Uma Loucura Discreta - Mindy Mcginnis

SINOPSE: Boston, 1890. Asilo Psiquiátrico Wayburne. Grace Mae vive um pesadelo: forçada a passar seus dias reclusa num manicômio, em meio a insanos de todo tipo, sobressaltada por gritos de horror a cada noite. Grace não é louca. Apenas não consegue esquecer os terríveis segredos de família. Terríveis o suficiente para calar sua voz – jamais ouvida por ninguém, a não ser ela mesma, dentro de sua mente brilhante. Mas, quando uma crise emocional violenta traz sua voz à tona, Grace é confinada em um porão escuro. É nesse momento em que ela conhece o dr. Thornhollow, um estudioso de psicologia criminal. Dona de um olhar aguçado e de uma memória prodigiosa, Grace passa a auxiliar o médico em investigações. Ambos escapam para uma instituição mais segura em Ohio, em busca de amizade e esperança. Mas a tranquilidade dura pouco: surge um assassino em série que ataca brutalmente jovens mulheres. Grace seguirá no encalço do criminoso, mesmo tendo de enfrentar seus próprios fantasmas. Em Uma Loucura Discreta, Mindy McGinnis explora com maestria narrativa a tênue linha entre sanidade e loucura, revelando o lado obscuro que existe em todos nós.
MCGINNIS Mindy. Uma Loucura Discreta. Plataforma21,2016,388p.

Grace Mae não é louca, mas passou por coisas que fariam qualquer um se tornar. Grávida, foi mandada para um asilo por seu pai, para que ficasse escondida da sociedade. Lá, ela vê coisas realmente perturbadoras, que marcam sua vida e a moldam de uma forma diferente.



No asilo, ela se fecha para preservar sua mente de toda a insanidade que a cerca, mas, em determinado momento, ela acaba agindo com violência e vai parar no porão, como uma forma de castigo. É aí que seu destino muda, e ela conhece Falsteed, um ser das trevas, que a ajuda a sair daquele lugar com o Dr. Thornhollow.

"Todos eles tinham seus terrores, mas pelo menos as aranhas que viviam nas veias da garota nova eram imaginárias. Grace aprendera havia muito tempo que os verdadeiros terrores deste mundo eram as outras pessoas."

Dr. Thornhollow é um médico conhecido pela cirurgias que faz em pessoas loucas. Essas cirurgias deixam as pessoas mais calmas, mas também sem personalidade alguma. Além disso, ele é um investigador, ajuda a polícia em casos de assassinato. Ele é muito inteligente e analisa muito bem as cenas, ligando fatos, conseguindo desvendar muitos mistérios.



Grace é muito bonita, inteligente e observadora, também. Ela consegue memorizar muito bem pequenas coisas que vê nas cenas de crime, algumas coisas que o próprio Dr. Thornhollow deixa passar. Assim, os dois formam uma bela dupla, em busca de um pouco de justiça.

- Eu vejo o sangue e penso na pessoa que o está vertendo, ao passo que a sua mente está focada somente em quem o derramou. Meus pensamentos se concentram nas pessoas, e os seus, no quebra-cabeça.
- E é exatamente por isso que eu preciso de você.

O machismo da época é muito evidente nesta obra, pois se o marido diz que sua esposa é louca, todos passam a acreditar, e, com apenas uma assinatura, uma mulher vai parar num asilo.



Sifilíticos também vão para esses asilos, pois, na época, os tratamentos não eram tão eficazes como são hoje, então,  eles eram isolados juntamente com os loucos.

Alguns personagens são muito interessantes, como Heedson e Croomes. Eles trabalham no asilo e são muito maus, não tem piedade nenhuma com os pacientes. Às vezes, parecia que eles, sim, eram os insanos no local.




Lizzie e Nell também me chamaram muita atenção: uma é sifilítica, e a outra diz que há um barbante próximo de sua orelha, que conta tudo o que acontece no asilo. Elas viraram amigas de Grace quando ela foi para o asilo de Ohio, e são muito espertas! Tem tantos personagens na história, que não dá pra mencionar todos. Mas posso dizer que a autora fez um bom trabalho ao moldar a personalidade de cada um.



A escrita de Mindy McGinnis é muito envolvente, leva-nos além, não dá vontade de parar de ler. O livro é consideravelmente extenso, possui 388 páginas, mas dá pra ler rapidinho!

