Dois a Dois - Nicholas Sparks

Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.
Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.
Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos. (Skoob)

Livro recebido em parceria com a Editora
Nicholas Sparks. Dois a Dois. Editora: Arqueiro, 2017. 512 p.


"Meu amor por London jamais estivera em questão. O que eu agora compreendia era que também gostava dela, não só como minha filha, mas como a menina que só pouco tempo antes passara a conhecer."

Já fazia alguns meses que não lia nada do autor Nicholas Sparks, então quando surgiu a oportunidade de ler Dois a Dois eu pulei de cabeça, eu esperava um livro emocionante que me tiraria o chão, e ele fez exatamente isso.

Em Dois a Dois conhecemos Russell Green, um homem feliz que apesar das adversidades tinha uma vida boa, uma esposa dedicada e uma filha linda chamada London.

Desde o começo já vamos vivenciando os momentos que marcaram sua vida, como a descoberta de que seria pai, e a surpresa que veio junto com essa notícia, já que ele mesmo não esperava que isso acontecesse tão rapidamente. A partir daqui vamos acompanhando a sua emoção ao perceber que se tornou pai, e a decisão de sua esposa Vivian de sair do trabalho para dedicar-se inteiramente a sua filha.

"Lembro-me de sussurrar que era seu pai, que estaria sempre por perto quando ela precisasse. Então, como se entendesse exatamente o que eu estava falando, ela fez cocô, se contorceu e começou a chorar. No final, acabei devolvendo-a para Vivian."

Tudo ia bem, até sua vida virar de ponta a cabeça, ele perde o emprego e se vê de repente fazendo o papel que antes cabia a sua esposa, enquanto ela ia trabalhar. Mas isso não é tão simples assim; sua esposa que antes se mostrava uma mulher carinhosa e atenciosa, passa a ser ausente e se torna uma mulher totalmente egoísta o que vai de contrapartida a imagem que ele tem dela como esposa e mãe.

Foi difícil para mim não sentir ódio da Vivian, ela ao invés de apoiar o marido a seguir seus sonhos, simplesmente prefere virar as costas e passa a culpá-lo por tudo, ela se mostrou uma pessoa egoísta que só pensa em si mesma, desde o começo percebi que algo estava realmente errado em relação as suas atitudes, e que ela não era a perfeição que ele via.

Russell foi um personagem que me cativou de uma maneira que não consigo nem descrever, ele teve que passar por tanta coisa, mas ainda assim não perdeu a sua essência, foi lindo acompanhar o crescimento de seu relacionamento com a London, a descoberta dele como um pai agora presente, essas foram as partes que com certeza fizeram meu coração bater mais forte.

"Meu casamento com Vivian podia estar um pouco instável no momento, e meu trabalho na estaca zero, mas pelo menos eu estava aprendendo a cozinhar, pensei.
O que não fez com que me sentisse nem um pouco melhor."

Além de se mostrar um pai espetacular ele também se mostrou alguém que não desiste fácil, que apesar das dificuldades sabe que é capaz de superar, seja tendo como alicerce sua filha ou sua família, que foi, é, e sempre será seu porto seguro, em especial sua irmã.

A narrativa é feita em primeira pessoa, pelo Russell, isso tornou minha experiência com o livro ainda mais incrível, já que pude acompanhar sua luta diária, para não se deixar abater e o quanto ele realmente amava sua filha.

Dois a Dois tem uma carga emocional muito grande, eu esperava que tivesse um pouco mais, confesso, já que é costumeiro do Nicholas partir nossos corações, mas ainda assim esse foi um grande livro, eu ri, chorei e sofri junto com os personagens, mas não trocaria um minuto disso por nada. Leitura mais que recomendada.

Marlene Conceição
Marlene Conceição

Apaixonada por livros, amante de séries, sonha em fazer um intercâmbio para estudar, ama ler livros ouvindo músicas de diferentes estilos, seu primeiro contato com a literatura foi através da saga Crepúsculo e desde então esse amor por livros só aumentou.

10 comentários:

  1. Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito a escrita do Nicholas Sparks e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história que parece mesmo ser super emocionante.

    ResponderExcluir
  2. Achei a proposta do livro diferente das obras anteriores do autor e confesso que gostei e quero conferir, a capa está um amor acho que combina bastante com a história. Uma pena eu sempre chorar com os finais dos livros do autor carga emocional me pesa.
    Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem feito muito sucesso. Talvez seja pela diferença de história que o Nicholas costuma abordar. Achei super fofo ele não se importar de ficar casa e cuidar da filha, por que geralmente os homens tem horror a ficar em casa e ocupar o lugar que geralmente é dado a mãe. Pelo que você falou, já nao gostei da Vivian...
    Pretendo ler esse livro :)

    ResponderExcluir
  4. Marlene!
    Bem curiosa por fazer a leitura desse livro do Nicholas, ele é simplesmente fenomenal.
    Que mulherzinha, hein? Coitado, deve ter se desestruturado ainda mais ao saber o quanto ela é egoísta e fútil.
    O bom é que ele pode se aproximar da filhinha, deve ser lindo relacionamento deles.
    “A amizade, depois da sabedoria, é a mais bela dádiva feita aos homens.” (François La Rochefoucauld)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Marlene!
    Apenas li um livro do autor acredita? Pretendo ler outras obras assim q possível...
    E este já está na listinha que só aumenta...O enredo tá lindo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Pode parece surpresa mas ainda não li nenhum dos livros deles, comprei um e comecei a ler mas não gostei e desisti, acho que apenas não foi o certo, pretendo ler outro e esse parece ser perfeito, com um personagem que não desiste e que cativa o leitor, esse entrou para a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  7. Não sou fã dos livros do autor, embora só li um. Parece ser uma historia que nos faz repensar sobre as pessoas se realmente a conhecemos, pois assim como a personagem muitas nos surpreende e de forma negativa. Mas já vi que se fosse ler não iria gostar da personagem.

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Quando lançou esse livro fiquei tão curiosa por ler ele, sendo que não li nada do autor esse sim me chamou atenção, já tinha visto filme de livros dele adaptado mas não é a mesma essência quando ler. Esse dois a dois me chamou muito atenção a forma de como ele aborda o amor de um pai, o carinho e as lutas para sobreviver, achei super lindo e maravilhoso.

    ResponderExcluir
  9. Este livro está em minha lista de leituras. Parece que o autor não decepciona e nos brinda com mais uma obra carregada de intensidade de sentimentos. Nicholas escreve sobre família como ninguém e estou doida para conhecer a relação deste pai e sua filha.

    ResponderExcluir
  10. Achei a história incrível, principalmente pela superação, de enfrentar os desafios e não desistir fácil, pela reaproximação com a filha, quero muito conferir esse livro ainda mais porque temos a visão de Russell dos eventos ocorridos.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.