Retratos de uma vida - Naty Rangel

Sinopse: A nossa vida é feita de flashes. E fazemos uma coleção deles: bons, ruins, inesquecíveis e inesperados. E não é diferente para Jennifer, uma jovem aspirante a fotógrafa que sonhava em trabalhar para a maior revista do país. Só que alguns de seus registros não foram nada bons. A perda dos pais num acidente de carro, e a traição de um namorado com sua melhor amiga na adolescência, traumatizaram. Mas o tempo, e o irmão inseparável, deram a força que ela precisava para continuar, e em 8 anos essa fotógrafa alcançou a tão sonhada vaga na revista. Esse foi apenas o começo de uma sessão de flashes emocionantes. Jennifer Torres estava prestes a conquistar a profissão dos seus sonhos... e o coração de alguém inesperável. Um romance com os melhores momentos ilustrados, para você não perder nenhum click. (Skoob)
RANGEL, Naty. Retratos de uma vida. Nova Terra, 2015. 236 p.

Às vezes, o amor surge de um primeiro olhar, da convivência entre amigos, da ajuda mútua em uma situação difícil, de tantas outras formas, mas também da provocação. É o caso de Jennifer e Victor. Desde a primeira vez que se falaram, quando Jennifer deu um tapa no rosto de Victor, o relacionamento dos dois tornou-se explosivo.

Ela é a nova fotógrafa contratada por uma das maiores revistas do país. Ele é do dono dessa revista. Apaixonado pela personalidade e indiferença de Jennifer, Victor usa todo o seu charme, e um pouco de sua influência, para tentar conquistá-la.

A partir daí, acompanhamos diversos momentos engraçados e românticos que, aos poucos, aproximam Jennifer de Victor. Em paralelo, conhecemos o romance de Luke, irmão de Jennifer, com Bernardo; o drama da perda dos pais de Jennifer; e a existência de alguém no passado que machucou e ameaçou Jennifer de alguma forma.

"Ele se aproximou e beijou meu rosto molhado, sua mão ainda estava no meu queixo. Ele começou a acariciar meu rosto enquanto enxugava as lágrimas que aos poucos pararam de cair. Eu não conseguia pensa em nada, eu queria abraçá-lo, sentir o calor do seu corpo e nunca mais sair dali."

Embora o enlace de Jennifer com Victor pareça evidente, uma questão apenas de tempo, surgem obstáculos que acabam por criar dúvidas no leitor. Principalmente com as complicações que a ex-namorada de Victor cria para o relacionamento. Assim, precisamos seguir até as últimas páginas para nos assegurarmos de como será o final.

A narrativa de Naty Rangel é ágil e conduz o leitor, situação após situação, a torcer pelo casal principal. Os trechos mais quentes são descritos com naturalidade, sem perder a sensualidade. A química entre Jennifer e Victor é cativante, principalmente pelo temperamento esquentado dela, e pelas tiradas convencidas dele.

"Foi então que realmente percebi onde estava e o desespero começou a tomar conta de mim. Tateei meus bolsos vazios, levantei da cama ainda sentindo fortes dores para verificar a porta, mas, como já era de se esperar, estava trancada. Eu mal conseguia andar, precisava ficar curvada porque minhas costelas reclamavam toda vez que tentava ficar em pé."

Uma novidade da edição, são as ilustrações de algumas das melhores situações de Jennifer com Victor. O traço arredondado dos desenhos combina com a história e transmite uma simpatia que aumenta o interesse pela leitura.


Como o livro é relativamente pequeno, você se surpreende quando percebe que terminou a leitura. Felizmente, segundo a autora, já existe uma continuação do romance, que deve ser publicada ano que vem.

Vamos torcer para tudo dar certo e podermos seguir um pouco mais da vida do casal.

Eu, pelo menos, estou ansioso!
Carlos H. Barros
Carlos H. Barros

Carlos tem várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamenta o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco -, e não saber desenhar. Autor também do blog Gettub

12 comentários:

  1. Oi Carlos, que história mais fofa, fiquei encantada pelo enredo e pela ilustração <3 Juro que, pela capa, não imaginava que seria algo desse gênero, mas gostei mais assim.

    Adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei com a protagonista pq também sou fotógrafa haha já fiquei com vontade de ler e essa ilustração é muito fofa, fiquei curiosa para ver as outras. :)

    ResponderExcluir
  3. Caaaarlos! Mata meu coraçãozinho de felicidade! kkkk
    Obrigada pelo carinho, pela linda resenha, pelos elogios e expectativas *-*

    E que venha o próximo! rsrs
    Beijão
    Naty Rangel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naty, fui econômico nos elogios, você merece muito mais! ;)

      Excluir
  4. Oi, nunca tinha ouvido falar dessa escritora e nem desse livro achei super legal a estoria e sempre bom conhecer novos escritores e ainda mais brasileiros, obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  5. CArlos!
    Adoro romances e fiquei interessada, ainda mais que tem ilustrações para acompanhar, o que torna tudo mais lúdico.
    “Sonhar é acordar-se para dentro.” (Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, o romance parece ser muito bom e divertido, já que começaram com um tapa no rosto rsrs. Esse conflito em relação a ex de Victor
    vai dar para passar um pouquinho de raiva rs. Legal ter ilustrações.

    ResponderExcluir
  7. Parece um livro muito gostoso de se ler...Já que é curtinho é perfeito para ter na bolsa e ler na rua.
    O casal parece ser bem fofo, e esse tipo explosivo acho que traz mais leveza pra trama, fica mais divertida, não é aquela água com açúcar.

    ResponderExcluir
  8. O livro parece ser aqueles romances da seção da tarde, espero ter a oportunidade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de livro que aborda tema sobre perdas de entes queridos, e como e difícil conviver com isso, acho que a autora de conseguiu de uma forma muito legal aborda esse tema, junto com a fotografia, que também e uma parte que eu gosto muito, a história me chamou muito a atenção, e por isso fiquei super interessada na leitura.

    ResponderExcluir
  10. Confesso Carlos que pela capa ate levaria para casa, mas acho que enrolaria horrores para ler. Agora, confesso que surpreender com historia (não nego ter pensado com fotografia), achava que fosse uma forma de sair de algo muito doloroso em sua vida que a levou a fotografar como válvula de escape. So não gostei de uma coisa: continuação, não leio nada que não esteja completo, já que tenho que esperar, espero para ler de uma vez só. Já adicionado na lista e espero que so tenha mais um, para mim pela resenha um único livro já estaria bom, espero que o próximo não deixe a desejar.

    Bjss

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.