Enjaulado - Pedro Paulo Negrini


"[...] existe uma violência e um ódio que são permanentemente realimentados por causas que acontecem nas ruas, quando os bandidos enfrentam os policiais e por causas que acontecem nos presídios, quando os policiais humilham os bandidos. Há uma violência sem fim que volta a acontecer nas ruas, quando ambos novamente se encontram com ódios reaquecidos." (p. 90)

NEGRINI, Pedro P. Enjaulado: O amargo relato de um condenado pelo sistema penal. Rio de Janeiro: Gryphus, 2002.
 
 
Indicado pelo professor da cadeira de Direito Penal da Faculdade para que criássemos um olhar mais crítico sobre a execução de uma pena, fiz a leitura de Enjaulado rapidamente. É um livro diferente da maioria das obras que costumo ler que, mesmo quando trazem consigo uma base real e histórica, nem sempre me provocam a mesma reflexão como aconteceu neste caso. E, se querem saber, este livro derrubou por terra metade das minhas concepções sobre o Sistema Penal do Brasil.

Rogério foi preso e está ao encargo do Sistema Penitenciário brasileiro. O motivo de sua condenação até é superficialmente comentado no livro, mas não é este o enfoque da obra: ela, diferentemente, tenta mostrar como acontece o cumprimento da sentença após a condenação, sem inserir na narrativa qualquer juízo de valor, ao máximo imparcial. A própria narrativa é fria, sem recursos para causar simpatia ou antipatia, tentando apenas mostrar aquela realidade de forma objetiva.

Enjaulado, de Pedro Paulo Negrini, me surpreendeu, e não sei dizer se positiva ou negativamente. Àqueles que têm em mente que os estabelecimentos prisionais criam uma estrutura social à parte: estão certos. E chega a ir além disso: a falta de qualquer direito e dignidade para os que estão encarcerados cria uma confusão entre o que se pode conceituar “bom” ou “mau”, que reverbera do lado de fora das grades, nas ruas. Há crueldade de ambos os lados, há indiferença e frieza. E, tenho certeza, quaisquer que sejam os conceitos pré criados, ninguém pode passar uma leitura assim sem refletir sobre nossa sociedade.

De todo o livro, a conclusão que posso tirar, mesmo que alguns não concordem, é que não são necessárias novas leis; é necessário apenas que se cumpra o que já existe, dando ao preso a “ressocialização”, que é o objetivo de existirem prisões. Não me entendam mal: não é que eu às vezes não tenha pensamentos bem cruéis para alguns casos; mas como estudante de Direito, percebi que é necessário repensar um conceito que sempre combati, mas que também tomei por muitas vezes como certo: a generalização. Porque nem todos que se encontram na situação de presos foram fúteis ou cruéis, mas não há qualquer tipo de distinção quando estão lá dentro.

Pensei em não publicar esta resenha, mas acho que é interessante para aqueles que gostam de refletir e discutir sobre realidades que batem à porta todos os dias. Para os que pensam assim, a leitura se faz valiosa. Para distração, passar longe é uma ótima idéia ;)


Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

10 comentários:

  1. é interessante a premissa, mas não sei, é um tema até polêmico, eu por exemplo, descordo, acredito que sim que tenha que mudar muita coisa em sistema prisional falido como o nosso, porém concordo quando você diz que nem todos que estão lá dentro, foram cruéis sempre. é complicado. rs mas muito instigante com certeza =)

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju*
    Olha, eu leria este livro só se fosse pela faculdade mesmo, pq não é o tipo de assunto que me agrada. Mas parece interessante. Valeu a dica.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  3. Não me agrada, mas como sou curiosa pelo assunto eu leria com absoluta certeza! haaha
    O tema á pam-pam-pam. Adorei a resenha.
    Beijos ;*
    Clicando Livros
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie Ju
    Eu quase estudei Direito na faculdade, só não fui em frente porque o amor pela Farmácia e a área de saúde falou mais alto rs mas eu tenho fascínio em ler códigos, e tenho vários livros aqui de leis e códigos, obviamente todos desatualizados rs
    O livro despertou meu interesse, pois o sistema penitenciário brasileiro atual carece de muitas mudanças. Gostei da dica.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei muito interessada nesse livro. Eu gosto muito de ler, refletir e discutir sobre esse tipo de assunto e concordo com você que é preciso dar a oportunidade de "ressocialização" ao preso, pois o ideal seria que ele saísse da cadeia podendo de reintegrar a sociedade ao invés de ser marginalizado como é o que acontece na maioria dos casos.

    Bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Muito bacana sua resenha. Não conhecia esse livro, mas é bom ler algum livro que você pare, pense e reflita sobre isso. Gostei.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing.

    ResponderExcluir
  7. Oi Julia!
    Não sei se leria este livro.
    Na realidade, ele foge totalmente dos tipos de livro que costumo ler. No entanto, como sou curioso e gosto de ver certos assuntos de vários aspectos, provavelmente darei uma chance caso tenha oportunidade.
    Acredito que este livro seja muito indicado para quem cursa Direito. Mas no geral, pode ser uma boa leitura.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Fez muito bem e publicar mesmo, porque adoro novas dicas de livros e ainda mais como esse...diferente! Me interessei bastante, mas fiquei com nervoso somente por olhar para a capa, me causa falta de ar! Um bom livro com certeza, quero ler!
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  9. Oi Julia, tudo bem??
    Não conhecia o livro, e ainda não li nada do autor.Realmente parece um livro com uma historia mais complexa, e algo que parece trazer uma reflexão, acharia super interessante realizar a leitura de algo do gênero, apesar de não ter nenhum conhecimento sobre o tema.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá Julia,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog...achei interessante, uma leitura diferente com certeza, mas que nos traz a realidade das coisas...boa dica....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.