Conjuntando #74: Leia.Seja.


No ano passado, falamos aqui no blog sobre a campanha Leia.Seja., que teve como representantes famosos que vestiram suas histórias favoritas para mostrar o papel transformador da leitura. Lembram?

A Leia.Seja. é uma campanha realizada pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e teve início na Bienal Internacional do Livro do Rio, quando um time de peso - Pedro Bial (Sherlock Holmes), Bela Gil (Capitu), Bernardinho (Capitão Rodrigo), Cauã Reymond (Dom Quixote), Washington Olivetto (Visconde de Sabugosa) e Baby do Brasil (Emília) - vestiu a camisa da campanha para se transformar em personagens históricos da literatura nacional e internacional.


A campanha visa incentivar algo para nós é tão comum, mas que muitas pessoas ainda não têm acesso: a leitura. E o dia mundial do livro, que aconteceu ontem, é um momento perfeito para isso, não é?

Acredito que todos que vêm até o blog gostam de ler, pelo menos um pouquinho, e já devem ter percebido que não há forma mais agradável de aprender sobre algum tema do que ler um livro sobre ele. Também não há jeito melhor de criar empatia com os outros, ver o mundo por outros olhos, visitar outras cidades do mundo ou até mesmo fora dele. Por isso, vou aproveitar o tópico  para contar para vocês alguns livros que podem até parecer bobos, mas já me ensinaram muito sobre a vida.


Quando eu era adolescente, comprar livros não era uma realidade, então eu me empenhava em encontrar relíquias na biblioteca da escola. Foi lá que conheci Poliana e seu jogo do contente, que me ensinou a ser mais agradecida pelas pequenas coisas; também percebi como as drogas podem afetar uma vida, em Vida de droga e que a AIDS muda a vida dos soropositivos, mas que isso não impede que as pessoas tenham uma vida plena e saudável, em Depois daquela viagem; descobri que o preconceito só atrapalha e não é justificável em Tudo ao mesmo tempo agora; relaxei com romances de banca quando ainda eram vendidos só em bancas e me aventurei muito em tramas policiais de Agatha Christie e Sidney Sheldon.

Aprendi muito ao ler livros densos e clássicos, mas aprendi também com livros bobos e frívolos. Aprendi sobre português, sobre culturas diversas, sobre geografia e meteorologia; aprendi ciência e tecnologia, aprendi poesia, aprendi a sentir e a me importar com os outros. Mais do que tudo, aprendi sobre a vida, e tenho certeza que grande parte do meu conhecimento - que me possibilitou fazer duas faculdades e ter o emprego dos meus sonhos - é graças ao tanto que eu li na vida.

Por isso, se eu tenho uma dica na vida é: leia. Cura tédio, cura mal humor, cura ressaca e solidão. Ler é amor. ♡

Agora quero saber de vocês, sabem citar algum livro que os transformou de alguma forma? Contem para mim!
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

11 comentários:

  1. Oi Ju!!
    Adorei essa campanha, incentivar outras pessoas á lerem é mto bom, espero que seja um sucesso!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Se ao lermos, procurarmos tirar algo de algum livro, sempre iremos aprender e refletir sobre algo. Acredito que mesmo que de forma mínima/não intencional, um livro sempre vai nos passar algo.

    Pra mim, a leitura se tornou algo essencial e rotineira no dia-a-dia. Afinal, a leitura tem o poder de abranger e nos transportar para um outro mundo onde podemos esquecer o nosso próprio mundo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju! Excelente essa campanha, ler é maravilhoso, eu não entendo como tem gente que diz que não gosta de ler, eu acho que na verdade essa pessoa ainda não descobriu o tipo de leitura que lhe é interessante, todos os livros que leio me transforma de alguma forma!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Dia do livro para nós, leitores, é todo dia!
    Me recordo muito da Campanha ano passado e este ano, tem chegado também com força total.
    Ler cura tudo realmente, como você citou.É impossível não pegar um livro e deixar de tudo tudo que é ruim.E isso vale para qualquer gênero e gosto!
    Meu livro especial é A Divina Comédia. Foi por ele que tomei gosto pela leitura e também não tinha muito acesso a livros e livrarias, então, morava na biblioteca da escola e numa municipal que ainda existe até hoje(aliás, preciso voltar lá).
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju,
    Não dá nem para falar como essa campanha é linda... Como você aprendi, e ainda estou aprendendo a ler livros de vários gêneros, e com vários intuitos, por prazer ou conhecimento, e com toda eles aprendi muito.
    Enfim, leia ❤️
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. é incrivel descobrir o poder de um livro, como ele consegue fazer de nós melhores, as histórias, os lugares visitados pelas páginas, é viver mais de uma vez em uma única vida!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/2018/04/leiaseja-uma-divulgacao-especial.html

    ResponderExcluir
  7. Olá Ju!
    Todas campanhas a favor da leitura são válidas, e essa está linda por trazer pessoas conhecidas do grande público, acho que isso causa boa impressão, além de aproximar os livros do povo. Acredito que as pessoas não lêem por se acharem ignorantes. Uma lástima pois existem livros para todos bolsos, todos intelectos, todos gostos. Livros são na minha opinião horizontes, janelas,portas ,asas. ..sou apaixonada por livros. Antigamente só lia os clássicos, agora estou mais gentil comigo mesma, ando lendo muito suspense ,livros populares e atuais.São vários os que mudaram algo em minha vida, mas um muito especial foi Os Maias de Eça de Queiróz, aprendi com ele à não julgar nada nem ninguém. Viva os livros!

    ResponderExcluir
  8. Ju!
    Acompanho essa campanha desde o ano passado e acho ótimo, porque incentiva as pessoas a começarem a ler.
    Ah! Poliana... Desde que li na adolescência, fiz do meu objetivo de vida ser feliz e faço meio que o Jogo do contente, claro que não é fácil, porque a vida por vezes nos coloca em situações difíceis e dolorosas, mas sempre consigo tirar proveito do que há de melhor em cada uma delas e seguir a vida de forma feliz. Não é fácil, é um exercício diário, porém dá certo.
    Bom final de semana!
    “Os piores estranhos são aqueles que vivem na mesma casa e fingem que se conhecem. Conversam banalidades, mas nunca o essencial.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a campanha, é excelente incentivar a leitura pois a mesma além de importante em nossas vidas é muito divertida! Comecei a ler com livros da biblioteca de minha escola, li quase todos e gostava de recomendar aos meus amigos e colegas

    ResponderExcluir
  10. Excelente campanha é muito bom incentivar a leitura que é algo maravilhoso. Não li Poliana é bem comentado, li muitos romances de banca na adolescência eram bom demais rs. Só fui ler outros livros depois de adulta.

    ResponderExcluir
  11. Adorei essa campanha e o seu texto!
    Tem toda a razão!
    Livros são incríveis demais e mudam muitooooo a vida da gente, sempre!
    bjsss

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.