Novidades #102: Lançamentos Intrínseca - Junho

Primeiro de tudo: todo mundo viu que o Conjunto da Obra teve a parceria renovada com a Editora Intrínseca para 2015? Eu fiquei feliz por demais, e agradeço novamente à Editora pela confiança, que tem sido maravilhosa nesse período em que trabalhamos juntos.

Depois dessa notícia fantástica, quero mostrar para vocês o que a Editora promete para este mês de junho. Isla e o Final Feliz, de Stephenie Perkins, um dos mais esperados pelos leitores, chegará logo às bancas. Bebês Submarinos, essa coisa fofa de Seth Casteel, virá para nos deixar cute-cute. Tem edição comemorativa de Quem é você Alasca?, e muitos outros:


Os Guingle, de Clóvis Bulcão: O sobrenome Guinle parece estar eternamente associado ao hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e permanece no imaginário popular como uma espécie de sinônimo para luxo, glamour e opulência. As lendas em torno do comportamento extravagante de alguns de seus integrantes, porém, obscureceram a atuação da família como empreendedores pioneiros no século XX, no momento em que o Brasil dava seus primeiros passos rumo à industrialização.
Filho de imigrantes franceses, Eduardo Palassim Guinle, sua esposa Guilhermina e o sócio Cândido Gaffrée deram início a uma dinastia que deixaria sua assinatura no mundo empresarial, nas artes, na exploração de petróleo e até mesmo na popularização do futebol como preferência nacional.
Em Os Guinle, o historiador Clóvis Bulcão resgata as realizações dos sete filhos de Eduardo e Guilhermina, personagens que apostam em inovações, se movimentam com desenvoltura na cena política, no jet set internacional e até mesmo nos palcos. Sob o lema "Se você deseja, não lhe fará mal", construíram castelos que não resistiram à passagem do tempo.

Estação Onze, de Emily St. John Mandel: Certa noite, o famoso ator Arthur Leander tem um ataque cardíaco no palco, durante a apresentação de Rei Lear. Jeevan Chaudhary, um paparazzo com treinamento em emergência médica, está na plateia e vai em seu socorro. A atriz mirim Kirsten Raymonde observa horrorizada a tentativa de ressuscitação cardiopulmonar enquanto as cortinas se fecham, mas ele já está morto. Nessa mesma noite, enquanto Jeevan volta para casa, uma terrível gripe começa a se espalhar. Os hospitais estão lotados, e pela janela do apartamento em que se refugiou com o irmão, Jeevan vê os carros bloquearem a estrada, tiros serem disparados e a vida se desintegrar.
Quase vinte anos depois, Kirsten é uma atriz na Sinfonia Itinerante. Com a pequena trupe de artistas, ela viaja pelos assentamentos do mundo pós-calamidade, apresentando peças de Shakespeare e números musicais para as comunidades de sobreviventes.
Alternando entre os grandiosos tempos antes da tragédia e o mundo que existe depois, Estação Onze traça as inesperadas reviravoltas no destino que unem seis pessoas, e cada uma delas oferece uma perspectiva única da vida, dos relacionamentos e da beleza do mundo em que vivemos.

Isla e o final feliz, de Stephenie Perkins: Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito.
Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias, envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho romântico de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes.
Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, com um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.

Serena, de Ron Rash: Pemberton, um rico madeireiro, e sua esposa, Serena, são um casal ambicioso, determinado a derrubar todas as árvores das montanhas da Carolina do Norte para aumentar sua fortuna durante a Grande Depressão. Mas um projeto de parque nacional ameaça esses planos. Pemberton passa a subornar as pessoas mais influentes para manter sua propriedade e seu poder. Já Serena, sem escrúpulos, recorre a outros argumentos: a força, as armas e a crueldade. Para sustentar o grande império e conseguir o que ambicionam, os dois vão passar por cima de tudo. Até deles próprios.
Uma narrativa brilhante, que equilibra beleza e violência, paixão e ódio, impiedade e amor. Com roteiro do próprio autor e direção de Susanne Bier, Serena foi adaptado para o cinema em 2014 com Jennifer Lawrence e Bradley Cooper nos papéis principais.
 
Moneyball, de Michael Lewis: O mundo dos esportes leva à loucura milhares de fãs que acompanham de perto cada partida, aflitos com as possibilidades criadas pelo acaso. Mas um homem se recusou a aceitar a suposta aleatoriedade de uma das maiores paixões dos americanos: o beisebol. Como gerente geral de um dos times de menor orçamento da grande liga, Billy Beane impôs uma gestão mais racional, uma nova perspectiva sobre o beisebol, e usou um alto conhecimento em matemática para determinar o modo de jogar e selecionar os atletas contratados pela equipe. Moneyball é a saga em busca do segredo do sucesso do Oakland Athletics sob seu comando.
Numa narrativa repleta de personagens fascinantes e questionamentos inteligentes, Michael Lewis mostra a luta de um administrador para levar seu empreendimento à máxima performance pelo menor custo e impor racionalidade num universo dominado por favorecimentos, desperdício e vícios. É a história de superação de um time medíocre e a biografia de um homem que se destacou num dos negócios mais ferozes e competitivos dos Estados Unidos.
O livro também inspirou O homem que mudou o jogo, filme estrelado por Brad Pitt que recebeu seis indicações ao Oscar e acumulou diversos prêmios da indústria cinematográfica.

Acha que acabou por aí? Que nada! Se quiser conferir mais informações sobre os demais lançamentos, basta clicar na imagem abaixo:

http://www.intrinseca.com.br/blog/2015/06/lancamentos-de-junho/
 
E aí, quais foram seus preferidos?

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

4 comentários:

  1. Oi Ju
    Como sempre a editora intrínseca tem lançamentos bem interessantes!!
    Ai, estou louca para ver este bebês submarinos, parece ser muito fofo!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Isla e o final feliz! ansiosa por esse livro e fiquei muito feliz que a Sthephanie Perkins é da intrínseca! <3

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ju!
    Parabéns pela renovação! Fico feliz por você. Merecido.
    Eu quero MUITO ler "Isla e o Final Feliz". Adoro a Perkins e já não aguento mais a ansiedade de ler o último livro da trilogia.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ótimos lançamentos, os mais desejados são Isla e o final feliz, Serena e Estação Onze

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.