A descoberta do prazer - Tatiana Amaral

Sinopse: Quando Melissa Simon iniciou o estágio como substituta da secretária executiva do CEO do grupo empresarial C&H Medical Systems, nunca imaginou no que estava se metendo. Robert Carter, líder e maior autoridade dentro da empresa, seria seu chefe. Bastou apenas um olhar para Melissa entender que não tinha mais volta. Ela pertenceria a ele. Só não sabia o que encontraria pela frente. Robert Carter era o chefe e estava no comando. Melissa Simon era a estagiária e estava disposta a obedecer às regras. Juntos, eles descobririam que sexo, prazer e amor nunca mais seriam a mesma coisa. Um jogo intrigante de sedução e descobertas, no qual o amor é a única carta proibida. A entrega impensada a prazeres nunca antes sentidos só oferece uma certeza: a de que nada mais será como antes. Função CEO é uma deliciosa trilogia, na qual o amor nem sempre é o melhor caminho. (Skoob)

Livro recebido em parceria com a Editora.
AMARAL, Tatiana. A descoberta do prazer. Função CEO #1. Editora: Pandorga, 2018. 420 p.


A descoberta do prazer é o primeiro livro da Trilogia Função CEO, da autora Tatiana Amaral, publicado pela Editora Pandorga. Nesse livro, iremos conhecer a história da Melissa Simon, uma jovem de 24 anos, que está começando um estágio na C&H Medical Systems. 

Ela está substituindo sua amiga Abgail, que sofreu um acidente, e espera que esses meses trabalhando em uma grande empresa agregue valor ao seu currículo, mas o que ela não esperava era começar com o pé esquerdo no primeiro dia e causar tantos problemas de uma vez só. Além de ter chegado atrasada - o que impediu a Nicole de lhe explicar o seu trabalho - ela também estacionou na vaga do seu chefe, o bonito e arrogante Robert Carter. 

Robert é o CEO da empresa, ele é um homem exigente, controlador, possessivo e dono de uma beleza sem igual e Melissa lógico, não é imune aos seus encantos. Ela logo percebe que está com grandes problemas, quando a atração por seu chefe é maior que a sua vontade de lutar contra ela e, apesar de essa história ter tudo para dar errado, ela está disposta a correr o risco e embarca de cabeça nessa teia de amor e sedução. 

"O Sr. Carter gostava de se sentir o dono da situação. Era como combustível para suas investidas. Voltei a olhá-lo, contudo furiosa comigo por ser tão vulnerável aos seus encantos."

A descoberta do prazer foi um livro que eu amei e odiei na mesma intensidade. Essa é uma história que tinha um grande potencial, porém sinto que a autora não a desenvolveu em sua capacidade máxima. Os personagens são um poço de estereótipos: ele, rico, bonito, arrogante e possessivo; ela, insegura, submissa (não no sentido interessante da palavra), indecisa e fraca, não consegue impor seus pontos de vista e em grande parte, acaba cedendo a Robert, o que, claro, não me agradou nenhum pouco. 

O romance foi outro ponto que não me convenceu, eu até entendo a coisa toda da atração instantânea, mas, achei que esse livro assim como diversos outros, banaliza muito o amor, os personagens nem se conheciam direito e já estavam apaixonados, acredito que isso poderia ter sido melhor trabalhados, para que não passasse essa impressão de futilidade para o leitor. 

"Ele agia como um louco todas as vezes que algum homem encostava em mim, e eu estava errada em sentir medo?"

Por outro lado, eu gostei bastante da escrita da autora, apesar de tido alguns pontos que me incomodaram, como repetições de palavras. Em determinados parágrafos a mesma palavra se repetia mais de três vezes. Apesar desses probleminhas, sua escrita é bastante fluída e bem desenvolvida. 

Os personagens secundários foram de grande participação na trama, não irei citar um a um aqui, pois são muitos, e uma das minhas diversões nesse livro foi descobrir quem era amigo e parente de quem, por isso, não entrarei em detalhes.

