Últimas mensagens recebidas - Emily Trunko

Sinopse: Quando uma mensagem é a última, ela pode significar um fim, uma perda, ou até um alívio. E se você fosse o destinatário?
A partir de contribuições anônimas, a jovem Emily Trunko reuniu nesta coletânea mensagens que contam histórias reais sobre os mais variados tipos de despedida: o fim de uma amizade, o término de um relacionamento ou até mesmo um acontecimento trágico que muda a vida do destinatário e do remetente para sempre.
Enviadas por celular, por e-mail ou pelas redes sociais, essas mensagens narram perdas profundas e inspiram muita reflexão. Será que não deveríamos expressar mais o amor que sentimos pelas pessoas enquanto isso ainda é possível? Ou, em alguns casos, nos afastar o quanto antes daquelas que nos fazem mal? (Skoob)

Livro recebido como cortesia da Editora.
TRUNKO, Emily. Últimas mensagens recebidas. Editora Seguinte, 2018. 176 p.


Meu irmão fala muito, muito mesmo. Ele é aquele tipo de pessoa que não consegue ficar em silêncio, a menos que esteja tão concentrado na TV ou no celular que nem perceba que não está falando. Mesmo assim, ele fala - com TV, celular e tudo. Por que estou contando isso? Porque estava sozinha em casa lendo Últimas mensagens recebidas quando ele chegou, falando. Quando levantei os olhos, o que quer que ele estivesse dizendo se esvaiu, e ele me perguntou se eu estava chorando. Sim, eu estava. Com um nó enorme na garganta, por causa daquele tipo de dor que tive poucas vezes na vida, e que espero não ter novamente. A dor, dessa vez, não era minha, mas eu a senti ainda assim.

Assim como em Cartas secretas jamais enviadas, Emily Trunko reuniu em um Tumblr os depoimentos de diversas pessoas que remetem, de forma anônima, as últimas mensagens que receberam de alguém e que marcaram um fim - seja o fim de um relacionamento, o distanciamento de uma amizade, a perda de um ente querido. Algumas mensagens são carinhosas, outras são despropositadas, mas muitas delas são carregadas de sentimentos pesados, como raiva, ingratidão, entre outros.


Apesar de se tratar de um livro curto, ler Últimas mensagens recebidas não é fácil, acho até que mais difícil do que Cartas Secretas Jamais Enviadas, porque todos os casos vão mostrar uma perda, um final. Ele desperta os mais diversos tipos de sentimentos, desde a sensação de luto, a raiva por uma injustiça, e até o arrependimento por alguma coisa que fizemos ou deixamos de fazer. São mensagens verdadeiras e sem filtro, por mais cruéis que tenham sido, seja em seu texto ou na "ironia" do destino. É fácil se identificar com os acontecimentos contados em cada página, acredito que todo mundo já passou por pelo menos uma daquelas situações.

O livro em si também é lindo, de capa dura e todo colorido nas cores preta, vermelha, branca e roxa, com algumas ilustrações, mas em geral com um design bem clean. Algumas mensagens têm uma explicação como nota de rodapé, para que o leitor conheça todas as circunstâncias em que ela foi enviada. Outras são tão diretas que não precisam de explicações. Algumas páginas mostram diálogos completos. Outras contêm apenas uma frase.


Ler Últimas mensagens recebidas é renovador, porque faz pensar sobre as decisões que tomamos na vida, mesmo sobre aquelas que parecem mais simples. Porém, se trata de um livro denso e carregado, daquele tipo que te destrói em pedacinhos para que, só depois, você possa se reconstruir. Ao final, o livro traz instruções para quem sente que precisa de ajuda, com contatos de grupos de apoio emocional e prevenção ao suicídio. Acho que a importância maior do livro é alertar de que ninguém está sozinho e que, por mais doloroso que seja, é possível superar.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

14 comentários:

  1. Oi, Ju.

    A Emily teve uma boa ideia (que tem fundamento), em, através de mensagens reais, passá-las para o leitor.

