Pão de Mel - Rachel Cohn

Sinopse: Depois de ser expulsa do colégio interno, a selvagem, obstinada e viciada em café Cyd Charisse volta a São Francisco para viver com a mãe e o padrasto. Mas para ela, não há como sobreviver neste lar imaculado: Cyd quer ser livre, e não se importa em quebrar as regras. Mas quando sua rebeldia sai do controle, seus pais a despacham para Nova York para passar o verão com seu pai biológico, Frank. O que ela não esperava era que o verão na cidade não corresse como ela planejara - e Cyd está longe de ser o que a nova família imaginava. (Skoob)
COHN, Rachel. Pão de Mel. Galera Record, 2008. 226 p.


Após ter sido expulsa do colégio interno ao ser pega dando "uns amassos" em seu agora ex-namorado, Cyd Charisse reconstruiu uma rotina relativamente confortável em São Francisco, ao lado de seus pais e seus irmãos. Por causa de algumas confusões e da consequente fama de rebelde, tinha uma relação bastante complicada com sua mãe, Nancy, e era chamada de "arruaceira em recuperação" por seu padrasto Sid, mas até que estava sendo uma boa garota. Se o fato de estar fugindo à noite para ficar com seu namorado, Siri, encobrir as investidas da irmã à geladeira na madrugada e algumas outras coisinhas fossem relevadas, ela estava mesmo sendo uma boa garota.

Precisando prestar serviços comunitários em um asilo por causa de algumas de suas confusões, Cyd conhece uma grande amiga, Pão Doce, uma senhora muito inteligente moradora do lugar. Só que, quando Cyd resolve enrolar o motorista da família e passar a noite na casa de Siri sem permissão, fazendo um luau com ele, Wallace - irmão de Siri - e a namorada, Nancy perde a paciência e a coloca de castigo.

Esse castigo, entretanto, torna a vida da família insuportável. Não que Cyd estivesse aprontando, pelo contrário, mas o silêncio em que ela passou a viver era mais perturbador do que qualquer travessura que fizesse. Por causa disso, Nancy resolve mandá-la para Nova York para conhecer melhor seu pai e passar um tempo com ele, e é claro que sua boneca Pão de Mel não ficaria de fora dessa viagem.

"- Acha que ele tem saudades de mim? - perguntei.
- O que você acha, Cyd Charisse? - disse ela.
- Que tipo de resposta é essa? - perguntei.
- Mocinha, você está na cidade mais empolgante do mundo, deveria estar tendo todo o tipo de novas aventuras. Talvez a resposta que você não quer aceitar seja o que você já sabe. Às vezes é preciso perder uma pessoa para nos encontrarmos. Só assim é possível ter essa pessoa de volta. Faz sentido?
- Não, Mestre dos Magos - disse eu."

Pão de Mel, de Rachel Cohn, é narrado em primeira pessoa por Cyd Charisse, como se estivesse em uma conversa com uma amiga. É interessante esse tipo de narração por fugir do tradicional e, simultaneamente, conseguir abordar tantos assuntos e ideias da protagonista em poucas linhas, sem deixar algum detalhe importante passar, o que facilita a identificação com a protagonista.

Cyd Charisse é uma personagem diferente. Tem uma imaginação fértil ao extremo e isso a torna divertida, mas às vezes não há como não pensar que ela é meio lunática. Completamente viciada em cafeína, bastante impulsiva, e com os instintos sexuais aguçados, não há mesmo como não se meter em confusão. Só achei ruim que ela fosse tão rebelde sem causas, pois, mesmo tendo uma mãe meio mala, era perceptível que vivia em um lar cheio de atenção e carinho (e dinheiro, então, não faltava!). Outra coisa que ficou meio forçado para mim foi a ingenuidade de Cyd. Acho que seria improvável que alguém com as experiências que ela teve continuasse agindo e pensando inteiramente como uma criança, como ela fazia.

Mesmo assim, a história é boa. Eu ri muito e chorei um pouco também, e acho que, o livro que consegue fazer isso, demonstra profundidade. Todos os personagens foram bem construídos, apesar de alguns só aparecerem poucas vezes. Gostei de Siri, mas não me apaixonei por ele, até porque a relação deles foi pouco abordada. Alguns outros gatos pintaram na história, mas nenhum deles levou o coração de Cyd - e de quebra, o nosso também não. Achei o Danny - meio irmão de Cyd - muito legal, e espero que possamos conhecer um pouco mais dele e de lisBETH.

É um livro bastante divertido, mas que não deixa de lado tópicos polêmicos. Trata a vida como ela é, cheia de momentos, altos e baixos, medos e inseguranças, respeito e força para encarar os desafios e enfrentar os obstáculos. Agora é aguardar poder ler Siri, segundo volume da série.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

25 comentários:

  1. vou te ser sincera, nem li td com medo de spoiler, mas a verdade é q eu tô atras desse livro tem MTO tempo, mas pra comprar ta dificil e ngm troca cmg pelo skoob, pedi pra td mundo q tinha ele -.-
    mimimi
    espero ler logo!
    bjs

    TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
  2. Ei Julia,

    Eu tenho ele na estante, comprei pq todo mundo elogia muito a série. Mas confesso que até hoje não li rsrs. Tenho que comprar os próximos tbm aff :P

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Deve ser muito bom esse livro, gostaria muito de lê-lo.
    Adorei a tua resenha!

