Stardust: O Mistério da Estrela - Neil Gaiman

Stardust: O Mistério da Estrela conta a história do jovem Tristran Thorn, que promete capturar uma estrela cadente para conquistar o coração de sua amada. Para levar a cabo a missão, Tristran tem que atravessar o portal que separa o vilarejo de Muralha, encrostado “num alto afloramento de granito no meio de uma pequena região de floresta”, na Inglaterra Vitoriana, da Terra Encantada. Poucos ousam cruzar o portal, exceto durante a Festa da Primavera, que acontece de nove em nove anos. Nessa época, uma grande feira se instala no local e os moradores de Muralha, bem como visitantes de todas as partes do mundo, entram em contato com os seres que habitam o outro lado. Foi o que ocorreu muitos anos antes, quando Dunstan Thorn, o pai de Tristran, cruzou o portal e conheceu uma bela e misteriosa jovem de olhos cor de violeta, a verdadeira mãe de Tristran. Em sua jornada pela Terra Encantada, Tristran Thorn, que desconhece sua origem, mas tem a força impetuosa dos apaixonados, enfrentará perigos e armadilhas, conhecerá seres fantásticos, que vivem num mundo regido por leis próprias, e precisará de inteligência, coragem e uma boa dose de intuição para realizar o Desejo de seu Coração, ao melhor estilo das narrativas de fantasia. Sua luta, no entanto, revela-se outra ao longo das páginas. E sua saga é temperada pelo bom humor, a ironia e a visão singular do bem e do mal, do certo e do errado, do real e do imaginário, da vida e da morte que caracteriza a obra de Neil Gaiman. (Skoob)
GAIMAN, Neil. Stardust: O Mistério da Estrela. Rocco, 2008. 280 p.


"É que de nove em nove anos, o povo de Para Lá da Muralha e do outro lado do morro armava suas barraquinhas e, por um dia e uma noite, a campina abrigava a Feira Encantada. E, por um dia e uma noite em nove anos, havia comunicação entre as nações."

Todo mundo conhece o filme, então... filmes e livros nunca são parecidos, mas a temática da história continua a mesma: garoto promete estrela, estrela não é um objeto, mas um ser senciente, todos a querem.

Hum, o que dizer? O filme (ainda nele) é muito mais dramático do que o livro, há uma simplicidade no livro que não aparece no filme, uma evolução dos personagens e uma justificativa para a ação deles, uma reação causa-consequência que, mesmo sabendo como é a história, assistido o filme, ciente de como termina, ainda surpreende, porque é nos detalhes que se faz a história.

"E, inexperiente demais para sentir medo, jovem demais para se deixar assombrar, Tristran Thorn transpôs os campos que conhecemos...
...e entrou na Terra Encantada."

Primeiro eu fiquei me perguntando cadê o clímax da história, a luta, aquele momento que tudo dá errado e o personagem perde a esperança, mas então aconteceu algo muito melhor do que isso: as fronteiras entre os mundos se desfaz, essa visão maquineísta de bom e mau, como se alguém só pudesse ser um ou outro e não apenas algo, alguém, vivo, com poder de escolhas a cada momento.

Eu realmente adoro quando livros mostram isso de que não existe bem e mau, apenas pessoas, principalmente num livro de fantasia que essa divisão é bem demarcada. E eu sempre tenho isso com as histórias de Neil Gaiman. Até as que eu li ao menos.

"-Nós só comemos escuridão - disse ela - e só bebemos luz. Por isso, nã-não estou com fome. Estou me sentindo sozinha, apavorada, com frio, mu-muito infeliz e acorrentada, mas nã-não estou com fome."

Enfim, é diferente do filme e no final foi bem melhor. Ler Stardust: O Mistério da Estrela foi um pouco nostálgico, como se você ainda fosse uma criança e alguém estivesse lendo para você um conto de fadas, porque é isso que Neil Gaiman faz: ele conta a história e ele é um narrador onisciente e presente e eu simplesmente amo essas histórias, esses contos de fantasia dele.
Bela Lima
Bela Lima

Apaixonada por livros, séries, fanfic's e quase qualquer coisa de origem oriental: animes, mangás, manhwas, manhuas, doramas (de preferências os coreanos)... Gosta de ouvir rock pop, tenta sobreviver na universidade e escreve histórias originais no tempo livre que sobra. E se não sobra escreve do mesmo jeito. Também é resenhista/administradora do blog Sou geek, sim!