    Pelo simples fato das mensagens em questão, trazer uma identificação, ele se torna mais tocante.

    ResponderExcluir
  2. Que livro lindo, quero muito ler :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ju!
    Manoel é como seu irmão...
    Deve mesmo ser um livro tocante e sensível, afinal, compilou mensagens de perdas de pessoas de todo o mundo.
    Sou como você, quando um livro me toca muito, nem sei como começar a fazer uma resenha.
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Deve ser uma leitura muito comovente e deixar o leitor bem sensível, essas mensagens mexe com as emoções de quem lê, parecem tão tristes. E saber que são reais dá ainda mais angustia por saber como algumas pessoas sofreram e muito.

    ResponderExcluir
  5. Desde que esta duplinha de livros foi lançada, namoro eles. Mas ainda não consegui ler nenhum dos dois ;/
    Este livro é meio que uma tirada de casquinha da ferida. Tudo que foi dito. A última vez. As últimas palavras. Aquilo que muitas vezes a gente queria ter mudado.
    Espero ter e ler não só este livro,mas o irmão também!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá Ju! Essa é a primeira resenha que vejo desse livro, achei a ideia dele super interessante, fiquei bastante interessada em conferi tudo que foi dito aqui, leitura bem mega emocionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Senti o baque daqui, o Cartas Secretas Jamais Enviadas já é algo bem pesado mas parece que Últimas mensagens recebidas vai muito mais além disso. Carregado de sentimentos que vc lê, e mesmo que não seja com vc, vc consegue sentir aquilo que esta escrito. Eu estou com muita vontade de ler os dois livros. Já estou preparando os lencinhos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju,
    Já fiquei encantada com o outro livro da Emily na resenha que você fez, agora acabo de colocar mais um livro da autora na lista de desejados.
    Ambos os livros são leituras que tocam, emocionam e colocam o leitor para refletir. Esse livro em especial, transmite uma carga emocional mais pesada, de sentimentos contraditórios, deixando o leitor arrasado ao final da leitura. Acho essa proposta da autora em criar um meio das pessoas se desabafarem muito bacana, assim ninguém se sente sozinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Ju!
    Adorei as páginas do livro, desde que comecei acompanhar resenhas sobre ele estou ainda mais interessada em conhecer, parece bom, parece trazer um emocionante enredo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Ju,
    Além de achar essa edição linda demais, percebi como todos que leram se comoveram demais, e achei a idéia do autor incrível, triste e feliz ao mesmo tempo. Acredito ser um livro para se ler aos poucos, aqueles que ficam na cabeceira da cama sabe.. Adorei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, Ju
    Tenho muita curiosidade para ler esse livro, esta na minha lista de desejos.
    Muito interessante essa ideia da Emily Trunko de reunir as mensagens e publicar.
    A sensação deve ser uma mistura de tristeza, alegria, raiva e muito choro, como sou manteiga derretida vou chorar litros quando ler.
    Este livro tem uma edição linda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Acabei ganhando esse livro no sorteio e quando ele chegou tive a oportunidade de me agraciar com uma bela surpresa que tive com esse livro As mensagens eram impactantes de familiares, de ex-namorados e melhores amigos Realmente foi um livro que me marcou de forma gratificante

    ResponderExcluir
  13. A edição desse livro é a coisa mais linda.
    Vi um vídeo da Bel Rodrigues falando sobre ele e mostrando alguns trechos e ja chorei no vídeo, imagino lendo, não deve ser fácil, mas ainda vou criar coragem e pegar ele pra ler.

    ResponderExcluir
  14. Acho a proposta do livro bastante interessante. Primeiro porque não é um formato comum de encontrarmos ultimamente, mesmo sendo um gênero que permite tamanha interação do leitor com o texto em si. Segundo porque tratar de sentimentos, principalmente de perdas e finais, é sempre bastante delicado e tocante, facilitando a identificação de quem lê com a obra. A editora realmente fez um belo trabalho de diagramação, e acho que a escolha das cores combinou muito bem com o tema proposto.

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.