    Bjs...
    http://assuntosobrelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Julia!
    Sei lá porque, eu achava que esse livro era brasileiro, mas agora pelos nomes dos personagens acho que não é... né?
    O livro parece ser muito legal, ás vezes é bom ler uns livros com histórias mais "reais" (sem sobrenatural).
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Acho muito legal esta capa!!
    O livro parece ser realmente diferente de muitos que eu ja li, fiquei curiosa para ler!!
    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Julia!
    Tenho bastante vontade de ler o livro por ser divertido e por tocar em assuntos mais polêmicos e tal, deve ser uma boa história!
    Acho que eu me irritaria um pouco com a protagonista hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ju!
    Eu adoro esse livro <3
    Desde a capa ao conteúdo!
    A Cyd realmente tem a imaginação fértil, mas tive uma afeição por ela muito grande desde o começo. Mesmo com toda sua rebeldia.

    O mais legal de tudo é a gente pegar o livro e descobrir no meio da leitura o porquê do nome hehe

    bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Julia! :D
    Ahh, eu já estava querendo comprar esse livro há um tempo atrás, mas sua resenha me convenceu totalmente. Gostei muito dos detalhes que você abordou, e não vejo a hora de poder ler. *-*
    Com certeza estará entre minhas próximas compras. :D

    Beijos,
    april-1993.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Faz um bom tempo que estou bem curiosa em relação a esse livro. Gostei bastante de saber que Cyd Charisse é uma personagem diferente, e que o livro é divertido e ao mesmo tempo mostra profundidade. Enfim, adorei sua resenha, ficou ótima :D

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  10. Oi, Juu! Tudo bem?

    Assim como algum pessoal que comentou, tenho vontade de ler isso livro há um boooooooom tempo, mas é meio difícil de encontrá-lo. Acho que está se tornando uma raridade, rs.

    Gostei da sua resenha, dos pontos ressaltados e até me surpreendi com o fato de que a Cyd seja doidinha dessa forma, por assim dizer. Parece divertido.

    Beijos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  11. Ei Julia!

    Concordo com você!
    Fica difícil entender a imaturidade da Cyd depois de tudo que ela passou.

    Ainda quero ver Siri!

    Bjins

    ResponderExcluir
  12. Oi Julia! :)

    Já tem um tempo que eu to querendo ler esse livro, mas li poucas resenhas e não sabia direito do que se tratava.
    Mas parabéns pela resenha, realmente me fez vontade de ler. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da sua resenha!
    Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro, mas já vi várias pessoas comentando coisas maravilhosas sobre ele!
    Gosto de livros divertidos, um dos motivos que eu tenho curiosidade de ler esse livro, e pelo o que vc disse a protagonista parece ser bastante divertida!
    Adorei o blog!
    Bjs, Emmy
    Literary World
    http://www.literatura-emmy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Você me fez lembrar deste livro no fundo da minha memória. Já vi resenha dele há muito tempo, e lembro-me que havia ficado interessada.

    Ao ler sua resenha relembrei e novamente fiquei com vontade de ler ele!
    A história parece ser bem legal, e a personagem também, pelo que você disse.

    Beijos e parabéns pela resenha!
    Bia | www.livroseatitudes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oie ^^

    O livro parece ser bem divertido mesmo. Não tinha ouvido falar dele ainda, mas fiquei bem interessada.

    Ótima resenha Julia!

    bjus


    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. Oi Julia.
    O livro parece ser bem divertido e esse foi um dos motivos dele ter chamado a minha atenção, o outro foi de tratar de assuntos polêmicos,mas tenho certeza que a protagonista não me agradaria devido ao exagero de sua rebeldia.Ainda assim é um livro que eu leria.
    Ótima resenha.
    http://booksedesenhos.blogspot.com
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Ei Júlia *--*
    Também achei que esse livro era brasileiro, mas vi que não é O.o' Gostei bastante da resenha, acho que um livro assim é bom para sair da rotina sobrenatural que eu estou seguindo por enquanto... (Os vampiros não saem do meu pé... kkkkkk')

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Julia, adoro a Rachel Cohn! Gosto por que ela tem ideias diferentes, originais para escrever seus livros. As vezes meio sem noção, como pude ver pela resenha. Quantos anos a Cyd tem? Ela ainda fala com bonecas? Isso faz dela meio lunatica, mesmo, hauhau. Mas gostei, vai. Simpatizo muito coma a utora, vou aguardar a resenha de Siri. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Não tinha visto esse livro, mas pela critica parecer ser espetacular....

    Philip Rangel
    Entrando Numa Fria

    ResponderExcluir
  20. Oii Ju *-*
    Poxa, eu morroooo de evontade de ler esse livro! Não imaginava que era um livro profundo que fazia chorar, achava que era só um daqueles livros beem engraçados (como parece ser, mas com mais coisas)! Então, se tem essa dosezinha básica de profundidade que faz chorar, já pirei ainda mais por ele! haha *-*

    Beijos, Nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. HAHAHA
    parece ser bem divertido
    Lendo a resenha me fez lembrar minha época de ensino médio, que aconteciam coisas parecidas.

    Mas ainda bem que ninguém foi expulso HAHAHA

    beijos e bom domingo
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  22. esse livro a na minha lista =)

    http://himi-tsu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. ei Ju,
    ahhh, confesso: não vou muito com a cara desse livro. Não sei porque, mas não consigo me sentir atraída por ele. Espero que essa visão mude um dia. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  24. Já li algumas resenhas e confesso que estou bem curiosa sobre este livro. Mas não a ponto de passá-lo na frente dos outros desejados ;)

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Eu vejo algumas resenhas positivas, mas não fico com muita vontade de ler. Pelo menos ainda não.
    Mas é claro, que se o tivesse, leria!

    Beijos.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.