Cordas do Coração - Katie Ashley

Sinopse: Allison Slater, de 21 anos, é apaixonada pelo colega de banda de seu irmão, Rhys McGowan, desde seus treze anos. Mas, para ele, ela sempre será a irmãzinha de Jake e fora do limite. Agora, no segundo ano de faculdade e se recuperando de um relacionamento ruim, Allison tem como objetivo fazer com que Rhys a veja como alguém com quem poderia sair... talvez até se apaixonar. Sua oportunidade surge quando Rhys viaja para a casa dos pais em Savannah, cidade na qual estuda. Mas a noite com a qual sempre sonhou acaba se tornando uma grande decepção, e ela percebe que nunca será a pessoa certa para Rhys. Para Rhys McGowan, o pesadelo começa quando acorda nu e de ressaca ao lado da irmãzinha de seu colega de banda. Incapaz de lembrar qualquer coisa sobre a noite passada, ele piora a situação mentindo para Allison, dizendo que não está interessado nela. A verdade é que ele passou o ano anterior tentando ignorar a reação de seu corpo toda vez que estava muito perto de Allison. Sua decisão é testada quando Allison parte em uma turnê com a Runaway Train, como babá de Jake e Abby, para cumprir seu estágio em design de moda. Quanto mais Rhys fica ao lado de Allison nas pequenas instalações do ônibus, mais difícil é resistir a ela. Rhys irá perceber que um relacionamento com Allison vale a pena, mesmo que isso signifique brigar com seu melhor amigo? (Skoob)

Livro recebido em parceria com a Editora
ASHLEY, Katie. Cordas do Coração. Runaway Train #3. Editora Pandorga, 2016. 352 p.


Runaway Train é uma série new adult escrita por Katie Ashley, mesma autora de A Proposta. Os volumes da série são independentes, ainda que sigam uma ordem cronológica na história, e cada livro traz um integrante da banda como protagonista. Li apenas o primeiro livro, Música do Coração, e agora o terceiro, e posso dizer que não ter lido o segundo livro não influenciou minha nova leitura.

Diferente do primeiro volume, cujo romance começou por um motivo superficial e não muito razoável, em Cordas do Coração o romance entre Allison e Rhys traz consigo uma história. Ela, irmã de um dos colegas de banda dele, sempre foi apaixonada por Rhys e, num ato de coragem, teve com ele seu primeiro beijo, como presente em seu aniversário de 16 anos. Por algum tempo, as coisas entre eles voltaram ao patamar da amizade, até que, anos mais tarde, depois de uma noite de bebedeira, os dois se entregam à paixão. O problema é que Rhys não quer arriscar sua amizade com Jake, irmão de Allison, e pede para os dois esqueceram a noite que tiveram.

Como todo new adult, há muito clichê na história e não é difícil saber qual será o final do livro. Isso não impede que haja uma trama gostosa de acompanhar, sempre temperada com algum drama que seus personagens enfrentaram ou têm que enfrentar. No meio de tantos problemas familiares e de relacionamento, Katie Ashley trouxe para o enredo um tema bastante relevante, o autismo, que foi tratado de modo bem passageiro no livro - até porque o foco do livro e do gênero é outro -, mas que permitiu discutir sobre os problemas e preconceitos que os autistas enfrentam.

Diferente de Jake, Rhys é encantador e um quase cavalheiro. O motivo que o fez se afastar de Allison foi a lealdade ao seu amigo, mas ele se viu dividido e sofreu com isso desde o primeiro momento. Eu o achei um covarde e um pouco canalha por tratar Allison como ele fez, mas entendi o quanto aquela família era importante para ele e que ele não queria arriscar isso por um romance.

"- Então vou te dar atitudes; eu te darei qualquer coisa no mundo. De alguma forma, de algum jeito, provarei que sou o homem certo para você."

Acredito que o romance entre os protagonistas poderia ser melhor desenvolvido. Quero dizer, trata-se de algo que vem de anos, e senti falta de ver os sentimentos melhor trabalhados. Foi algo como se os dois já estivessem apaixonados, mesmo que Rhys tentasse negar, e agora eles só precisavam decidir se ficariam ou não juntos e enfrentariam ou não Jake. Faltou o processo de entrega, de troca de olhares - o aspecto emocional, já que no que trata do aspecto sexual a entrega foi completa desde o início.

Uma das coisas que mais gostei nos dois livros que li da série foi a amizade entre os integrantes da banda e, dessa vez, também a interação das famílias dos integrantes que já se casaram. A forma como um interfere na vida do outro, seus lados amorosos com as mulheres e filhos e os "acidentes" em misturar roqueiros desbocados com crianças inocentes garantiram algumas risadas durante a leitura. Além disso, esse enredo também é repleto de música, o que torna a leitura ainda mais fluida.

