Terra Ardente - Janice Diniz

Sinopse: Karen tem má fama na cidade. Envolvida com corridas de cavalo, dívidas que podem levá-la à falência e uma vida afetiva que segue a regra dos três encontros e nunca mais, ela não pode fracassar. No seu encalço, dois fazendeiros ambicionando tomarem-lhe a propriedade. Com a vida em risco e sozinha num lugar hostil, ela tenta sobreviver e cuidar da avó e do filho. Se for preciso, seduzirá o delegado de polícia de Matarana para protegê-la – um caubói da lei que se comporta como um xerife durão do velho-oeste americano. Mas Karen não é a única mulher em apuros. A jornalista Nova Monteiro investiga um latifundiário suspeito de aliciar trabalhadores. Abandonou o sudeste para ficar ao lado do homem que ama desde a infância. Um amor que tem tudo para não se concretizar. O que Nova não sabe, porém, é que, segundo boatos, a chuva de cinzas na estação do estio não é somente das queimadas, mas também dos corpos dos forasteiros que se metem com os poderosos da região. Assim, ela faz duas descobertas: que luta pela causa errada e que o amor verdadeiro é um sentimento bruto que pode nascer do medo. Matarana, a cidade das aparências, onde nem sempre o mocinho é bom e o vilão, mau. Um romance country contemporâneo com mulheres fortes, homens destemidos, pistoleiros, matadores de aluguel e paixões devastadoras. A humanidade posta à prova em situações-limite. (Skoob)
DINIZ, Janice. Terra Ardente. Matarana #1. Independente, 2011. 286 p.


Matarana é uma cidade localizada no cerrado brasileiro, com terras muito produtivas nas mãos de poucos latifundiários. O clima quente e as estações peculiares da região centro-oeste, junto à guerra silenciosa e cotidiana pelo poder e pela sobrevivência, faz com que os que vivem no lugar, todos forasteiros, tenham que aprender ao seu próprio modo maneiras de se defender.

Karen, por exemplo, não é exatamente o que se pode chamar de mulher decente. Com um filho de 15 anos e amante do segundo homem mais rico da região, Thales Dolejal, em virtude de negócios, deixa-se governar apenas por seus impulsos, inclusive quando eles a levam a "enfeitar" a cabeça desse homem. Um caubói em pele de mulher, não admite perder para homem, mas sabe que seria considerada um canalha se fosse de outro sexo. Por essas razões, aceita bem a denominação que recebeu de "vaca-louca".

Nova, por sua vez, enterrou a carreira jornalística que tinha em Belo Horizonte e deixou tudo para trás para não sair do lado do homem que amava, Doutor Cristiano. Mas quem pensa que o veio acompanhando como sua mulher não poderia se enganar mais. Ele a olhava apenas como amigo, e o medo de o perder, de uma maneira ou de outra, a deixava resignada com a sorte que tinha. O medo era, por mais irônico que pareça, o que movia sua vida.

E a partir da vida que levam essas duas mulheres intrinca-se uma teia de outros personagens tão complexos quanto, como Rodrigo, o delegado de polícia viúvo e charmoso, que vive com sua irmã Valéria e sua sobrinha Sabrina; Franco, o diabo-loiro capanga de Dolejal, que tem pouco mais de vinte anos, mas uma frieza rara; Mendes, Coronel Marau, Lucas, Bronson, e vários outros que desempenham papéis fundamentais nessa história.


"[...] Quem gostava de meter a mão numa colméia: tinha Karen. Não duvidava que tivesse ido à fazenda para atirar em Dolejal. E também não duvidava que se ele soubesse que ela o faria, jamais teria ido a leilão algum. Estaria lá, à espera. Que tipo de amor havia entre eles? Parecia mais com orgulho, com uma queda-de-braço. O primeiro que precisasse do outro: perdia." (pág. 67)


Talvez a melhor maneira de definir a forma como a narrativa de Janice Diniz se desenha em Terra Ardente seja pelas características da própria Matarana: árida, ríspida e seca, sem economizar na língua afiada que se vê nos moradores, na ironia por trás de cada palavra, e quente; pegando fogo, como as queimadas frequentes naquela terra. E é por essa intensidade colocada em cada vírgula da história que não se torna possível deixar de se envolver.

Um faroeste diferente e cativante, com a medida exata de ação, mistérios e romance. Janice conseguiu montar toda a obra com pausas nos pontos certos, que nos deixam ansiando por mais o tempo todo. Narrado em terceira pessoa, permite conhecer mais a fundo cada personagem. E mesmo quando a narrativa leva por um caminho totalmente diferente do que se espera e se imagina, é possível se flagrar diversas vezes com um sorriso bobo ou apaixonado no rosto.

Eu odiei profundamente cada personagem. E os amei ainda de maneira ainda mais impetuosa. Porque por trás de cada máscara que eles ergueram para tentarem se proteger dos mais fortes, talvez até de si mesmos, havia uma humanidade infinita, que tornava a todos belos e apaixonantes. Esse contraste tão bem delineado pela escrita da autora foi uma surpresa maravilhosa, principalmente porque ela criou, por meio de suas palavras, humanos: com momentos de força e fraqueza, de amor e ódio, de acertos e erros.

E surpreendo a mim mesma dizendo isso, mas eu já ficaria satisfeita se a série se resumisse a esse livro, pois ele foi tão perfeito e significativo que dispensaria continuação. Mas esta existirá e, claro, há pontas soltas a serem resolvidas. Então só posso torcer para que Céu Chamas venha logo e ainda melhor que o primeiro, para matar saudades de todos os caubóis que me deslumbraram. Para os que não leram, estão esperando o quê?

~~*~~*~~

E para os que comentarem na resenha, farei sorteio de um marcador, como este.

