Dez formas de fazer um coração se derreter - Sarah MacLean

Sinopse: Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor. (Skoob)

Livro recebido em parceria com a editora
MACLEAN, Sarah. Dez formas de fazer um coração se derreter. Os números do amor #2. Editora Arqueiro, 2016. 352 p.


Romances de época sempre me agradaram e, embora em geral sejam histórias bobinhas e um pouco melosas, são ótimas formas de entretenimento. Quando a Editora Arqueiro lançou Nove regras a ignorar antes de se apaixonar, várias blogueiras que eu acompanho fizeram comentários empolgantes sobre o primeiro livro da série. Não tive oportunidade de ler o primeiro, mas isso não me impediu de solicitar o segundo em parceria com a Editora, e tenho certeza que valeu a pena.

Embora tenham tramas entrelaçadas, por contarem as histórias de três irmãos (Gabriel, Nicholas e Juliana), a leitura de cada livro da série Os números do amor pode ser feita de forma independente sem qualquer problema. Eu mesma fiz isso e percebi que a autora insere um panorama geral sobre o primeiro livro, acerca principalmente das relações familiares, para ambientar o leitor, apenas a ponto de não ser indispensável ler o livro anterior. Claro que, ao conhecer Gabriel e Callie, fiquei curiosa em ler a história deles, mas isso não teve grande peso na trama de Isabel e Nick.

Dez formas de fazer um coração se derreter, de Sarah MacLean, tem um enredo leve e divertido, e um romance capaz de inspirar corações apaixonados. É engraçado como as mocinhas dessas histórias tendem a ser fortes e totalmente fora dos padrões de sua época, mas cada uma ao seu modo, sem estagnar no lugar comum. Isabel, neste caso, é decidida e forte, com garra para lutar por si e por suas garotas, com sua vida, se necessário. Ao mesmo tempo, ao contrário de toda a força e confiança que demonstra, a personagem mantém alguma ingenuidade e inocência, além de ruborizar facilmente quando o assunto é Nick.

"O que havia naquela mulher, naquela casa, naquele lugar que o fazia querer ficar, quando em toda a sua vida a menor sugestão de comprometimento, de responsabilidade, ou mesmo a sutil ameaça de ficar muito tempo em um único lugar o fizera sair correndo para a próxima aventura?
Ele não ia deixá-la. Não até ter certeza de que todas as garotas estavam a salvo de qualquer que fosse o mal que enfrentassem."

O livro é todo narrado em terceira pessoa, mas se concentra nos protagonistas, o que permite compreender o que os demais personagens representam para o casal principal, sem se estender em análises psicológicas desnecessárias, que nem combinariam com o enredo. Essa concepção é interessante, pois todos os personagens secundários têm sua construção pelos olhos de Isabel e Nick, e eu gostei de conhecê-los de acordo com suas percepções, como se os sentimentos dos protagonistas moldassem o filtro pelo qual veríamos todos os demais. Adorei em especial Rock, Lara, Jane e James que, coincidência ou não, eram os mais próximos do casal.

Um dos aspectos mais divertidos do enredo são os trechos de uma matéria de revista inseridos no início de alguns capítulos, que lista as formas de conquistar um lorde, em contraposição com as ações de Isabel no decorrer do livro. Na maioria dos casos, sem querer, ela descumpria as regras e fazia totalmente o contrário do que seria "adequado". Em outros, ainda que de forma obtusa, ela conseguia o resultado esperado. Nada disso impediu que Nick se apaixonasse por ela, o que só mostra que não há regras para as questões do coração.

Dez formas de fazer um coração se derreter é uma leitura despretensiosa, perfeita para relaxar e suspirar, ideal para quem procura algo mais leve e romântico.


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

24 comentários:

  1. Oi, Ju!
    Esse livro é muito fofo, apesar de ter gostado bem mais do primeiro.
    Eu me lavava de rir com os trechos da revista e a Isabel fazendo tudo ao contrário.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá ainda quero ler com toda certeza porque só li comentários maravilhosas até hoje!!
    Até mais.