Cordas do Coração foi uma leitura melhor do que Música do Coração, mas ainda faltaram elementos que tornassem a trama verdadeiramente memorável. É uma leitura leve e fofa, mas não se pode esperar muito mais que isso.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

13 comentários:

  1. Oi, Ju.

    No livro, há toda uma carga que coloca algo em jogo, ou seja, a incerteza.

    Acredito que, por a Allison ser digamos, proibida para o Rhys, acaba tornando tudo mais emocionante.

    E pouco a pouco, eles foram colocando essas incertezas de lado, para finalmente, sucumbir e se entregar ao amor.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus que capa linda é essa Ju?
    Eu amei!
    Não conhecia o livro e agora lendo sua resenha fiquei curiosa pra ler e conhecer o enredo que parece ser mto bom...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. É uma pena que não foi melhor trabalhado o lado emocional do casal, gosto quando tem os detalhes, se não fica sem emoção faltando algo. Mas deve ser legal acompanhar a parte da banda ser como uma família é interessante ver esse lado. Parece ser uma leitura agradável e que diverte.

    ResponderExcluir
  4. Acompanhei a resenha do primeiro livro e já quis muito começar a série.Agora cá entre nós, que capa espetacular hein?? Menina..rs
    Gosto de livros que trazem estes romances juvenis, ligados à música, bandas, famílias e claro, paqueras!
    Talvez tenha alguns pontos negativos sim, como você citou, mas pelo que entendi, bem resumidamente, é uma série que vale muito a pena ser lida!
    E vai para a lista de desejados com certeza, junto com o primeiro e o segundo também!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Ju!
    Pena que achou o romance pouco desenvolvido.
    Gosto muito de romances com músicos e fico feliz que tenha um final previsível.
    Fiquei daqui imaginando os roqueiros mais tranquilos e balançando seus bebes... cena hilária e de ternura ao mesmo tempo.
    “Não acredite em tudo que ouvires! Há mentiras que sempre serão ditas, e verdades que jamais serão pronunciadas...” (Eliane Azevedo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Olá Ju! Ainda não li nenhum livro dessa série, curto muito um new adult e cada resenha que vejo dos livros me deixa ainda mais curiosa em conferi as histórias dos integrantes da banda.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. oii ! A capa é muito linda, mas o livro não me interessou muito, é uma pena que o romance não tenha sido muito trabalhado , creio que gostar de alguém que não se pode gostar é um desafio muito grande e creio tbm que Rhys não soube lidar muito bem com este sentimento por causa de sua amizade com Jake, apesar d tudo, acho que Rhys deveria lutar para ficar com seu grande amor, apesar de ser irmã de seu amigo, e acho que isso seria muito intenso, e se juntasse com um romance bem trabalhado mesmo que clichê, o livro ficaria memorável. Talvez eu leia, mas fico feliz que este terceiro tenha sido melhor que o primeiro e que eeles não precisam ser lidos em sequencia.

    ResponderExcluir
  8. Olá Ju!

    Eu adoro livros românticos, e é uma pena que esse não tenha sido bem desenvolvido visto que os personagens já tem um sentimento um pelo outro. Mas ainda assim, tenho interesse em ler a série, pra ter aquela sensação gostosa que esses livros oferecem.
    Ainda me interessei pela série por envolver músicos, o que torna a narrativa bem interessante e de bom grado. Acho uma leitura válida, mesmo com os apesares da narrativa.

    ResponderExcluir
  9. Adoro Katie Ashley. Só li o primeiro livro dessa série e foi a bastante tempo, mas quero muito ler, embora clichê adoro livros desse tipo, é uma pena que as vezes tudo fique tão previsivel, porém, ainda assim eu não resisto a leitura. Não gostei muito dessa capa, costumo ler no ônibus e um livro com uma capa assim morro de vergonha hahahaha, achei que embora o modelo da capa ser lindo, podia ser uma capa mais trabalhada.

    ResponderExcluir
  10. Gostei!
    Não conhecia ainda, mas apesar de tantos clichês, achei que esse Rhys parece bem fofo e educado, e como fala sobre amizade, autismo, preconceito, etc., são temas que acho importantíssimo lermos e falarmos sobre, já me ganhou!
    Lerei, com certeza!
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Adoro séries onde os personagens anteriores aparecem para ajudar os atuais, isso ajuda a matar a saudade dos nossos amados.
    O fato de o romance dos protagonistas ser tão mal trabalhado atrapalha bastante na minha opinião, pois eu normalmente leio para sentir toda aquela troca de olhares que pelo que você falou, falta no livro, o que é uma pena, pois a história é bem interessante.

    ResponderExcluir
  12. Olá Ju!!!
    Eu tenho uma certa queda por conta de livros que trazem um bom rockeiro rsrsrs
    Eu acho que já li o primeiro livro da série, mas há muito tempo e acho que na época dos grupos de tradução porém já coloquei o livro pra reler.
    Eu gostei da proposta do livro e tipo acho que já por ter lido algo parecido, entendo o lado do personagem apesar de querer esganar muitas vezes personagens assim.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.