as confusões em que os dois autores se metem, fazendo um paralelo entre a história contada, e a história vivida.

Inclusive, são várias as histórias onde os autores se autorretratam como personagens, vivendo aventuras em uma vida “real”, enquanto contam alguma aventura de Groo.


Se você nunca leu nade do bárbaro acéfalo, não perca esta oportunidade. A HQ ainda está à venda nas bancas, ou Comic Shops, por um preço bem convidativo. Tenho certeza de que, depois, você irá atrás de todas as outras.
Carlos H. Barros
Carlos H. Barros

Carlos tem várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamenta o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco -, e não saber desenhar. Autor também do blog Gettub

10 comentários:

  1. Carl!
    Não conhecia a HQ e a princípio, por seus comentários, tive a impressão que não tinha gostado tanto e no final, você recomenda a HQ.
    Achei as ilustração com excesso de gravuras, sei lá, tipo poluição visual, mas se vale a pena a leitura, vamos tentar, né?
    Desejo uma ótima semana !!
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carlos!
    Não conhecia a HQ em questão, mas, né, não sou muito atualizada no catálogo desse formato em geral mesmo, rsrs, mas curti a indicação. Parece ser uma história bem leve e divertida mesmo só por esse traço mais colorido e animado, uma opção legal para escapar das tramas mais densas, certamente. Infelizmente não tenho tido muita oportunidade de ler quadrinhos já tem alguns anos, mas caso surja uma oportunidade, de repente irei procurar ao menos um volume dessa para ver se me agrada. Valeu a dica!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante das figuras mais não é uma coisa que combine muito comigo,nada contra o trabalho é muito bem feito.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  4. Já vi resenha sobre esse livro, mas não sou muito fã de ler livros assim por mas que seja lindos, legais mas acho que não leria, quem sabe em um outro momento..mas a historia e super legal..!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia essa HQ ainda, me interessei bastante nela, acho super divertidas histórias assim! E com toda certeza vou dar muita risada lendo, á esta nos meus desejados.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Carlos!!
    Adorei conhecer esses Hq. Ela parece ser muito divertido, só pelo que vi das fotos as ilustrações também são fantásticas. Gostei muito da indicação.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Curto muito HQ, porem esse não conhecia, parece super interessante e divertido, o encontro desses dois personagens promete hem.

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros em quadrinhos e principalmente cheios de ilustrações, muito divertida essa história como adoro da risada vai ser maravilhoso conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nada do Barbaro, embora gosto de quadrinhos e das ilustrações, achei uma ilustração acima onde tem várias pessoas meio confusa, muita coisa junta sei la, quem sabe pessoalmente da para visualizar melhor, não sei se leria, fiquei na duvida, pois acho que não é muito meu estilo rs.

    ResponderExcluir
  10. eu estou aqui como assim eu não conheço o Groo???
    eu adoro esses personagens baseados em outros e sem falar que o Conan já é meio idiota na minha opinião... então eu acho que eu vou amar o groo =)
    adorei a dica(o problema é o dinheiro agora)

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.