A Garota do Penhasco - Lucinda Riley

A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida.
A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras.
O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza.
Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas. (Skoob)
RILEY, Lucinda. A Garota do Penhasco. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2013. 528 p.

Descobri recentemente uma paixão pelos livros que intercalam presente e passado. Por coincidência, ou por algo que têm em comum mesmo, todos eles me comovem, me jogam dentro daqueles contextos, me fazem torcer e chorar junto de seus personagens e, de algum modo, se tornam queridinhos. Posso citar vários exemplos, como A última carta de amor, As Violetas de Março, O Retorno, As cores do entardecer, Jardim de Inverno e muitos outros. E, agora, nessa lista, também está A Garota do Penhasco, de Lucinda Riley. 
 
Tenho vários livros da autora na minha estante há algum tempo. Dos títulos já publicados no Brasil, acho que só não tenho A Luz Através da Janela. Porém, não havia tirado nenhum deles de seu lugar até agora, e a conclusão é de que, apesar de seus livros serem, em geral, bem extensos, eles têm muito a mostrar.
 
Lucinda Riley escreve com leveza, com palavras bonitas que dão um toque sinestésico ao texto. São poucos os autores que conseguem escrever assim e por isso mesmo fico fascinada quando encontro uma narrativa com essa construção, em que, ainda que não houvesse conteúdo no livro, seus parágrafos isolados seriam obras de arte em si.
 
[…] Estou começando a entender como a dor nos dá força e sabedoria – eu, com certeza, mudei – e faz parte da vida, assim como a felicidade. Tudo tem seu equilíbrio natural, e como saberíamos que somos felizes se não passássemos por algumas tristezas de vez em quando? Ou nos sentiríamos saudáveis se nunca ficássemos doentes?
 
O emaranhado do destino que Riley construiu entre as famílias Ryan e Leslie foi o que deu consistência à trama. A autora demonstrou o quanto a vida dá voltas, o quanto algumas atitudes repetidas levam a consequências repetidas e como determinadas coisas parecem destinadas a acontecer, não importa o quanto se tente evitar. Ao mesmo tempo em que gostei de ver o quanto a história daquelas famílias parecia se repetir, bem como gostei de acompanhar o relacionamento que se desenvolvia entre Grania e Aurora, não pude evitar ficar com medo de que aquilo pudesse se transformar em outra tragédia, em outro fracasso que traria dor a todos.
 
[…] Era como se não conseguisse se relacionar com o resto do mundo, como se estivesse olhando por trás de um véu, suas emoções, normalmente apaixonadas, abafadas. Nesse exato momento, Grania sentia-se como uma cópia em branco e preto do seu antigo eu colorido.
 
Também gostei de conhecer um pouquinho da Irlanda pelos olhos das personagens. O local onde a história ocorria era limitado, mas eu consegui imaginar um pouco do verde e das montanhas naquele lugar do mundo. E também da cultura, pela quantidade de chá que era servido, por exemplo.
 
Encantei-me com o talento de Lucinda Riley em A Garota do Penhasco, fui recompensada pela torcida por cada personagem, mas não consegui evitar um coração partido ao fim da leitura.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

8 comentários:

  1. Oi Ju
    Lembro que li este livro ano passado e curti muito. É uma história linda, né?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. De tantos livros que vi resenhas recentemente esse me pareceu o melhor, pelo menos pela sua descrição.
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas me interessei pelo estilo, sobretudo pela escrita em si, nas passagens mencionadas.
    São várias indicações e resenhas lidas, mas esse certamente está anotado na lista de desejos.
    :)
    Abraços,
    http://diegomorais18.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. ai que legal Ju! eu também tinha um pé atrás com livros que misturam passado e presente, eu ficava um pouco confusa, mas quando a autora sabe equilibrar a história, fica muito mais fácil e prazeroso. eu tenho uns dois livros da Lucinda Riley aqui mas ainda não os li. vou ser repetitiva mas é verdade, ela soube equilibrar toda a trama do livro, com os personagens carismáticos e humanos. Ju não sei se você já leu, mas me permita te indicar um livro que também tem lances de passado e presente, que virou um dos meus livros preferidos. Após a Tempestade da Karen White. queria muito que a Novo Conceito lançasse mais livros dessa autora. amei a resenha Ju! <3

    ResponderExcluir
  4. Olá Julia,

    Esse livro é ótimo e eu sou suspeito para falar dos livros da autora, gostei de todos que li, parabéns pela sua resenha...abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi! A capa é muito bonita mesmo e, pela sua resenha, percebo que a estória é muito mais ainda. Também amo livros que intercalam entre passado e presente e o enredo deste me chamou muito a atenção, adoro estórias que retratam alguma mudança. Muito bom saber que a autora sabe transmitir bem os sentimentos, deve escrever de uma forma mágica e poética que me deixa curiosa para conhecer. Nunca li nenhum de seus trabalhos e talvez este livro seja uma ótima dica para começá-lo. Adorei a resenha e me instigou muito. :)
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  6. A trama tem tudo pra ser agradável. Gostei de conhecer a história e personagens. Agora vou ver se consigo providenciar um pra ler. Assim poderei conferir tudo que menciona.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Pela resenha dá para ver que todos os personagens tem um peso que levará a um final envolvente, quero ler.
    ronida_sindi@htmail.com

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Não conhecia esse livro, parece ser um livro muito bom apesar de extenso que bom que gostou quero conhecer a escrita da autora pois só falam bem dela.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.