Só peço para deixarem um endereço de e-mail ou twitter para que possa entrar em contato, ok?


Agradeço à Janice Diniz por me permitir participar do book tour.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

20 comentários:

  1. Ju, que resenha incrível!
    Também, um livro incrível pede por uma resenha assim, né?
    Você descreveu perfeitamente a narrativa da Janice, e eu também a achei extremamente ligada ao cenário do livro. É o máximo!
    Os personagens são contraditórios mesmo, e extremamente humanos.
    Enfim, a Janice fez um trabalho maravilhoso com esse livro e mal posso esperar pela continuação!
    Parabéns por sua resenha, ficou maravilhosa!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Ain o livro é bom mesmo, né?
    Estou louca pela continuação.


    Beijo,
    Lariane - Leituras & Devaneios

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser muito bom mesmo, eu já achava isso quando vi a postagem que vcê disse estar lendo, querooo ler tbm agora!
    Twitter: @palomaviricio
    Beijinhos!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Julia,

    Comentar após ler uma resenha como a sua é muito difícil...rs Primeiro, porque ela está muito bem escrita. Adorei o seu texto! Segundo, bem, o que dizer? Você descreveu exatamente o que é Terra Ardente e o seu envolvimento com a história me deixou - como você mesma mencionou, com um sorriso bobo no rosto. Fiquei muito feliz em tê-la no book tour!É o tipo de parceria que quero para a série inteira, e depois também! :D

    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Oi Julia!
    Já tinha ouvido falar desse livro em outros blogs e ele parece ser ótimo mesmo! Todas que resenharam falaram super bem, como você. Quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros
    @jardimdelivros

    ResponderExcluir
  6. A forma como a Janice constrói os personagens realmente causa essa dualidade (amor/ódio) na medida certa.

    Torcendo para que a continuação seja lançada em breve :^

    Apaixonada por Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá!!

    Na primeira vez que vi a capa desse livro, não fiquei nem um pouco com vontade de lê-lo... ainda mais por causa do tema.

    Mas todas as resenhas que vejo sobre ele falam super bem da obra, que me despertou até curiosidade em conhecer o livro.

    Muito divertido participar de Book Tour, né?!

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha, e esse livro parece ter uma estória encantadora. Mal posso esperar para ler.
    Seguindo aqui já, siga o Sook também.
    Tenha uma ótima quinta!

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Essa não é a primeira resenha positiva que leio deste livro e isso só aumenta minha curiosidade.
    Esta capa é maravilhosa!!

    vanessapereira04@hotmail.com
    @nessapereirapoa

    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto esse livro em alguns blogs mas ainda não tinha lido uma resenha e nem sabia que seria uma série, achei super legal.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  11. Nunca li um livro desse jeito
    E isso me deixa bastante curiosa
    Pois parece ser muito bom

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá.
    Adorei sua resenha. Eu vi ótimas resenhas para esse livro, estou super a fim de ler, mas infelizmente ainda não tive a oportunidade. Agora quero ler mais do que tudo, ain ain *-* Adorei.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    @thisadorable

    ResponderExcluir
  13. Nossa um monte de gente falando do livro! Menina vc gostou ou odiou as personagens?? kkk, adorei resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Ju!
    Não é de hoje que eu estou com vontade de ler esse livro. Mas acho que foi a primeira resenha mais detalhada que li dele.
    Gosto quando a gente fica nessa relação de amor e ódio com os personagens, e acho que isso acontece quando um autor consegue estrutura-los do jeito certo, tornando-os humanos, como você disse.
    Imagino o quanto esse livro pega fogo mesmo!
    Mas agora eu não sabia que era uma série. :O Desanimei, ein?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  15. Ju,
    Acho que as melhores resenhas são aquelas de quando gostamos do livro, e tenho a impressão de que você realmente se sentiu cativada pela intensidade de "Terra Ardente". A propósito, não esperava, antes de ler sua resenha, que também eu me interessasse tanto pela premissa desse livro de personagens aparentemente fortes e extremas, como a terra em que vivem.
    Lembrou-me, a propósito, de "Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios", de um brasileiro, o Marçal Aquino, que tem uma linguagem muito impetuosa e um amor maravilhosamente palpável, vulgar, principalmente verdadeiro. Se estiver buscando por uma leitura como esta, recomendo.
    Adorei o jogo de palavras na sua resenha, muito!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Hey! Nunca li nada sobre caubóis, faroeste, mas amei a ideia de ler um enredo como em Terra Ardente *O* Legal a narrativa ser em terceira pessoa e a autora explorar vários personagens, me vi gostando disso quando li outro livro com essa característica o/ Espero lê-lo um dia :X

    Beijos ><
    Meu outro lado
    Twitter: @jeniyara

    ResponderExcluir
  17. Oie Julia =D

    Até hoje só li resenhas positivas a respeito deste livro. Já li algumas coisas que se passam em fazenda, mas nada tão focada no faroeste como esse livro parece ser.

    Tenho um certa curiosidade, até por que todo mundo fala muito bem dele *-*

    Ótima resenha!!

    bjus;***

    anereis

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  18. Oii Julia!
    Nossa esse livro parece ser bom mesmo, sua resenha me deixou ansiosa pra conhecer todos os personagens dessa história! Espero ter a oportunidade de lê-lo algum dia! *o*
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  19. Tenho muita vontade de ler este livro, ele aparenta ser ótimo mesmo e a sua resenha me deixou ainda mais ansiosa para lê-lo. Adorei a resenha, ela ficou ótima.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Ju,
    achei bem interessante o livro! amei sua resenha :)
    beijos,
    Letícia - http://maniareading.blogspot.com.br/
    @ceudeletras
    letiiciaandrade@gmail.com

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.