    ResponderExcluir
  3. Amo histórias de época mas geralmente não leio romances mas essa história parece fugir um pouco do clichê que conhecemos, gosto muito de personagens femininas fortes que vivem além de sua época, acho que se tiver oportunidade lerei.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju
    Acho que esta é uma das únicas séries de época que a arqueiro publicou que eu ainda não li, e sou bem curiosa.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii Ju!!
    Preciso começar ler o vol 1, tô super atrasada com minhas leituras, já fiquei doida pra ler este tbm, o enredo tá mto bom!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Ju!
    Adoro romances de época e se me fizerem rir, aí é que gosto mesmo.
    Não li ainda nenhum livro dessa série, mas quero muito.
    “A missão suprema do homem é saber o que precisa para ser homem.” (Immanuel Kant)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. eu adorei esse romance, a autora sabe como trabalhar a sua história com personagens fortes, autênticas e tão reais que só agregam ao romance em si
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju, sabe que pra mim Romance de Época é a coisa mais linda que existe? Nossa, como eu amo e sempre estou lendo um. Depois que ei conheci não larguei mais.
    Então, esse segundo livro é perfeito! Tinha lido o primeiro e esperei pelo segundo. E só sei dizer que esse me cativou muito e se tornou o meu favorito da serie, mesmo não tendo lançado o terceiro ainda. Gosto das personagens, sempre são fortes e fazem mesmo o que lhe convém. Já os gêmeos são lindos e apaixonantes, ate eu casaria com eles kkkkkk
    Super indico essa leitura, ate hoje penso nesse casal !
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Ju! Adoro um romance de época, ainda não li o primeiro livro dessa série, Nove regras a ignorar antes de se apaixonar, mas os dois já estão na lista de leitura, cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais ansiosa em começa logo a ler essa nova série da Sarah MacLean, amei O Clube dos Canalhas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Eu não fazia ideia de que os livros dessa série eram independentes, mesmo depois de ler várias resenhas sobre eles. De qualquer maneira, eu não sei se romances de época me agradam, uma vez que nunca li, mas morro de vontade. Acho que dez formas de fazer um coração se derreter pode ser uma boa pedida por ser um livro despretensioso. Quem sabe?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Sempre que leio resenhas de livros de época fico toda empolgada para ler, mas quando acontece de ter o livro na mão, não sei o que acontece mas perco a vontade ler rsrs tenho este sério bloqueio com histórico rsrs gostei super da resenha e adoro uma mocinha destemida e atrevida, mas são pequenas as chances de eu ler

    ResponderExcluir
  12. Quase não leio romances de época e não porque não gosto, mas falta oportunidade mesmo. Parece ser bem engraçado e tem uma personagem de fibra, muito determinada, faz coisas que uma dama da época não fazia, isso deixa o livro mais interessante.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ju!
    Nunca li nenhum romance de época mas tô interessadíssima em começar por essa série! Achei a Calpúrnia mais interessante que a Isabel, mas ainda assim gosto muito de mocinhas fortes, e imagino que vá gostar ainda mais pelo época em que o livro se passa.

    ResponderExcluir
  14. Oi, eu morro de vontade de ler esse livro, já que meu gênero preferido é romance de época ou histórico. Como eu li o primeiro livro dessa serie sei como a escrita da Sarah é prazerosa. Ansiosa para ler esse livro.
    bjs, vic

    ResponderExcluir
  15. Isabel Townsend parece ser uma mulher destemida e corajosa já que seu pai é um beberrão e mulherengo! Mas com a morte dele as coisas ficam mais complicadas, já que tem seu irmão menor!! Ainda bem que ela conhece o lorde Nicholas St. John, e juntos irão descobrir que ambos estavam errados sobre suas antigas convicções!! Ansiosa para ler!!

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li nada dessa autora mas fiquei com vontade depois da resenha!!!

    ResponderExcluir
  17. Estou muito curiosa em começar a ler esse trilogia que promete fortes emoções!! Adoro romances de época e esse sem dúvida chamou minha atenção.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  18. Sou fã de romances de época e essa trilogia me interessa muito. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros, mas espero começar a fazer isso em breve. Tenho lido resenhas e comentários sobre esse livro e só vejo elogios. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  19. Quero muito ler esse livro, mas antes quero ler o primeiro, pra começar a entender bem, mesmo um livro não precisando necessariamente um do outro, como você comentou...
    Bela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Não conhecia esse livro ainda, mas gostei muito da sinopse. Curto muito livros de romance, mesmo que eles sejam clichês ou tenham uma pitadinha de clichê. Mas fiquei super curiosa pela história e vou lê-la.

    ResponderExcluir
  21. Oi Ju,
    Sou fã da Sarah MacLean, no mês de setembro fiz uma maratona e terminei de ler a série O Clube dos Canalhas. Amei demais a forma como ela escreve, e como romance de época é meu gênero literário favorito é claro que vou querer ler essa nova trilogia, mas vou acabar deixando para o ano que vem, por que nesse ano vai faltar tempo hahaha
    Pois é, vi algumas comentários dizendo que o segundo volume não foi tão empolgante quanto o primeiro, mas eu gostei do enredo desse livro, estou ansiosa para ler. Esses cavalheiros tão perfeitos que só existe nos livros hahaha Já sei que vou suspirar pelo Nicholas, um mocinho lindo assim ninguém resiste.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Li o anterior e adorei cada irmão e dei boas risadas com Nick. E coitada de Isabel, hein, sempre sendo "apostada" nas mesas de jogos pelo próprio pai?! Apesar de sem querer sempre descumprir regras, não ser adequada a sociedade, torci muito por Isabel.

    ResponderExcluir
  23. Oi Ju.
    Eu quero muito ler esse livro, eu amei de paixão o primeiro e estou com ótimas expectativas para o segundo.
    Eu particularmente adoro quando há essa quebra de regras que a sociedade impõe, nosso mocinho já era um caso perdido com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Depois que li essa resenha,quero mais que tudo ganhar esse livro. Gente,boa sorte para todos(principalmente para mim kkkkkkkk),porque o livro parece ser incrível,para todos que leram a resenha sabe do que estou falando. A Ju deixou todos com vontade que eu sei,você escreveu maravilhosamente bem,parabéns! #Queromuito

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.