Anjo Negro - Mallerey Cálgara

Sinopse: Na antiga Londres do Séc. XVII rondava um boato que as ruas noturnas eram tomadas por seres devoradores de almas, os Parasitas, e que os Potestades tinham o dever de colher essas almas e encaminhá-las para o descanso. Para cada dez mil almas recolhidas uma era resgatada do Umbral. Poucas pessoas conseguiam ver esses seres, apenas aquelas que possuíam um poder espiritual altíssimo e, dentre elas, estava alguém que teve a sua humilde vida transformada, quando não acreditou nos boatos e passou a circular à noite nas ruas da cidade. (Skoob)
CÁLGARA, Mallerey. Anjo Negro. Novo Século, 2011. 207 p.


Darian nasceu numa época em que a peste negra tomava a Europa, e a quantidade de mortes era assoladora. Filho de um médico com um anjo que se tornou humana por ir contra as regras divinas e ter se apaixonado, o garoto tinha passagem livre pelos dois mundos. Sua mãe se suicidou quando ele ainda era garoto, o que deixou aos homens e aos anjos entristecidos. Essa alma não poderia ser salva, e precisava sofrer das dores do suicídio pelo tempo que sua vida deveria durar.

Seres de outro mundo, invisíveis aos olhos humanos ou na pele de um comum, habitavam também a Terra. Enquanto os Potestades auxiliavam as almas e as encaminhavam ao descanso, também eram incumbidos de mandar os devoradores de almas, Parasitas, de volta ao lugar de onde nunca deveriam ter saído. E quando Darian tem contato com esse mundo oculto, recebe uma proposta do Arcanjo Gabriel: auxiliar dez mil almas, e oferecer um alívio à pena de sua mãe.

Mas Gabriel não era o único a oferecer um acordo a Darian. Iblis, o senhor dos infernos, diz que se essas almas forem entregues a ele e Darian assumir sua natureza como um Anjo Negro, sua mãe seria salva. Para tentar ajudar sua mãe, Darian parte em sua jornada, contando sempre com Hadji, seu anjo da guarda.

"- Ora! Ora! Ora! Veja só quem eu encontrei!
- Pai? O que você está fazendo aqui? Estava pensando no senhor e em casa...
- Não se iluda Darian, não é seu pai - disse Hadji, com voz firme.
- Hã? então quem é?
[...]
- Eu posso fazer com que você veja sua mãe pela eternidade, ou pela dela, tanto faz!
- Como?
- Apenas aceitando o que você é, um anjo negro. [...] Dê todas as almas recolhidas nessa caixa para Cérbelo, o cão de três cabeças que vigia a porta do inferno, em troca da alma de sua mãe. Apenas dez mil almas simples, comuns, por uma especial, uma troca justa."
 
Com uma narrativa envolvente e um enredo bem construído, Mallerey Cálgara fez de Anjo Negro uma ótima leitura. A história bem ambientada, mostrava as imagens de uma Inglaterra antiga, inclusive com nomes condizentes para os personagens. Conseguia até imaginá-los em vestimentas antigas, o que contou muito a favor da obra. Um detalhe que estranhei foi que algumas vezes a narrativa mudava para o tom de um diário, onde os personagens faziam observações próprias sobre os fatos e sentimentos, mas apenas a mudança abrupta incomodou, esse tipo de narração ajudou também a ficar mais próxima dos personagens. Além disso, me deparei algumas vezes com termos usados pelos personagens que eram inadequados à epoca, o que tirou um pouquinho do brilho da ambientação.