15 comentários:

  1. Sou apaixonada pelas letras de Neil e ele tem realmente este dom de escrever seus livros, nos remetendo a épocas felizes, épocas de sonhos.
    Vi este filme tem muito tempo e vou confessar que deu trabalho me recordar dele, mas consegui.
    Parece que são duas coisas totalmente diferentes:livro e filme. Apenas dois enredos parecidos, tamanha a diferença.
    Mas quero muito ler a obra, mesmo depois de tanto tempo e quem sabe, rever o filme.rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li o livro, o que significa que também não assisti ao filme. Sempre me decepciono de alguma forma com as adaptações, mas a história é tão linda, espero conhecer as duas versões dela.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bela.

    Acho que essa aventura do outro lado do portal, acabou trazendo uma nova experiência para o Tristan. Talvez, mais do que o seu objetivo central...

    ResponderExcluir
  4. Olá Bela!
    Talvez por conta da altíssima expectativa, eu não curti muito esse livro. Achei ok sabe, mas ainda tenho bastante curiosidade em ver o filme.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  5. Oi Bela,
    Confesso que não sabia que o filme foi baseado em um livro. Já assisti algumas vezes ao filme, ele é do tipo de entretenimento despretensioso pra passar uma tarde.
    Li apenas um livro do Neil Gaiman, mas já foi o suficiente para me encantar com o estilo da narrativa. A escrita do autor é única!
    Gostei de saber que no livro é mais perceptível a evolução dos personagens, e trazendo uma história com uma simplicidade que só o Neil Gaiman é capaz de criar.
    Apesar de não ser um estilo de leitura que gosto, não descarto essa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Bela!
    Não conhecia o livro e nem sabia que tinha uma versão iematográfica.
    Neil Gaiman tem grande prestígio e mesmo os grandes, trazem uma obra incompleto.
    Uma ótima semana!
    “Moral é o que te faz sentir bem depois de tê-lo feito, e imoral o que te faz sentir mal.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  7. Olá Bela!
    Eu ainda não tinha conhecimento do livro e nem do filme, eu até que curti, parece ser uma leitura divertida.
    Do autor eu só conhecia Coraline (amo) através do filme...
    Vai para listinha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Bela
    Eu AMO O FILME, espero ter a oportunidade de ler o livro tbm num futuro próximo. Aliás, nunca li nd do Neil Gaiman, preciso.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá! Não conhecia o livro, mas já assisti o filme e gostei muito, essa resenha agora me deixou super curiosa em conferi essa diferenças entre o livro e o filme.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Bela.
    Não lembro de ter visto o filme e ainda não li o livro.
    Li apenas um livro do autor e gostei bastante da escrita. Fiquei curiosa para saber mais sobre o livro Stardust.
    Também gosto quando os autores retratam as pessoas apenas como pessoas, sem essa divisão entre bem e o mal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não assisti o filme e agora fiquei curiosa para assistir e gostaria de ler o livro também, parece ser uma leitura agradável e bem fofa também devido ao personagem fazer isso em buscada estrela por amor. Gostei que tem humor assim a trama fica mais divertida.

    ResponderExcluir
  12. Eu sou apaixonada pelo filme, já vi umas 15 vezes haha
    Estou com o livro para ler, mas ainda não tive oportunidade.
    Que bom que acaba sendo melhor que o filme, já amo o filme vou amar mais ainda o livro então!
    Adoro o Neil Gaiman.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  13. Oi. Bela!
    Não conhecia o livro, mas já assisti o filme.
    Quando filmes ou series são baseados em livros nem tudo é fiel ao livro ou é bem mais do que esta no livro, então é ler e assistir para ter opinião.
    Quero ter a oportunidade de ler o livro deve ser fantástico.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Eu amei o filme e por isso mesmo eu sempre quis ler o livro. Achei bem interessante o esforço de Tristan para conseguir agradar Victória e quero muito saber em quais aventuras ele irá enfrentar para conseguir a estrela para ela. Sem contar esses seres poderosos que me deixaram bem intrigada.

    ResponderExcluir
  15. Eu não conheço o filme kkkkkk
    Mas parece ser um bom livro, mais leve pra ler após uma ressaca literária ou um livro mais denso, porém, ainda continuo de birra com o Neil. rsrsrs
    bjs

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.