Cartas Secretas Jamais Enviadas - Emily Trunko


Sinopse: Você já desejou poder voltar no tempo e dar conselhos para si mesmo? Já quis ter coragem de falar como é forte o amor que sente por alguém? Alguma vez já se perguntou por que uma pessoa importante na sua vida parou de falar com você? A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas que revelam segredos profundos de quem as escreveu. Afinal, muitas vezes o único jeito de lidar com nossos sentimentos mais intensos — seja um amor incondicional ou uma perda irreparável — é botando tudo no papel. A leitura destas cartas nos permite mergulhar na vida de seus remetentes e, ao mesmo tempo, redescobrir nossa própria história e perceber que, mesmo nos piores momentos, não estamos sozinhos.
TRUNKO, Emily. Cartas Secretas Jamais Enviadas. Seguinte, 2018. 200 p.


Não sei dizer o que me fez escolher ler Cartas Secretas Jamais Enviadas, de Emily Trunko, mas quando peguei o livro, sem nenhuma perspectiva sobre o que me esperava, senti como se tivesse levado um soco na boca do estômago. Fiquei fascinada e atordoada com o impacto que cada carta exerceu sobre mim e com a quantidade de emoção impregnada em cada linha. Há uma sinceridade tão explícita nas palavras que chega a doer.

O livro começa com uma apresentação de Emily Trunko. Ela explica quem é, conta que criou um tumblr Dear my blank para compartilhar suas próprias cartas e que abriu espaço para que as outras pessoas pudessem dividir um pouquinho de si. A partir daí, o blog explodiu e ela passou a receber cartas sobre tudo, desabafos sobre perdas e sobre amores, traições e amizades, ensinamentos e pedidos de socorro, tudo publicado no blog anonimamente. Algumas dessas cartas, mais tarde, dariam origem ao livro.


É interessante como parece fácil desabafar com um pedaço de papel, sem ninguém para julgar, e saber que provavelmente a pessoa para quem você escreveu talvez nunca leia aquilo. Emily Trunko criou uma forma de ajudar as pessoas a falarem, a desabafarem, e é perceptível o quanto cada carta daquela é verdadeira, porque no anonimato é possível despir as máscaras, contar os segredos mais ocultos e se tornar absurdamente exposto, sem se expor de verdade. E sem as máscaras diárias, aquelas cartas se tornaram quase cruéis de tão verdadeiras, expondo feridas e fraquezas, medos e arrependimentos.

O livro é todo ilustrado e decorado nos tons de azul, branco, preto e verde da capa, o que, junto da capa dura, faz da edição um trabalho lindo. Só por isso eu já gostaria de ter um exemplar na estante, mas depois de ler o livro, quero ter para poder revisitar aqueles sentimentos em outros momentos da minha vida. Além disso, a obra é dividida por temas: Querido eu, Querido Mundo, Amor, Amigos, Família, Coração Partido, Amor não correspondido, Traição, Perda e Obrigado.


No livro, há cartas com apenas cinco ou seis palavras, enquanto outras ocupam mais de uma página. Não é o tamanho da carta, porém, que determina o tanto de emoção que elas podem trazer. Todas têm importância e significado e servem para fazer o leitor enxergar que, não importa por qual dificuldade está passando, ele não está sozinho no mundo, pois alguém também se sentiu da mesma forma em algum momento.

Eu amei Cartas Secretas Jamais Enviadas e fiquei emocionada com diversos textos, tanto os curtos quanto os longos, refletissem eles sentimentos bons ou ruins. O livro é um presente de sinceridade, que abre feridas e faz doer, mas ao mesmo tempo traz um sentimento de conforto que poucas leituras me trouxeram na vida.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

11 comentários:

  1. Olá, bom dia Ju
    Essa edição esta lindíssima e com capa dura melhor ainda.
    Não tive a chance de ler esse livro, li várias resenhas, mas quero muito rir, chorar e refletir enquanto leio essa maravilha de livro.
    Em algumas destas resenhas que li tinha uma foto do livro de uma carta de filha para o pai me emocionei muito lendo aquela carta, porque é o mesmo que acontece entre meu pai e eu apenas com uma diferença eu perdoo o meu pai.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju! Nossa, estou doida pra ler esse livro, a edição está muito linda, leitura mega emocionante, essa sua resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi isso tudo que foi dito aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro mas deu uma ideia bem legal de fazer o mesmo, quem sabe?!! Ao escrever colocamos para fora muito sentimento, acho que esse foi o proposito do tumblr da Emily, expor tudo que estava dentro dela para uma folha de papel ou uma pagina online, terapêutico ou não é uma forma de não ficar com tudo engasgado ou prestes a explodir.

    ResponderExcluir
  4. Ju!
    Como faço correspondência há uns 40 anos, sei o poder que as cartas exercem para quem as escreve e para quem as recebe, é algo catártico e intenso.
    Fiquei interessadíssima em poder ler esse livro que pelo visto, tem uma diagramação linda e colorida e conteúdo que sensibilizará profundamente.
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju!
    Esse livro já está nos meus desejados, espero mto ter uma oportunidade de ler e conhecer o enredo que pelo que acompanho conquistou mtos leitores.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Não vejo a hora de poder conferir este livro e o "irmãozinho" dele. Puxa, desde que li a primeira resenha me apaixonei e fiquei me colocando no lugar dos trechos que li pelo mundo literário.
    Sempre há uma última palavra, um último gesto e como saberemos que aquele será o último?
    Não podemos mais mudar aquilo que foi dito ou escrito né?
    Espero poder conferir em breve e sentir este nó no estômago!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Como eu adoro esse capa, na verdade o título. Essas palavras abrem um leque para tantas outras historia que não precise ser necessariamente a contada nesse livro, é um titulo que com certeza todos se identificam e já aconteceu algum coisa que remeta a lembranças do passado para cada um de nós. Tenho certeza que será um livro de emocionar como tu comentou. Não vi ninguem falando mal dele ou dizendo que podria te sidos melhor, enfim já quero ele muito.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju,
    Não sou de ler livros escritos em formato de pequenos textos, ou no caso, pequenas cartas, mas confesso que achei esse bem inspirador. Eu mesma tenho mas facilidade em escrever o que estou sentindo do que falar, então acredito que vou me identificar com alguns textos, a edição também está linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Achei a ideia da garota muito boa, adoro ler cartas, é verdade com elas são mais fáceis de se expressar e abrir seus sentimentos, não tem ninguém para fazer cara feia rs. deve ter cada momento a ser contado que deve deixar o leitor muito emocionado, parece ser uma leitura gostosa, mas ao mesmo tempo até triste dependendo dos motivos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju.
    Essa capa é linda mesmo, um trabalho bem feito. Eu imaginava q esse livro contasse uma historias atraves de cartas, mas nao fazia ideia de todo o trabalho envolvido. Me parece um livro bem intenso com tantas emoçoes. Mais um desejado e espero sentir todas essa emoção.

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Eu amei a ideia!
    Eu acho que vou ficar bastante chorona lendo algumas das cartas, e ainda tem o tumblr para podermos ver e eu achei isso fantástico.
    A edição parece estar maravilhosa.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.