Mesmo não sendo um terror explícito, tem lado psicológico bem interessante, e quando as investigações começam, parece uma aventura de Sherlock Holmes, só que com um pouco mais de loucura ao redor!
Thuanne Souza
Thuanne Souza

Paulista, 22 anos, assistente administrativa e estudante de Farmácia ❤ Sempre tentando ser alguém melhor e seguindo o lema “levo a vida devagar pra não faltar amor”. Apaixonada por músicas (principalmente as nacionais) e livros. Aprendendo a gostar de outros gêneros, além dos romances clichês.

10 comentários:

  1. Thuanne!
    Parece um tremendo thriller policial que agrega, além das descobertas dos assassinatos, as instituições que abrigavam tanto os 'loucos', como aqueles que a sociedade não consegue encaixá-los ou curá-los.
    Gosto de livros no estilo porque mostram como não havia preparação para conviver com o diferente.
    E não precisa voltar para um tempo tão distante, em outro século, há uns 25 anos atrás, quando estagiei em uma dessas clínicas psiquiátricas, pude ver muitos alcoólatras internados como se fossem 'loucos'.
    Bom final de semana!
    “A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova.” (Leon Tolstoi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thuanne!
    Premissa um tanto quanto interessante ao abordar essa questão das loucuras e de como essas questões eram tratadas na época em que o livro se passa, bem opressiva e machista mesmo só pelos seus comentários. Ainda que não seja realmente um terror, porém, não é um enredo que me atraia a ponto de fazer a leitura já que thriller psicológicos também não são muito o meu estilo em geral; o único que li parecido com o gênero até hoje, se bem me lembro, foi Deslembrança, da Cat Patrick, mas mesmo ele ainda fora um pouco mais leve, acho. Enfim, de qualquer forma, é uma temática interessante para saber mais sobre a situação antigamente e ainda ter um enredo propriamente investigativo por desvendar, o que até me deixa curiosa, mas não me atrai de todo. Quem sabe um dia não decida ler, de repente? De qualquer forma, valeu a dica. ;) As fotos ficaram lindas demais!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  3. Incrível essa historia!!!!
    Achei tudo bem elaborado me pareceu que nessa historia as coisas devem acontecer o mais breve possível, nunca imaginei uma historia assim e com certeza adorei tudo que li aqui a respeito, uma historia que envolve varias coisas ao mesmo tempo.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro esta na minha listinha de compras. Nossa que machismo interná-la só porque esta grávida, já li sobre isso que muitos familiares internavam as pessoas porque eles a achavam diferente e pensavam que se corrigiriam sendo internadas, cada uma. Essa parte das investigações e dos mistérios deve prender o leitor querendo saber o desfecho.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a história do livro!! Gosto muito de livros desse estilo que envolve um pouco de suspense e Thriller psicológico!! Fiquei bem interessada na obra!! Excelente indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Estou doida pra ler esse livro, curto muito investigação, thriller psicológico, a trama parece bem interessante e envolvente, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  7. Caraca, esse book me lembrou um pouco AHS, a terceira temporada e isso me chamou a atenção demais da conta!
    Já se tornou um dos meus desejados, espero ler em breve e saber muito mais a respeito dessa personagem.

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Caramba, desculpa a palavra mas caramba como os pais tem coragem de manda a propia filha para um manicomio gravida....fiquei pasma com isso mas essa historia me intriga que segredos são esses?? um misteiro...adorei a historia super interessante, colocarei na minha lista de desejados e de leitura também!!

    ResponderExcluir
  9. Sempre fico na curiosidade para desvendar o final, mostra um pouco da realidade daquela época de enviar a mulheres para locais ou lugares distante só porque ficou grávida para não mostrar a vergonha para a sociedade com isso no meu entender ele acaba ficando um pouco louca mais uma louca indiscreta e desvendar assassinatos rsrsrs fiquei intrigada para conhecer a história até o final.

    ResponderExcluir
  10. eu estou louca para ler esse livro eu acho interessante a trama se passar dentro de um asilo, que até hoje é quase um território proibido
    e imaginar não só a questão do machismo de dizer ela é louca, mas isso também acontecia com os homoafetivos e as pessoas "decepcionavam" a familia queria ser ator? está louco interna e a lista continua...

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.