O aspecto que mais fundamentou toda a obra, em minha visão particular, foi a mistura de crenças. Um pouco de mitologia, um pouco de cristianismo, e muito de espiritismo. Os anjos, principalmente a citação de Gabriel, mostravam conceitos católicos; os infernos pareceram incrivelmente mitológicos, com o barqueiro do inferno e Cérbero, o cão de três cabeças que servia como guardião, que também foram citados em O Ladrão de Raios, da série Percy Jackson; o umbral e a colônia são nitidamente conceitos espíritas, que podem ser vistos mais claramente no livro e no filme Nosso lar. Essa mistura, entretanto, não se contrapôs durante a história, e ainda permitiu que essa fosse mais complexa e bem desenvolvida.

Os personagens foram bem construídos e colocados, inclusive com capítulos específicos para citar como cada um apareceu na vida de Darian. O próprio protagonista mostrava suas forças e seus anseios desde o início, sua humanidade, e não foi tão facilmente que aceitou todo o mundo oculto com o qual se deparava, o que deu mais credibilidade a tudo. O amor despertado foi fofo e puro, dava para ver os olhos brilharem... só achei um pouco fraca a argumentação de como se desenvolveu esse sentimento, já que pareceu ter surgido do meio do nada.

Além disso, o mistério sobre o anjo negro ficou um pouco de escanteio durante o andamento do livro, o que deixou o andamento da história meio vago, já que acreditei ser esse o ponto central da mesma. Enquanto isso acontecia, mostrou-se muitos casos de como Darian ajudava as almas perdidas, contando detalhes de vários deles, o que pode ter deixado o livro repetitivo por alguns momentos.

Para mim, infelizmente, não funcionou. Foi uma leitura agradável, que tratava de vários assuntos que me interessam, mas não foi muito além disso. Não me empolguei com a história a ponto de querer ler mais e mais, e o final, que imagino ter sido colocado da maneira que foi para deixar qualquer leitor morrendo de curiosidade, só me deixou com pena de Darian, mas sem vontade de ler a continuação. Talvez no momento em que o li não estivesse no clima para algo do tipo, mas é importante ressaltar que vários leitores adoraram o livro e que a leitura pode passar impressões diferentes para cada um.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

20 comentários:

  1. Ei Ju *--*
    Realmente, às vezes tem livros que não funcionam para a gente. Talvez seja o momento, o que pode passar diferentes pontos de vista para cada leitor. Concordo com você!
    Muito obrigada pelos parabéns, então aproveito e também deixo aqui os meus parabéns à você e ao seu blog. Que venham também muito anos para o Conjunto da Obra. Muito sucesso e muitas leituras maravilhosas!

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Julia, tenho vontade de ler este livro, que pena que não se envolveu na história. Adoro livros polêmicos e isso me lembra Pacto Secreto, um livro que amei demais e me tirou uma profunda reflexão sobre o Céu e o Inferno...
    Beijos e parabéns pela resenha, flor!

    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  3. Oii Julia!

    Esse livro não me atrai... :s
    E não curti muito esse fato da mistura de crenças.
    Se você não se empolgou, então acho que eu também não vou gostar muito...
    Principalmente agora que a recém terminei de ler Beijada por um anjo 5. Preciso dar um tempo de anjos... hehehe

    Beijooo! Bom domingo! \o/

    ResponderExcluir
  4. Oi Julia!
    Achei interessantíssima essa questão das diferentes crenças aliadas para melhor desenvolver a história. Parece ser uma boa leitura, ainda que tenha seus pontos fracos. Achei uma pena essa questão da argumentação do romance e da ambientação.
    Já tive mais vontade de fazer a leitura, mas acho que agora estou mais seletiva por ter muitos livros na fila. Então não é nem questão de julgar o livro sem lê-lo, é só que não sou muito fã de sobrenatural e não teria porque adicionar mais um a minha lista nesse momento, já que não é nem meu gênero favorito.
    Gostei bastante da resenha!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Acho essa capa MUITO linda e eu tinha sinceramente adorado a sinopse, lembro que a li algum tempo atrás e fiquei louca pelo livro, mas a sua resenha me desanimou um pouco...
    Não gosto muito de mudanças na narração e acho que esse negocio de eles se referirem a coisas que não condizem a sua época, uma grande falha...
    Ainda estou um pouco curiosa quanto a história, mas...
    Adorei a resenha, acho muito importante expressar a opinião verdadeira quanto ao livro =)

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha! É a terceira que leio desse livro, e continuo querendo ler logo! rs

    Aaah tem promoção nova lá no blog!!!

