Conjunto de Séries #29: One Day at a Time


Nos últimos seis meses minha vida passou por várias mudanças (esperadas e inesperadas), e com todas essas mudanças eu acabei travando um pouco nas leituras e entrei com tudo no mundo das séries. Coloquei em dia algumas séries que já assistia e comecei a assistir outras indicadas por amigos. One Day at a Time foi uma série indicada por uma amiga que acabou me surpreendendo muito e faz parte agora das minhas séries favoritas.

Já em sua terceira temporada, One Day at a Time retrata a vida de uma família cubano-americana que mora em Los Angeles. Penélope Alvarez (Justina Machado), uma veterana do Corpo de Enfermagem do Exército dos Estados Unidos, que ainda sofre com problemas de seu tempo no Exército, se divorciou de seu marido, pois ele – também um veterano – não lidou bem com a volta à vida civil e se tornou um alcoólatra. Agora, com a ajuda de sua mãe, Lydia (Rita Moreno), ela está criando seus dois filhos, Elena (Isabella Gómez) e Alex (Marcel Ruiz).

Lydia é uma refugiada que deixou Cuba ainda adolescente, após a ascensão de Fidel Castro ao poder. Ela adora contar suas histórias, principalmente como amava seu falecido marido, Berto (Tony Plana). Elena está prestes a fazer quinze anos e sua mãe e avó querem que ela tenha uma quinceañera, para honrar sua herança cubana, mas a garota ainda está resistente à ideia. Além disso, ela está descobrindo mais sobre si mesma e agora tem que encontrar a melhor forma de contar para sua família que é lésbica. Alex é um pouco mais novo que Elena e tem uma relação muito forte com sua avó. Para fechar o elenco principal com chave de ouro, temos Schneider (Todd Grindell), o dono do prédio onde a família mora, que é também um ex-alcoólatra com uma família disfuncional. Ele acaba se tornando o melhor amigo de Penélope e está sempre na casa dos Alvarez.


O que mais me chamou atenção na série foi a forma como ela trata de tantos assuntos polêmicos, como depressão, ansiedade, sexualidade, xenofobia, religião e alcoolismo de maneira realista e séria, mas sem pesar muito o clima. Os personagens foram muito bem desenvolvidos e os atores são simplesmente fantásticos! Ver como eles reagem às situações, e como vão se descobrindo no meio do caminho, tudo isso nos faz refletir.

Muitas vezes temos medo de discutir certos assuntos com medo de sermos rotulados ou de soarmos ignorantes, mas ao assistir a série vemos não só a importância e a necessidade de se falar sobre isso, mas percebemos as diferentes opiniões e como nada na vida é tão concreto que não possa mudar. Percebemos a necessidade de se quebrar essa barreira criada pela sociedade, pois muitas vezes o que estamos escondendo atrás dela pode mudar a vida de quem está ao seu lado.


A cada episódio eu ri, chorei, me identifiquei com algum personagem e me diverti com cada minuto. Acredito que nem preciso dizer que maratonei as três temporadas como se não tivesse mais nada a fazer, e ao final do último episódio da terceira temporada ainda fiquei com aquele gostinho de quero mais.

One Day at a Time mexeu comigo de uma forma inesperada e com certeza vou indicar a série para todos que conheço. Há rumores de que a terceira temporada foi possivelmente a última, mas espero que não seja verdade, pois não estou preparada para dizer adeus a essa história.
Ale Afonso
Ale Afonso

12 comentários:

  1. Já vi falando coisas bem legais mesmo dela, parece ótima de maratonar e se jogar. Boa pra rir e tirar o estresse, mas também com uns dramas pra não ficar só aquela coisa de rir. Gostei desses temas polêmicos no meio. Essa veria.

    ResponderExcluir
  2. Esse seriado é tão maravilhoso <3
    ele abordas as coisas de uma jeito ótimo. Eu ainda não terminei a primeira temporada pq me falta tempo, mas pretendo maratonar assim que possível.

    http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tenho dado uma olhadinha nesta série faz um tempinho, só não tive tempo ainda de a colocar na grade de séries a serem vistas..rs
    Ando com uma fila daqui até o infinito e a cada dia que passa, o tempo(o meu tempo) mais curto.
    Mas pelo que li acima, de uma jeito leve e colorido, a série aborda temas essenciais e com certeza, depois desta crítica, quero sim, conferir.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá! Não conhecia essa série, parece ser bem interessante, essa sua postagem me deixou bastante curiosa em conferi a história dessa família tão peculiar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa adorei, acho que a abordagem de assuntos considerados como "tabus" estão cada vez mais frequentes em livros e séries e isso é muito importante. Não conhecia essa série mas já gostei demais e esse cast ta maravilhoso. Com certeza começarei a ver.

    ResponderExcluir
  6. Não costumo assistir séries, aliás, se eu assistir 10 filmes por ano é muito, quando tenho tempo eu dedico as minhas leituras...
    Quanto a série One Day at a Time, não conhecia, mas é bom saber que mesmo abordando assuntos tão sérios, como depressão e xenofobia, o clima não é tão pesado; vou ver se eu consigo um tempinho para assistir, espero conseguir... Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Adoro séries, mas não conhecia essa é que minha preferencia esta sendo por seres que já foram encerradas, para não correr risco de cancelamento. Mas vou dar uma conferida nessa, parece ser bem divertida e por ser família acaba mexendo mais com a gente e é possível assistir com a família juntos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alessandra
    Ainda não conhecia a série, mas assim que terminar a que estou assistindo vou dar uma olhadinha.
    É tão ruim você se identificar com uma série, maratonar ela e descobrir que poderá não ter a sequência tão sonhada é desesperador.
    Parece ser legal, aborda uns temas que nos fazem refletir sobre a vida, nossas atitudes, família, amizades.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Caramba!! Não conhecia essa série, mas só pelos assuntos que ela aborda, já fiquei muito interessada.
    É um pouco difícil eu assistir séries. Assisto só algumas que conseguiram me prender.
    Já vou colocar essa na minha lista para assistir rsrs

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia essa série. Mas gostei do que foi apresentado, pelo jeito é uma série que mostra um pouco de tudo e principalmente nos faz rir. Com certeza vou procurar essa série.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.