A narrativa é feita em primeira pessoa, pelo ponto de vista de ambos os personagens. Em relação a parte física da edição, eu achei essa capa bem bonita, as folhas são amareladas e as letras são confortáveis. A cada novo capítulo, temos um detalhezinho bem bonito, nada muito extravagante. 

A descoberta do prazer é um livro que traz uma trama cheia de paixões, mistérios, ciúmes e traições. Esse não é um livro que tenha me surpreendido, muito pelo contrário, é o típico romance erótico envolvendo chefe e funcionária, com uma trama clichê e um mistério que deixa o leitor curioso do início ao fim.

Marlene Conceição
Marlene Conceição

Apaixonada por livros, amante de séries, sonha em fazer um intercâmbio para estudar, ama ler livros ouvindo músicas de diferentes estilos, seu primeiro contato com a literatura foi através da saga Crepúsculo e desde então esse amor por livros só aumentou.

13 comentários:

  1. Ai, esse livro me irritou de um jeito, mas de um jeito, que eu pensei em desistir dele....

    Achei tudo muito mal desenvolvido. A forma como a Melissa se submete ao Robert o tempo todo, é "impressionante".

    ResponderExcluir
  2. Marlene que pena que a leitura não te agradou, eu gostaria de uma oportunidade de ler e conhecer a história vai que funciona cmg...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Mais do mesmo?
    Que pena desperdiçar um enredo que tinha tudo para ser ao menos, diferente.
    Acho que depois do fatídico Cinquenta Tons,ficou meio que impossível surgir um livro que traga algo mais inovador no sentido de eróticos, amor e afins.
    Virou tudo isso:o homem rico e gostoso, a mulher frágil e ingênua.
    E só?
    Ah, interessei em ler não.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Eu não costumo ler livros ambientados assim, acho tudo meio sempre igual. Sinceramente, não sei se chegaria a ler.

    ResponderExcluir
  5. Pra mim parece o que tem e bom é só o mistério que adoro, deixa a trama bem envolvente, mas de resto pareceu o mesmo do mesmo, se fosse mais trabalhado poderia ter algum diferencial algo que atraísse mais a atenção do leitor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Marlene.
    Não sou fã de livros eróticos, pois a maioria tem a mesma trama e personagens estereotipados. Parece que é exatamente o que acontece nesse livro.
    Que pena que a autora não conseguiu explorar todo o potencial da história. Também não sou fã de insta love. Esse tipo de trama não funciona para mim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito um romance erótico e com mistério melhor ainda, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi isso tudo que foi dito aqui.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Marlene,
    Confesso que estou cansada de ler romance erótico que seguem esse padrão, com mais um CEO milionário, arrogante e possessivo, e uma mocinha fraca e submissa. Para mim, esse típico relacionamento entre chefe e funcionária já deu o que tinha que dar. Então, não sinto vontade de ler esse livro, pois o enredo não me agrada. Mas não descarto em conhecer a escrita dessa autora, tenho um livro na lista há tempos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Marlene!
    Se é romance, tem de haver empatia entre os protagonista, porque se não, o livro não rola e se não colou, com certeza não é um livro dos melhores, na minha opinião.
    Maravilhoso final de semana!
    “Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Não é meu gênero favorito de leitura, já que não gosto muito de romance erótico.
    Acho meio clichê essa coisa chefe/funcionária.
    Desta vez irei passar a dica.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  11. Oi, Marlene!
    Gosto de ler livros desse gênero, mas não tenho certeza se vou ler este livro pelo fato da personagem feminina ser fraca e o chefe ser arrogante e sedutor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li essa trilogia, apesar de ter lido bons comentários a respeito, assim como em sua postagem. Robert Carter despertou toda a minha curiosidade diante do que você comentou e já inclui na minha lista de desejados. Eu não tenho dúvidas de que deve ser uma leitura bem intensa heim!

    ResponderExcluir
  13. Não vou querer ler não, não gosto muito desses livros mais voltados pro hot e pelo o que já li da série, é bem erótico.
    Poxa, mas achei chato a mocinha ser tão pamonha assim kkkkkkkk
    bjsss

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.