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Hum, eu até tinha vontade de ler o livro, mas depois de algumas resenhas desanimei. Pra mim a linguagem precisa ser muito fiel a época que a autora escolhe para ambientar o romance, caso contrário não rola aquela química rs
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Julia,
    Particularmente falando, não sou muito chegada em histórias que envolvam conceitos de eternidade, morte, céu, inferno e crenças místicas em geral. Acredito que a vida seja aqui e agora e costumo estender isso para as minhas leituras.
    No geral, "Anjo Negro" não despertou minha atenção, mas não gosto de subestimar obras por pré-julgamentos, então posso facilmente me surpreender. Ou não tão facilmente assim. hahaha

    Beijo!
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  9. Já li alguns livros sobre anjos e talz, não sei se leria esse viu, ainda mais com sua conclusão final, mas enfim, se eu ver ele por aí, talvez compre sim e leia ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Acho que esse livro deve ser bem interessante, a capa também é diferente e já dá uma curiosidade.
    Já seguindo o blog!!! Convido para seguir:
    eternamente-princesa.blogspot.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Julia!
    Não me interessei muito pelo livro, acho que é porque estou lendo um livro sobre anjos no momento ("Sobrenatural") então estou a fim de variar um pouco de tema ^^

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Olá, Julia!
    Uma pena que não achou a leitura deste livro muito proveitosa, mas após ler aqui o seu ponto de vista, não acho que também me surpreenderia com a história. Mas, espero estar enganada se eu tiver uma oportunidade de ler algum dia.
    Tenha uma ótima semana!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  13. Ei Julia,

    Não tenho muita vontade de ler, lendo sua resenha vi mesmo que não me conquistaria muito. Mas a premissa da peste negra e a ambientação da historia eu achei bem interessante.

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Bacana sua resenha! Gostei da sinceridade :)
    Em breve irei ler este livro. Vamos ver né?!
    Beijos

    Promoção: Escolha a capa do novo livro do autor Maurício Gomyde. Sortearemos 20 boxes com os 3 livros do autor. Participe! http://migre.me/8ZchS

    ResponderExcluir
  15. Oi Julia,
    Estou participando do book tour desse livro, póis já tem um tempo que quero ler esse livro ^^
    Gostei bastante da sua sinceridade, gosto de livro que me deixa aquele vontade ler mais e mais, vamos ver o que acontece nesse.

    Beijos
    Boa semana
    Mari - Blog Stories And Advic
    http://marifriend.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Me deixou com MUITA , mas MUITA, vontade de ler. Adoro tuas resenhas, são muito bem feitas =D
    Voltei pro mundo dos blogs ^^

    Beijão
    Bruna Reis
    http://desbravandohistorias.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá querida :D
    Poxa, uma pena que a leitura não tenha funcionado tão bem pra você :/ Ultimamente eu tenho lido uns livros ruinzinhos também, me desanima tanto '-' UAHSUAHUSAHS Ótima resenha. Eu tenho vontade de ler esse livro, mas nem tanto, sei lá :~

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  18. Que pena que não deixou você com vontade de ler a continuação. Espero ler um dia.

    Beijos.

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Julia =D
    Achei bem interessante. Não sabia ao certo o que esperar desse livro.
    Obrigada pela resenha, eu tinha curiosidade sobre esse livro, mas acho que agora vai ficar um pouco de lado.

    Beijos
    -glowofthemoonlight-

    ResponderExcluir
  20. Não é o tipo de livro que eu costumo ler, mas eu achei interessante. A resenha ficou bem legal :)))
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.